A Constelação de Orion

Orion o caçador, é de longe a mais famosa das constelações sazonais. Nenhuma outra é tão distinta ou brilhante quanto esta constelação do inverno e do norte. O famoso Cinturão de Orion torna o caçador fácil de se encontrar no céu noturno.

Corpos Celestes

Órion tem uma forma muito semelhante a uma pessoa. Primeiro você deve encontrar o Cinturão de Orion, composto de três estrelas brilhantes em uma linha reta. Um das pernas de Orion é representada pela estrela Rigel, uma das mais brilhantes no céu noturno. Seus dois ombros são compostos por Bellatrix e Betelgeuse. Mesmo sem um telescópio é possível ver o tom avermelhado de Betelgeuse. Outras estrelas brilhantes formam os braços que portam escudo e clava.

Há vários aglomerados e nebulosas visíveis nessa fantástica constelação. A famosa Nebulosa de Orion está localizada na espada de Orion, que pende de seu cinturão. Ela é tão brilhante que mesmo a olho nu pode-se ver essa mancha difusa. Porém ela é espetacular se observada mesmo com um telescópio pequeno ou binóculos.

Mitologia

Muitas civilizações reconheciam esta constelação no céu e os gregos deixaram alguns mitos sobre ela. Os gregos antigos contavam que uma vez Zeus, Hermes e Poseidon disfarçados passaram pela casa de um pobre pastor chamado Hirieu. Ele foi tão generoso com seus hóspedes que matou o único animal que tinha para lhes alimentar, um touro.

Ele não sabia que seus hóspedes eram deuses e estes lhe retribuíram a generosidade concedendo-lhe um desejo. Ele revelou que seu maior desejo era ter um filho e os deuses lhe disseram para enterrar a pele do touro que ele havia matado e urinar sobre a mesma. Nove meses depois nasceu neste local um garoto, que cresceu e tornou-se um homem muito belo e forte.

Uma das histórias de sua morte e ascensão ao céu fala sobre o amor de Orion pela deusa Ártemis. Um dia o caçador estava nadando no mar e Apolo, irmão de Ártemis, desgostoso com a idéia de que sua irmã um dia fosse ter um consorte, desafiou-a dizendo que ela não conseguiria atingir com uma flecha o “objeto” distante no mar. Sem perceber quem era ela aceitou a aposta e matou Orion com uma flecha. Depois quando descobriu o que fez, homenageou o caçador colocando-o nos céus.

Orion e o Escorpião

Ele era tão bom caçador que foi contratado por um rei para matar animais ferozes. Seu sucesso era tamanho que sua excessiva confiança tornou-se seu fim. Orion disse que mataria todos os animais da Terra. Porém a deusa Gaia não ficou feliz com sua intenção.

Ela enviou contra ele um escorpião que o matou com uma ferroada a despeido de sua força e habilidade. Como recompensa para o escorpião, ele foi colocado nos céus como a constelação de mesmo nome. Estão em lados opostos do céu, não podem ser vistos ao mesmo tempo.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Ciências
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Essa constelação é fascinante só que não concordo a maneira como a constelação de Órion é representada na internet. No hemisfério sul ela nasce “deitada” e não em pé como mostra a figura!

    nilson.durans@yahoo.com 30 de outubro de 2013 20:07 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *