Tipos de Identidade Social

Identidade social é a percepção sentimental, harmoniosa, emocional ou cultural de pertencimento a determinado grupo específico, segmento ou categorias. Conceitualmente, se parte do princípio de um enquadramento das pessoas a determinada “tribo” para sentirem assim mais contundentes com o momento que estão vivendo ou que as pessoas ao seu redor o estão. Ou seja, estamos ligados socialmente com quem nos fornece identificação “tribal”.

Segundo os fundadores da Teoria da Identidade Social, os teóricos Tajfel e Turner, as pessoas vão se enquadrar em diferentes tipos de identidade social segundo as características principais que se dão por três bases:

  • Categorização Social: a pessoa geralmente vai ter uma dimensão cognitiva onde organiza o seu próprio mundo social;
  • Identificação Social: a pessoa irá buscar a inclusão em alguma categoria específica de seu interesse, com foco pessoal, como por exemplo, o aumento da própria auto estima;
  • Comparação Social: a pessoa busca uma comparação social do seu grupo com demais grupos e isso irá gerar uma dimensão motivacional;
  • Dimensão Cognitiva: está mais ligada aos sujeitos que tem mais necessidade de trabalhar com um grande volume de informações, ganhando ou adicionando elementos novos ao grupo ou categoria a que pertence;
  • Dimensão Motivacional: necessidade de se manter inseridos em grupos sociais para manterem a autoestima elevada e positiva.

A identidade social que vai possibilitar as pessoas se sentirem pertencentes ao mundo em que se encontram, que irá permitir que realizem o reconhecimento social. Apesar de ter sua importância por permitir que a pessoa se sinta pertencente a um grupo que se identifique, muitas vezes essa descoberta de pertencer a determinado grupo pode gerar marcas ou machucar, pois algumas tribos ainda sofrem preconceitos e são discriminadas socialmente. Uma pessoa pode se sentir pertencente a determinado grupo devido a sua opção sexual, ou por pertencer a determinada classe social, por ser de determinada religião ou por ter ideais e condutas compatíveis com determinado movimento, dentre outros e isso acabará determinando o grupo a que pertence e até mesmo traçando seus comportamentos futuros, pois muitas vezes se condicionam as expectativas sociais que o grupo que se identificou em alguns aspectos colocam sobre ela.

Muitos autores afirmam e reafirmam que um individuo não pode estar desligado da sociedade e por isso as condutas e ideais de uma pessoa acaba sendo uma resultante da interação constante dessa com o meio social a qual esta inserida. Um ser humano terá a sua identidade social a partir do modo com que olha o que está a sua volta e de acordo com o modo que se identifica com os acontecimentos que estão ao seu redor e geralmente isso está muito associado ao significado emocional que tudo tem para essa pessoa. O sujeito ao se identificar socialmente com determinado grupo irá deixar transparecer em algumas de suas atitudes comportamentos competitivos e que os discrimine dos outros grupos existentes. Além disso, dentro do seu próprio grupo irá ter certo comportamento competitivo para ser enquadrado como o favorito e ser o melhor aceito.

Todos nós sabemos que nenhum homem é uma ilha, não conseguimos viver sozinhos e isolados do mundo e por isso a importância de se identificar e se sentir inserido em algum grupo social. Assim todos nós estamos sempre expressando em maior ou menor grau comportamentos de competição em relação aos demais grupos e comportamentos de favoritismo dentro de nosso próprio grupo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Antropologia

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *