20 anos de Mercosul

O que críticos apontavam no nascimento aos poucos se torna realidade. O MERCOSUL completa vinte anos de existência e lança a imagem do basta à crítica que não acreditava na realidade ao levar em conta as diferenças culturais entre os diferentes povos compostos no continente sul-americano.

O cone sul da faixa continental está em comemoração não apenas por causa do tempo que ajudou a aumentar o nível de comércio entre as nações como também em consequência da maturidade em termos econômicos que foi colocada em cheque quando as nações começaram a declarar a independência do Estado totalitário: Uruguai, Argentina, Paraguai e Brasil, parabéns por vinte anos de MERCOSUL.

Efeitos da Globalização

Com o tempo o mundo entende a necessidade de formar uma aldeia global no sentido de facilitar a economia e integração cultural entre os povos. Com o cone sul da América não foi diferente. No começo dos anos noventa do século XX as quatro nações se uniram não apenas para melhorar o nível de comércio como também para facilitar a integração dos povos que podem trafegar no estrangeiro sem excesso de burocracia entre os países irmãos.

Interessante notar que a maturidade em termos de integração econômica e a necessidade de se adequar ao sistema capitalista para não ficar distante das grandes potências econômicas do mundo colocaram de lado as dissidências do passado: Guerra do Paraguai, disputa por hegemonia no continente entre brasileiros e argentinos, usina de Itaipu, Operação Condor, entre outros eventos históricos.

Confraternização Entre Irmãos

A Chancelaria do Paraguai foi à primeira em enviar nota oficial aos países compostos no bloco econômico ao levar em conta que o país se encontra no cargo máximo do executivo que acontece de forma semestral. De acordo com palavras paraguaias há parabéns por causa da consolidação e aumento da confiança entre as nações não apenas no campo econômico como também no ato de cooperar de forma política.

De forma prática o bloco econômico representa a capacidade que as gerações no poder possuem entre as quatro nações de esquecer dissidências do passado e em compartilhar ganhos de forma conjunta, seja no setor privado ou público, conforme indica o conjunto de palavras dos chefes diplomatas do MERCOSUL. Formado no ano de 1991, nos dias atuais representa o quarto maior pode do mundo e demonstra a atenção de outros blocos que estão dispostos a negociar em conjunto com os quatro países.

Evolução Econômica de Lá Para Cá

Não existe a necessidade de ter formação econômica para compreender a evolução que acontece em termos econômicos no conjunto desde que foi fundado o MERCOSUL: No ano de 1991 os valores comerciais entre as nações não ultrapassaram a casa dos quatro bilhões de dólares, ao ponto que em 2010 os valores chegam quase a cinquenta bilhões de dólares. Ou seja, crescimento de mais de dez vezes ao comparar os 19 anos de distância entre as estimativas.

Em termos práticos existem dois fatores que colaboraram de forma direta para a expansão econômica em ritmo comercial entre os países que formam o MERCOSUL: Conjuntos de regras que servem para disciplinar em acordo comum e igualitário e queda das tarifas sob a ótica alfandegária.

MERCOSUL No Caminho da Expansão

Ao levar o quadro do mundo se pode dizer que o MERCOSUL representa a grande aposta do momento. No globo terrestre que sofre por causa de problemas de energia, alimentação e água potável, o bloco econômico conta com o maior conjunto hidrográfico da Terra e também representa a maior ordem agropecuária ao comparar com qualquer outro bloco. Nesse sentido, poucos países possuem o que as quatro nações têm em conjunto: Água, alimento e economia consolidada que depende entre si para prosperar.

De acordo com palavras dos membros do bloco econômico no cone sul da América, o conjunto de recursos e nível de expansão que existe trás aliados do mundo inteiro e que se encontram distante em termos geográficos, o que de certa maneira aumenta a potência do MERCOSUL sob a ótica do domínio em geopolítica no aspecto global: Sírios, palestinos, turcos, árabes e australianos são exemplos pragmáticos de acordos do gênero.

Boom Social

De forma prática os cidadãos membros dos blocos comerciais não possuem burocracia para fazer o tráfego entre as nações irmãs, o que ajuda para a expansão comercial. Interessante notar que a Chancelaria indica que as regras no MERCOSUL caminham para forme o estatuto de cidadania do bloco no qual os países ajudam entre si para melhorar as condições sociais, o que representa espécie de avanço sob a ótica dos direitos humanos básicos.

A maturidade representa principal conquista nas duas décadas de MERCOSUL e s quatro principais países aumentaram o nível econômico e a cooperação em conjunta em termos de política, diminuindo quase ao risco zero as chances de acontecerem conflitos bélicos por causa do alto nível no qual se encontram os países nos dias atuais. Também atuam em conjunto ao apoiar causas que se referem às nações envolvidas no bloco, como no caso do apoio ideológico da Argentina no que tange à velha problemática de autonomia das Ilhas Malvinas contra os ingleses, um dos poucos locais do mundo que vive com regime colonial.

FOCEM: o Fundo de Convergência Estrutural do MERCOSUL

Entre parte dos diplomatas e da crítica especializada um dos principais exemplos de maturidade na convivência do MERCOSUL e à comemoração de vinte anos sólidos em termos econômicos se encontra no FOCEM, Fundo que trabalha de forma ativa para ajudar terras paraguaias e uruguaias à melhora o nível de assimetria econômica ao levar em conta que ambos são os menores conjuntos econômicos do grupo.

Não se pode ignorar o fato de que ainda existem obstáculos a serem cumpridos no sentido de melhorar a situação do bloco econômico, como no caso de avançar no que tange à livre circulação de bens, menores tarifas no comércio, ou mesmo a queda total, entre outros exemplos.

De qualquer forma, o MERCOSUL conquistou pontos positivos além do que negativos e com o tempo se demonstra como potência de bloco econômico que ganha adeptos distantes em termos geográficos.

Artigo Escrito por Renato Duarte Plantier

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *