Os Pintores do Barroco e Dadaísmo

Pintores do Barroco

.

O barroco é um dos movimentos artísticos mais interessantes dos tempos passados. Esta arte caracteriza-se, principalmente, pelo dinamismo em suas pinturas, o que quer dizer uma sensação de movimento nas telas e esculturas, sensação esta agravada por efeitos extravagantes como curvas fortes e decoração rica do local onde a peça é colocada. Datando este tipo de arte, a estética barroca foi ganhando o seu ápice durante os anos de 1600 e 1625, liderados pelos pintores e italianos. Já o estilo conhecido como rococó, com data bem semelhante e que é considerado um desvio do barroco, é liderado pelos franceses junto aos italianos.

Grandes Nomes do Barroco

Que tal conhecer alguns pintores do Barraco famosos e seus trabalhos? Um deles é Caravaggio, este levando o título apenas de o maior pintor barroco e também um precursor do movimento, pois pintava este estilo antes de qualquer um. O trabalho de Caravaggio é diferente de outros pintores do Barroco. Ao invés de empregar uma estrutura pré-concebida estética em suas obras, usava as regras do movimento.

Este artista pintou cenas reais. Tudo o que ele pintou existe, ele viveu ou esteve lá em algum momento da sua vida. Sua abordagem foi amplamente imitada. O quadro mais famoso de Caravaggio é Os Músicos. Sua obra-prima da carreira é a que recebeu o nome São Mateus.

Imagem de Amostra do You Tube

Um dos pintores Barrocos mais famosos entre os espanhóis é o nome Diego Velázquez. Para muitos, ele é considerado o maior pintor da Espanha. O seu quadro mais conhecido é Las Meninas, na qual a figura central é um filho da família real espanhola e é de uma doçura e encanto, ao mesmo tempo há um movimento realista impressionante. Outro nome bem popular é Rembrandt van Rijn, o pintor mais importante barroco dos Países Baixos. Seu quadro mais conhecido é Aristóteles com um Busto de Homero, tido como um dos mais perfeitos retratos em esculturas conhecido no movimento e também de seu período.

Pintura Barroca

Pintura Barroca

Até hoje, entre os pintores barrocos e estudiosos há um consenso que o maior mestre barroco é Peter Paul Rubens, que é muitas vezes creditado com o dinamismo barroco dos mais espetaculares já vistas no mundo da pintura. E é consenso que ele foi um dos maiores e mais brilhantes pintores do período, tendo em seu currículo mais de duzentas obras remetendo ao período com quadros tratando de cenas de caça. O seu melhor quadro foi Elevação da Cruz, quadro ainda hoje existente e em exposição na Itália.

Entre os pintores barrocos, não podemos deixar de citar o nome Charles Le Brun, que foi pintor oficial do rei Luis XIV e também supervisionou obras mais importantes da escultura, pintura e artes decorativas durante várias décadas.

Pintores do Dadaísmo

.

Muitos foram os movimentos e vanguardas internacionais que povoaram toda a história da literatura e pintura mundiais. Alguns movimentos, com a mesma intensidade que nasceram, logo se foram e ficaram esquecidos, não tendo obras relevantes a seu respeito, nem mesmo representações sólidas.

Outros, porém, conseguiram alavancar grandes seguidores, como o Dadaísmo, movimento da vanguarda moderna criado por volta de 1915, no auge da Primeira Guerra Mundial. Seu início ocorreu num ambiente de grande circulação de intelectuais, o Cabaret Voltaire, de Zurique.

Como Surgiu o Movimento

Dadaísmo

Dadaísmo

Os primeiros formadores desse movimento foram artistas plásticos, poetas e escritores, todos liderados por Hans Arp, Tristan Tzara e Hugo Ball. O nome dessa vanguarda, se buscado no idioma francês, tem o significado de Cavalo de Madeira, mas não fora essa a intenção dos criadores, que buscavam o non-sense, ou seja, a falta total de sentido que traduza a expressão, como na fala inicial de um bebê.

O movimento criou força por ser totalmente contrário aos padrões artísticos da época, e também à Primeira Guerra Mundial, por isso logo se espalhou para além das fronteiras de Zurique, alcançando Paris, Nova York, Berlim, Colônia e Barcelona. Deste diferente movimento se originou outro: o Surrealismo, deixando grandes representantes na Literatura e nas artes.

Principais Características

As principais características do Dadaísmo são a falta de equilíbrio, combinação entre o irônico e o ingênuo, ênfase no absurdo, mas sempre fazendo contraposição à loucura e maldade da guerra. Os principais poemas, painéis ou quadros eram como uma colagem onde se coloca o que mais gosta e o que mais chama a atenção, assim eram compostas as obras do Dadaísmo.

Grandes Nomes do Dadaísmo

Imagem de Amostra do You Tube

Se formos levar ao pé da letra tudo que foi dito, nos parece com pouco sem sentido, mas o contexto da época pedia o caos, já que todos viviam o furor da guerra. Muitos foram os artistas que sobressaíram dentro do Dadaísmo, entre eles podemos citar André Breton, que a partir da vanguarda publicou um Manifesto Surrealista, no ano de 1924.

Além dele ainda temos Philippe Soupault, que juntamente com Breton foi precursor do Surrealismo com a obra Os Campos Magnéticos; Tristan Tzara, que publicou obras como Coração de Gás, A Anticabeça e O Homem Aproximativo, todos baseados na vontade de acabar com os valores que predominavam na sociedade da época.

Ainda podemos citar Marcel Duchamp, que além de se aventurar na poesia também era escultor, pintor e criou a ready made, uma técnica própria dele, em que usava objetos industrializados do cotidiano para compor sua arte, que continha a essência do Dadaísmo, a antiarte, o que faz de Duchamp um maravilhoso Dadaísta.

Outros artistas como Hasn Arp, Julius Evola, Francis Picabia, Max Ernst, Man Ray, Hugo Ball, Marcel Janco, Hannah Hoch, Vicente Huidobro, também fizeram parte desse movimento.

Um comentário

  1. é orrivel a historia do barroco

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>