Biologia Reino Plantae

Existem diferentes tipos de espécies de plantas que são encontrados no planeta Terra. Eles são ordenados e classificados em um reino, conhecido como Reino Plantae. Esta classificação é baseada em suas semelhanças e diferenças.

O Reino Plantae é também chamado de Reino Metaphyta. Inclui todos os tipos de eucarióticos, multicelulares e de plantas fotossintéticas encontradas nesta biosfera. A maior parte dos organismos neste reino é autótrofa, que são capazes de produzir seu próprio alimento com a ajuda da energia solar. Há muito poucas espécies que são autótrofas e heterótrofas ao mesmo tempo.

Definição do Reino Plantae

O Reino Plantae pode ser definido como eucariotas multicelulares, autotróficos, que conduzem a fotossíntese. Todo membro desta família é composto por um núcleo e uma membrana ligada a organelas. Eles são bastante diferentes dos animais.

O reino contém cerca de 300.000 espécies diferentes de plantas. Entre os cinco reinos, o Plantae é um dos mais importantes, pois as plantas são a fonte de alimentos para todos os outros seres vivos existentes no planeta Terra, e, por isso, dependem das plantas para sobreviver.

Características do Reino Plantae

  • A maioria das plantas são organismos eucarióticos que contêm clorofila.
  • As paredes celulares das plantas são compostas de celulose.
  • Elas têm a capacidade de crescer por divisão celular.
  • No ciclo de vida das células vegetais, os intercâmbios ocorrem a partir dos embriões e, com a ajuda de outros tecidos, se reproduzem.
  • As plantas têm órgãos e sistemas.
  • Eles obtêm sua energia a partir do sol, por meio da fotossíntese.
  • As plantas reproduzem tanto de forma sexuada como assexuada.
  • As plantas desenvolvem um mecanismo de auto-defesa para protegê-las do ataque de animais, fungos e outras plantas.
  • Os organismos dentro Reino Plantae são multicelulares, eucarióticos e autotróficos.
  • Elas não se movimentam.

Exemplos de Membros do Reino Plantae

Este reino inclui todos os tipos de plantas como ervas, arbustos, árvores, trepadeiras, plantas aquáticas, plantas do deserto, plantas de montanha, plantas de floração, etc.

Classificação do Reino Plantae

O Reino Plantae contém milhares de tipos de espécies de plantas e foi uma tarefa muito difícil identificar todos. Muitos biólogos contribuíram para que fosse possível classificar as espécies de plantas.

Com base na classificação, as plantas são divididas em quatro grupos principais. São eles: Briófitas, Pteridófitos, Gimnospermas e Angiospermas.

Estas classificações foram baseadas nas seguintes características:

  • A presença de tecido vascular.
  • A ausência de tecido vascular.
  • A presença de sementes.
  • A ausência de sementes.

O tecido vascular e as sementes são importantes porque eles desempenham um papel vital para as plantas. O tecido vascular ajuda no transporte de substâncias (água, minerais e açúcares) por toda a planta. Já as sementes são estruturas que contêm um embrião que ajuda no armazenamento dos alimentos.

Briófitas:

  • São plantas terrestres não-vasculares, que não contêm quaisquer tecidos condutores.
  • Estas plantas são pequenas, crescem perto do chão e incluem musgos e hepáticas.
  • Elas são muito pequenas em termos de estrutura e são consideradas como membros importantes do nosso ecossistema.
  • O processo de reprodução é realizado em seus esporos. Elas são plantas de floração e são encontradas, principalmente, em crescimento no solo, em outras plantas ou em rochas.
  • Elas desempenham um papel vital na prevenção da erosão do solo.
  • Exemplos: Musgos, Hepáticas e Anthocerotophytas.

Pteridófitos:

  • São plantas vasculares sem sementes que contêm tecidos vasculares, mas não produzem sementes.
  • Elas estão envolvidas no transporte de fluidos.
  • O processo de reprodução é executado por esporos.
  • Exemplos: Cavalinha, Samambaia e Musgo.

Gimnospermas:

  • Gimnospermas são plantas de não-floração com sementes não desenvolvidas, que estão presentes em uma estrutura fechada.
  • Começam com uma única folha da semente. As principais veias de suas folhas são geralmente paralelas e não ramificadas.
  • Desempenham um papel importante em fornecer-nos com as nossas principais fontes de nutrição, que inclui grãos, frutas, etc.
  • Exemplos: Palmeiras e grama.

Angiospermas:

  • As angiospermas são plantas com flores, que desenvolvem as sementes dentro de uma estrutura de proteção.
  • O processo de reprodução é realizado pelas angiospermas.
  • Elas desenvolvem suas sementes dentro de um ovário, o que se transforma em uma flor. Após a fase de fertilização, acontece a queda das flores, o ovário se torna protuberante e se transforma uma fruta.
  • Uma folha de angiospermas consiste de uma única e ramificada veia principal que se origina a partir da base da lâmina foliar. Em alguns casos, ela também pode ser constituída por quatro ou mais veias principais divergentes de uma mesma base.
  • Exemplos: Árvores, Arbustos, Trepadeiras e Flores.

Plantas Com Flores

A flor é o órgão reprodutivo de todas as plantas com flores. Uma única flor produz o óvulo e a semente e todo o processo de fertilização ocorre dentro dela. Uma única flor dá origem a frutos e sementes.

Além disso, a reprodução da flor desempenha um papel vital na polinização, atraindo animais, pássaros e insetos para transferir os grãos de pólen. De acordo com estudos, as plantas com flores surgiram há cerca de 135 milhões de anos.

As plantas de floração podem ser definidas como aquelas que podem produzir flores, frutos e sementes. Elas são completamente diferentes das plantas que não possuem flores e são chamadas de angiospermas. As plantas com flores são o maior grupo dentro do Reino Plantae. Elas somam algo em torno de 260 mil espécies. Estas espécies também incluem plantas aquáticas, plantas do deserto, plantas terrestres, plantas sazonais, etc.

Elas são divididas em: Monocotiledôneas e Dicotiledôneas.

Plantas Sem Flores

Há bilhões de tipos de espécies de plantas encontradas no planeta. Após a classificação de espécies de plantas, os biólogos sub classificaram estas espécies de plantas em duas categorias. Esta classificação foi baseada em plantas que produzem flores e o seu tipo de reprodução.

As plantas sem flores podem ser definidas como aquelas que não podem produzir flores e a maioria delas se reproduz por meio de esporos. Elas são completamente diferentes de plantas com flores. Estes tipos de plantas não produzem flores e nem sementes. Elas têm tecidos vasculares e se reproduzem por esporos.

Elas são divididas em: Musgos, Samambaias e Gimnospermas.

Nos bancos da escola aprendemos que tudo o que existe na Terra está classificado entre os três reinos, que são o Reino Animal, o  Vegetal e o Mineral.

Mas saibam que o Reino Plantae é aquele que engloba todos os organismos de seres eucariontes, multicelulares, autotróficos, que se desenvolvem a partir de um embrião, agrupando desta forma todos os tipos de plantas terrestres que sofrem o processo da fotossíntese.

Desta forma e de acordo com essa classificação e definição, ficam fora do Reino Plantae as algas e muitos seres autotróficos unicelulares ou coloniais, que atualmente são agrupados no Reino Protista, que é o mesmo grupo que engloba seres como as bactérias e os fungos, que por sua vez constituem os seus próprios reinos.

Vale salientar que todas as plantas são pluricelulares e compostas por células eucariontes, com vacúolos e com paredes de celulose, além de órgãos especializados para fotossíntese, fixação e sustentação.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Biologia
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *