As Universidades Na Idade Média

Durante toda a Idade Média, a maioria da população, não tinha nem conhecimento e muito menos acesso a qualquer tipo de material que pudesse passar algum tipo de sabedoria, isso inclui até a mesmo a própria alfabetização. Até porque nessa época não havia perspectiva nenhuma que obrigasse as pessoas a reter algum tipo de conhecimento.

Durante essa época saber ler e escrever eram apenas privilégios restritos a população mais rica, como religiosos, comerciantes e duques, condes e descendentes do trono. Para aprender era necessário ter mais disponibilidade financeira.

Inicialmente as primeiras escolas foram montadas pela igreja, eram dentro de mosteiros. Só mais tarde que elas começaram a realmente ensinar o que era importante principalmente por causa do comércio, escrita e cálculo eram essenciais para quem frequentava escolas que existiam fora da igreja.

Alguns eventos começaram a acontecer depois dessas escolas. Várias associações junto com os alunos foram formadas para questionar diversas autoridades. A própria universidade da França surgiu com uma dessas associações e a da Itália foi formada por estudantes.

Durante a Idade Média, o pensamento e as ideologias eram livres dentro das dependências das universidades. Artes, medicina, teologia, direito e todas as outras aulas eram todas lecionadas em latim, até porque a maioria dos livros escritos até o momento era nesse idioma.

Mais um tempo passado a literatura começou a se desenvolver e começou a surgir outro tipo de conteúdo, como poesias épicas, coisas que falavam sobre honra e heróis, poesias amorosas, que já tinham mais haver com o amor e sobre toda a admiração à mulher, e também romance, que já era mais voltada a falar de guerras, aventuras e o próprio amor.

Dentro do campo filosófico existiam grandes pensadores já como São Tomás de Aquino e Santo Agostinho, o primeiro alegava eu a religião não devia servir de base para o homem, pois não era confiável, e o segundo já dizia ao contrário, como se o mundo espiritual fosse superior.

Como Surgiram As Universidades?

Como as universidades, assim como tudo nessa época, eram comandadas pela igreja, as “salas” de aula eram na verdade grandes salões, e os alunos eram de todas as idades, desde os mais jovens até os já mais velhos e mais idosos. A mistura era grande de todos aqueles que tinham interesses em aprender a pelo menos ler e a escrever. As primeiras universidades foram formadas assim.

A primeira de todas, oficialmente formada, foi na Itália, inaugurada em 1150 e a de Bolonha, ela foi formada e funcionava da mesma forma que a igreja fazia. Como naquela época eram pouco os privilegiados que podiam obte-lo, somente os que pagavam ou os que poderiam se associar ao que podiam pagar os professores teriam esse acesso a material e conteúdo de essências universais.

A Bolonha incluiu o primeiro curso da área de Direito só no final do século XII, que também possui aulas de gramática, lógica e retórica. Logo em seguida a segunda Universidade foi criada em Paris, chamada de Sorbonne, em 1214.

Mas antes de existirem prédios que seriam chamadas de universidades, elas já existiam de certa forma, mas eram em mosteiros e estavam muito mais voltadas para áreas de teologia, filosofia, eventos naturais e literatura, tudo isso voltado para o ponto de vista da religião. Embora tudo era voltado para a religião, ela foi uma das responsáveis pela preservação de cultura da época durante muito tempo.

Além disso, também existiram nessa época os pensadores livres que eram estudiosos, conhecidos também como filósofos e alquimistas, principalmente os gregos como Aristóteles. Ele costumava dar aulas no próprio jardim de sua casa e eram totalmente públicas. Já Lyceum, às vezes se juntava com Aristóteles (e muitas vezes sozinho) tentavam mudar o mundo próximo deles.

Durante muito tempo, os filósofos foram considerados os responsáveis por tentar libertar a sociedade da época de todo o misticismo, e através dos melhores meios colocar o conhecimento em ordem com pensamentos voltados para a ética, lógica, e claro, a igreja.

Por outro lado esse pensamento deles e devido a tanto conhecimento, muitos fatos foram colocados em questão sobre o universo, isso incluía Deus e todas as escrituras Sagradas. E durante a Idade Média tudo que era contra a igreja era considerado heresia, devido a esse fato muitos deles foram perseguidos durante muito tempo, até que no final desse período e junto a várias associações essas questões foram levadas mais a sério e assim adquirindo seus próprios direitos.

Vantagens da Época

Por volta de 1158, como a maioria dos alunos que estudavam na Bolonha eram estrangeiros, eles ganharam imunidade e não poderiam mais ser presos, assim como também de pagar multas, impostos e de servir o exército.

Já os parisienses estavam liberados perante a justiça, desde que não cometem ateísmo e nem heresias, mas eles poderiam ser julgados em tribunais eclesiásticos normalmente.

Com o surgimento das universidades na Europa, a disseminação do pensamento crítico consequentemente e com o decorrer do tempo e da história, desencadearam o Renascimento e um pouco depois o Iluminismo.

No Brasil

Só em 1808 que a primeira instituição totalmente voltada para o ensino superior foi fundada no Brasil, ela se chamava Escola de Cirurgia da Bahia, em seguida vieram as Faculdades de Direito, uma fundada em Olinda e outra em são Paulo (por volta de 1927) e ainda a Universidade do Rio de Janeiro (fundada em 1920) que foi a primeira que possuía cursos em diversas áreas diferentes.

Sobra Igreja e As Universidades

Embora a Idade Média tenha sido conhecida como “Idade das Trevas”, ela teve a sua importância, pois trouxe um pouco de luz para todos aqueles que buscavam respostas e mais conhecimento perante algumas questões da vida.

Foi nessa época também que vários pensadores e pensamentos importantes foram escritos que percorrem até os dias de hoje sobre muitos assuntos. E criou-se a importância de que na Universidade o que deve prevalecer no ensino são as pesquisas, sempre voltada para descobrir a verdade, e não em fatos que sejam acreditáveis para o homem diante de uma doutrina. Isso foi um dos grandes passos da humanidade em vencer a igreja em questão de sabedoria e conhecimento.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *