Obras de Piet Mondrian

O artista Pieter Cornelis Mondrian é mais conhecido como Piet Mondrian, nascido no dia 7 de março de 1872 em Amersfoort e falecido no dia 1° de fevereiro de 1944 em Nova Iorque, foi um dos mais importantes pintores do modernismo. O grande feito do artista foi ter criado o movimento artístico conhecido como Neoplasticismo. Além disso, ele ainda foi colaborador da revista De Stijl.

Biografia de Piet Mondrian

O pintor nasceu no ambiente rural, a sua família era muito religiosa e deseja que ele fosse padre. Podemos observar nas obras de Mondrian que a religião teve grande influência nas suas criações. Durante toda a sua vida e obra esse sentimento pode ser notado num maior ou menor grau.

O interesse pela pintura veio de um tio que trabalhava com arte, contudo, Mondrian precisou enfrentar a negação dos pais que eram ortodoxos e viam na pintura um caminho para o pecado. Para driblar essa negativa Mondrian começou a dar aulas de arte dizendo ao seu pai que gostaria de se tornar professor.

Como não ficou satisfeito com o trabalho de professor, Piet, desejava tornar-se um pintor, mas temia a reação do pai que não gostava dessa ideia. O artista também precisava vencer a sua própria resistência imposta pela criação religiosa que havia recebido.

Teosofia

A solução para os dilemas de Piet parecia estar na Teosofia, a proposta dessa doutrina era trilhar um caminho de evolução pessoal no qual a arte serviria de atalho. Esse contato com a teosofia aparece nas obras de Mondrian e deixou marcas bastante profundas.

Carreira de Pintor

A carreira de Mondrian como pintor começou na mesma época em que ele trabalhava como caminhoneiro. Nessa fase o seu trabalho tinha como influência o impressionismo e o naturalismo. Vários desses trabalhos estão expostos no museu Gemeente, em Haia, como as obras “O Moinho Vermelho” e “Árvores ao Andar”. Nesse mesmo museu estão alguns exemplos do trabalho geométrico que Mondrian iria criar a seguir.

Simbolismo

Quando teve esse contato com a teosofia o artista passou por um breve período simbolista. Foi importante passar por essa fase para chegar a abstração necessária para as obras criadas posteriormente. Nessa fase já era possível identificar a tendência de Mondrian ao geométrico bem como a sua síntese do que era real.

O artista tinha como norte um pensamento espiritual que tinha sua essência na matemática e na existência racional que era forte na teosofia. O artista ainda manifestou um intenso interesse pelo jazz que era bastante alegre e possuía um ritmo bastante irregular. Para Mondrian até mesmo o jazz tinha um fundamento na matemática.

Desconstrução Figurativista

Através da abordagem de três telas com árvores que são: “A Árvore Vermelha” de 1908; “A Árvore Cinzenta” de 1912 e a “Macieira em Flor” de 1912; podemos observar quer Mondrian passou por um processo de desconstrução da figura. No ano de 1911 o artista visitou uma exposição cubista em Amsterdã e acabou sendo marcado intensamente, isso fica evidente no seu trabalho posterior.

Obra Neoplástica

A fase da obra neoplástica teve início em 1917 e seguiu até a década de 1940. Nessa fase Mondrian criou o que se tornaria o mais reconhecido de seu trabalho, pinturas que tem como principal elemento linhas negras ortogonais. Uma curiosidade é que ele não gostava de linhas diagonais porque isso induzia a uma percepção de profundidade nas telas.

Aliás, esse foi o motivo de terminar a sua amizade com Theo Van Doesburg depois de algum tempo. As linhas servem para definir espaços em que se criam diferentes limites de pintura que podem ser preenchidos com uma cor primária ou não. O uso das cores amarelo, azul e vermelho em trabalhos geométricos demonstra que Mondrian tinha grande influência de teorias estéticas como as da Bauhaus e da Escola de Ulm. Os espaços têm pesos visuais diferentes.

Movimento Superficial

Nas obras de Mondrian que tem o geométrico colorido com cores primárias e foscas podemos observar um movimento superficial que tem extensão perpétua. Trata-se de uma indicação de que Piet desejava criar uma abstração do racional e espiritual do mundo. Essas obras possuem uma grande abstração do materialismo e não tem profundidade.

