Como Cortar Vidro com Prego?

O vidro é um produto cujo principal constituinte é o óxido metálico sólido. Para se chegar em uma forma, formato ou molde, esse óxido é previamente aquecido, derretido e então colocado dentro de uma forma, de acordo com o aspecto do objeto que pretende se formar com o vidro. Além de utensílios muito utilizados no dia-a-dia das pessoas, como pratos, copos, garrafas e principalmente utensílios de cozinha, como panelas e travessas, muitos outros objetos podem ser criados a partir do vidro.

O artesanato é uma das coisas que podem ser feitas a partir da utilização de uma peça de vidro que já se encontre pronta previamente. No entanto, há como alterar o formato desse vidro para a criação de múltiplas coisas a partir do corte desse vidro. Isso é muito bom, visto que há inúmeras maneiras de fazer o reaproveitamento de vidros que, do contrário, acabariam indo para o lixo e, se não alcançassem a coleta seletiva com a finalidade de serem reciclados, acabariam nos lixões e levariam centenas de anos para sofrerem a decomposição.

No entanto, para a realização de cortes de vidros é necessário o conhecimento de algumas técnicas, tanto de proteção quando para o próprio corte em si. Um entendimento mínimo sobre acabamento também é fundamental para que saia um trabalho satisfatório e para que não cause acidentes nem ofereça riscos à pessoa que for fazer uso do objeto criado com o vidro cortado.

Para a realização do corte de vidros, conforme já citado anteriormente, é importante se atentar para técnicas de proteção. Logo, o primeiro passo para o corte de vidros é utilizar de todos os artifícios possíveis para se proteger. Para isso, óculos e luvas de proteção já minimizam em muito as chances de ocorrer algum acidente. O segundo passo é determinar a técnica mais segura e a que você desenvolverá mais habilidade para a realização do corte do vidro.

Há diversas técnicas existentes para o corte de um vidro e elas, no geral, variam de acordo com os artifícios disponíveis para a realização desse trabalho. Sendo assim, o corte do vidro pode ser feito com vela e barbante, com alicates e até mesmo com a utilização de pregos.

Para cortar o vidro com prego, além do prego e do vidro, você vai precisar de querosene, que deverá ser embebido de maneira abundante em um pano. Em seguida, esse querosene deverá ser passado na região do vidro que será cortada, apenas. Para que fique de maneira retilínea, uma régua pode ser utilizada, uma vez que você deverá “demarcar” a parte que será cortada do vidro com o querosene, como se você estivesse fazendo uma linha imaginária de querosene no vidro.

Em seguida, com a mão não dominante, você deverá firmar a régua ou algo que esteja utilizando para fazer a demarcação. Logo após, com a mão dominante, deverá segurar o prego como se estivesse segurando uma caneta, com bastante firmeza, para que o traço saia perfeito. Você deve passar o prego com firmeza sobre a linha imaginária feita com o querosene, até que você perceba que o vidro foi, de fato, riscado. Em seguida, você deverá pegar esse vidro que estará com um risco e, com as duas mãos, você deverá destacar uma parte da outra, como se estivesse quebrando qualquer outra coisa plana em duas partes, com as mãos.

Na realidade, o prego a ser utilizado para o corte de vidros é um prego específico para o corte de pisos, cerâmicas, no geral, sendo que, nesse caso, não é necessário sequer o uso de querosene antes da passagem do prego pela superfície a ser cortada. Esse prego é maior que o normal e também apresenta um calibre maior, o que lhe dá mais firmeza na hora de realizar o procedimento.

Após o vidro ser cortado, é fundamental que as suas bordas sejam lixadas, de modo que além de um acabamento, essa técnica promove proteção para quem for manusear o objeto de vidro criado.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *