Hera Mitologia Grega: Deusa do Casamento e Esposa de Zeus

A Mitologia Grega é bastante rica no que concerne a Deuses e histórias interessantes, a Deusa Hera é uma das Deusas mais importantes para os gregos e conta com uma boa história. Para quem se interessa por esse tema separamos alguns dos principais fatos do mito da esposa de Zeus.

Hera, A Esposa de Zeus

Hera é uma das deusas mais importantes da Mitologia Grega porque é a Rainha do Olimpo ao lado do seu irmão e marido Zeus. Filha de Cronos e Réia é considerada como a deusa que protege o casamento.

Uma curiosidade é que, apesar de ser a protetora do casamento, Hera tinha problemas com o seu próprio, uma vez que Zeus é sempre relatado como infiel. Exatamente dessa infidelidade que vem a principal característica da personalidade de Hera, o ciúme.

A deusa estava constantemente investigando as “escapadas” do seu marido e até mesmo se vingando das mulheres que se atreveram a ceder a Zeus. Para se ter uma ideia dentre os inúmeros filhos do Deus do Trovão apenas dois foram concebidos por sua esposa, Ares (Deus da Guerra) e Hefesto (Deus do Fogo).

O fato de o marido ser infiel era motivo de grande tristeza para a deusa do casamento, pois ela prezava muito a vida a dois. Porém, além de ser infiel Zeus ainda humilhou Hera de outra forma quando ele gerou sozinho a filha Atena mostrando que nem mesmo para ter filhos precisava da esposa.

Hera, a Ciumenta

Como já deve ter ficado claro Hera sofria muito por ser constantemente traída por Zeus e o ciúme dela apenas crescia. O deus mor do Olimpo não fazia nem questão de esconder da esposa os seus relacionamentos extraconjugais e dessa forma deixava Hera ainda mais brava.

Para tentar aplacar toda a sua raiva Hera direcionava as suas energias para vinganças contra as amantes do marido. Um dos casos em que a deusa se vingou e que ganhou notoriedade foi quando a Deusa Calisto (muito bonita) conquistou Zeus e Hera a transformou numa Ursa.

De acordo com a Mitologia Grega é dessa vingança de Hera que surge as constelações Ursa Maior e Ursa Menor. Pois, depois de ser transformada em Ursa, Calisto é enviada para uma floresta onde permanece com muito medo dos caçadores até o dia em que vê o seu filho Arcas.

Logo ela corre para abraçar o filho que não a reconhece e se prepara para lhe acertar uma lança. Hera vê o que vai acontecer e resolve então transformar os dois em constelações de estrelas para evitar que o filho mate a mãe.

Porém, como a raiva da esposa traída ainda era muito grande ela pede para as divindades do mar Tétis e Oceano que nunca deixem que a Ursa Maior e a Ursa Menor descansem nas águas como as demais constelações e por isso mesmo as duas estão sempre se movendo em círculos sem nunca descer para as águas.

Os Olhos do Pavão

Um dos símbolos de Hera é o seu pavão e uma curiosidade a cerca dos olhos da cauda dele é que eles surgiram devido a outro episódio de ciúmes da deusa. Um dia, Zeus estava com uma amante chamada Io e com medo de ser pego por Hera transforma a amada numa vaca.

Porém, a esposa desconfia e pede a vaca de presente. Zeus não tinha como dizer não e então entregou a novilha aos cuidados de Hera. Para evitar que o marido recupere a sua amante, a deusa a entrega aos cuidados de Argos, um monstro que possuía muitos olhos e que tinha como característica principal manter sempre alguns olhos abertos enquanto dormia.

Pelo fato de nunca dormir completamente permanecendo com alguns olhos abertos tornava Argos o vigilante perfeito. Zeus que apenas deseja ter Io novamente pede ajuda ao Deus Hermes que toca a sua flauta e faz com que Argos durma completamente. Assim ele lhe corta a cabeça enquanto dorme e leva Io embora.

Hera fica imensamente triste com a situação e Zeus, para lhe consolar, promete que não terá mais nada com essa amante lhe devolvendo a forma humana. A deusa então pega os olhos de Argos e coloca na cauda do seu pavão.

Hera, A Perseguidora

Durante muito tempo Hera perseguiu não somente as amantes do marido como também os filhos que ele teve fora do casamento. Um dos episódios mais famosos é a grande disputa entre Hera e Hércules (Semideus filho de Zeus com uma humana). As vinganças da deusa eram terríveis e motivadas em grande parte pelo ciúme.

O único filho de Zeus fora do casamento de quem Hera gostava era Hermes chegando até mesmo a gostar da mãe dele Maia, pois ficou impressionada com a sua beleza e inteligência.

Devido a essa proteção ao matrimonio, Hera foi considerada a Deusa das mulheres casadas. Muitas mulheres gregas adoravam Hera e tinham nessa adoração a esperança de manter casamentos mais prósperos e felizes.

Os Templos de Hera

Ao todo Hera possuía sete templos espalhados pela Grécia e uma das características dessa deusa era mostrar apenas os olhos para os humanos. Para demonstrar que protegia determinado local ela deixava uma pena de seu pássaro.

Em geral, era possível ver a deusa ostentando uma romã em suas mãos, pois essa fruta representa a fertilidade, morte e sangue. Dentre os animais que estão relacionados a imagem de Hera estão o pavão e a vaca.

Hera por Hera

Uma deusa que muitos definem como ciumenta e não apenas de Zeus, mas também das mulheres mais bonitas que ela. Um dos principais desafetos dessa deusa era Afrodite considerada a mulher mais bonita do mundo. Hera estava sempre tentando ser mais bonita que Afrodite, mas acabava sempre se frustrando.

Na Ilíada, Hera é representada como uma mulher muito orgulhosa e obstinada que tentou diversas vezes matar Hércules. Além disso, teve uma participação importante na Guerra de Tróia ajudando os gregos uma vez que odiava os troianos devido ao julgamento de Páris.

A representação da deusa Hera é feita por um pavão e tem uma coroa de ouro. Se pensarmos bem Hera tinha os sentimentos de uma mulher ferida pelas traições do marido, porém que possuindo muito poder encontrou formas de se vingar.

Um comentário

  1. gosteeei d+++++ me ajudou muitooooo mesmoooo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>