Inspiração

A obra de Piet Mondrian ainda é muito copiada e usada de base para a arte, o design, a publicidade e a moda. O curioso dessa apropriação do estilo de Mondrian é que o artista propunha com essas obras uma recusa a imagem e em geral seu estilo é empregado para criar imagens. Talvez o uso mais difundido do estilo de Mondrian seja a criação de Lola Prusac – estilista da Casa Hermès – em 1930. A estilista criou uma coleção de bolsas e malas inspiradas nas obras do artista com os seus cortes vermelhos, azuis e amarelos.

Broadway Boogie-Woogie

O quadro Broadway Boogie-Woogie é interessante de ser observado pelo fato de que é posterior a essa fase do neoplasticismo e demonstra que Mondrian conseguiu libertar-se das regras que impôs para si mesmo na pintura. A obra está exposta no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque-MoMa.

Obras Mais Importantes de Mondrian

As obras finais de Mondrian demonstram claramente a sua fase geométrica através dos nomes empregados. Em 1908 o artista pintou “Árvores a luz da Lua” e “A Árvore Vermelha”. No ano seguinte ele criou o quadro “Paisagem” e em 1910 as obras “A Igreja de Domburg” e o “O Moinho Vermelho”.

Em 1911 veio a obra “Evolução” e em 1912 as obras “A Árvore Cinzenta” e “Macieira em flor”. No ano de 1913 ele pintou a “Composição” (árvore) e então em 1917, quando a fase neoplástica teve início, veio a “Composição com cores B”.

Em 1919 ele pintou a “Composição em tabuleiro de damas com cores claras”. Já no ano de 1921 veio a pintura da obra “Composição com vermelho, amarelo e azul”. No ano de 1930 veio a criação de “Composição com amarelo” e no ano de 1942 ele pintou “Broadway Boogie-Woogie”. Todas as obras de Mondrian exprimem muito do sentimento do artista e com certeza isso é uma coisa que é fácil de se observar.

Nascido na cidade de Amersfoort, a segunda maior da província de Utrecht na Holanda, Piet Mondrian dedicou a sua vida inteira à arte, desenvolvendo diversas obras que se eternizaram no mundo inteiro, levando o seu nome ao conhecimento de diversas pessoas que gostam da arte.

Sua família sempre foi muito religiosa e o seu pai queria que ele levasse essa vida religiosa para frente, tornando-se pastor, assim como o pai. A sua carreira artística foi influenciada por seu tio que mexia com pinturas, mesmo seu família achando isso errado e um caminho para o pecado.

As principais obras de Piet Mondrian foram: Árvores a Luz da Lua em 1908, A Árvore Vermelha em 1908, Paisagem em 1909, A Igreja de Domburg e O Moinho Vermelho em 1910, Evolução em 1911, Macieira em flor em 1912, Tabuleiro com Cores Claras em 1919, Composição com Amarelo em 1930 e Broadway Boogie-Woogie em 1942. Veja a seguir fotos das obras de Piet Mondrian: 


Categoria(s) do artigo:
Arte
1.536
http://www.prosperaweb.com.br/

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • muito bom essas imagens gostei muito parabens

    dannielle 28 de setembro de 2011 19:27 Responder
  • poh gente imagens sem legenda naum servem pra nd

    estevão 15 de abril de 2012 15:19 Responder
  • ai essas imagens sao paradanas drxxa gostei muito d lorinha paty

    lorinha pop 7 de junho de 2012 23:11 Responder
  • Ahhhhhhhhhhhhhh , trabalho de artes .. Ainda bem q tem essas pessoa q n tem preguiça de fazer uma coleta da vida de um artista pra gente *-*

    Toma no cu ! 7 de novembro de 2012 16:39 Responder
  • trabalho de artes .. Ainda bem q tem essas pessoa q n tem preguiça de fazer uma coleta da vida de um artista pra gente *-*

    Toma no cu ! 7 de novembro de 2012 16:39 Responder
  • qual é a ultima obra, gostava de saber né?

    karollyn 4 de fevereiro de 2013 19:35 Responder
  • eu achei bacana as obras dele

    Nomegabriela 5 de abril de 2013 19:11 Responder
  • legal isso ne concordao comigo gente kkkk

    gabrielajonck 5 de abril de 2013 19:15 Responder
  • nimguem pergunto kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    fabinho 1 de novembro de 2013 17:15 Responder
  • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    fabinho 1 de novembro de 2013 17:16 Responder
  • CAramba, quanta gente ignorante! Precisam aprender a escrever! (Traduzindo: prissizão aprendê a iscrevê!)

    Luiz Lúcido 3 de dezembro de 2013 16:40 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *