Teatro Grego: Como Tudo Começou

O teatro é tido hoje em dia como um grande entretenimento. Pai do cinema e das novelas, o teatro tem a sua origem na história antiga, na Grécia Antiga. Muito diferente do que nos é apresentado hoje em dia, o teatro continua sendo praticamente o mesmo. Você já ouviu falar da história do teatro grego? E que tal ler um pouco sobre a história de uma obra de arte tão maravilhosa?

Um dos fatores que levou a Grécia a ser um poço de história e cultura foi o teatro. Mesmo não sendo mais como era naquela época, o que foi criado àquela época perdura até os dias de hoje, onde podemos ver a questão da atuação como profissão que visa o entretenimento.

A Origem do Teatro Grego

O Teatro Grego teve origem de uma forma natural e espontânea. Na Antiga Grécia havia o costume dos cultos e oferendas aos deuses. Um dos cultos mais tradicionais à época era o do deus Dionísio, deus do vinho e das festas. As cerimônias eram celebradas com muitas danças e muitos cânticos, onde os jovens ofereciam esse festejo aos deuses. Esses festejos aconteciam no templo referente a quem o culto era ofertado. No caso da cerimônia oferecida ao deus Dionísio, em seu templo lhe era ofertado vinho, por ele ser o deus dessa especiaria.

Com o passar do tempo essas festas continuaram mas ganharam outros ares, começaram a ser mais organizadas. As danças e as cantorias começaram a ter uma organização diferente da que era antes, além de toda essa cerimônia começar a ser apresentada publicamente, para várias pessoas. A partir daí, as peças começaram a ganhar um novo ar, sendo agregado às peças o que chamamos nos dias de hoje de gêneros. 

Os Primeiros Gêneros do Teatro

Os primeiros gêneros estabelecidos no teatro foram “criados” por volta do século V antes de Cristo. Esses gêneros, que fizeram com que o teatro ganhasse força, perduram até os dias atuais e são a tragédia e a comédia. Também surgiu nessa época o gênero de ação, mas não fazia tanto sucesso como os outros já citados. As peças tratavam de temas do cotidiano da época (assim como continua sendo nos dias atuais), com muitos personagens e diversos temas.

Autores Importantes

Assim como hoje em dia há os escritores e autores de novelas por horários e cada um desses tem o seu estilo, naquela época também já existiam os autores. A maioria dos autores eram pensadores e filósofos que gostavam de escrever histórias para ensinar a respeito dos pensamentos e do comportamento humano, além de ser uma forma de registrar os seus pensamentos que nos ensinam até os dias de hoje.

Na área da dramaturgia (da tragédia), podemos destacar como grandes autores os gregos Ésquilo e Sófocles. Na parte da comédia, Aristófanes arrancava gargalhadas da população ao criticar diversos aspectos, como o aspecto social e o aspecto político, com suas sátiras. 

Os Primeiros Teatros

Na época em que as peças começaram a ser apresentadas para um público maior, surgiu a necessidade de ter um local que comportasse também um público maior. Para isso, foram construídos os teatros da época.

Àquela época os teatros eram ao ar livre e, em sua maioria, eram ao lado de montanhas e colinas. Essa característica era mais um aproveitamento de espaço, fazendo com que nesse lado fossem construídas as arquibancadas, sendo as colinas e as montanhas o suporte para tal. Pela localização (ao ar livre) a acústica era perfeita, fazendo com que o público da primeira à ultima fila escutassem de forma exímia e sem muita diferença de acústica. 

Vestuário e Figurino

Já na época em que eram apresentados as danças e os cânticos em oferenda aos deuses existia um vestuário diferenciado para quem o estivesse fazendo. Depois, com o surgimento das peças e encenações, a necessidade também se transformou.

As roupas (que não eram nem um pouco diversificadas) eram túnicas que se diferenciavam de acordo com o personagem. Quanto à maquiagem, essa não existia ainda (para o teatro) e, para poder fazer uma boa atuação, os atores usavam máscaras. É importante ressaltar que as máscaras também serviam para esconder os homens que representavam personagens femininas, já que pela cultura da época ainda não existiam as atrizes.

Para atuar, os atores podiam dançar, falar, ou até mesmo agir com mímicas, o que também era muito comum.

Cenários

Também começaram a surgir os cenários, que ajudavam a intensificar a questão da personalidade dos personagens, no contexto da trama e davam maior realismo ao teatro em si. Também era possível que, durante o espetáculo, houvesse um coral fazendo a “trilha sonora”. As músicas eram reproduzidas ao vivo, diferente do que ocorre hoje em dia.

http://www.youtube.com/watch?v=8gKbpQZoFsY

Peças Representadas

As peças começaram a ser representadas pela sua origem: as homenagens aos deuses gregos. Depois de serem lançados alguns gêneros, algumas peças caíram na graça do povo. Peças como as que eram relacionadas com tragédias relacionadas ao cotidiano, problemas emocionais e problemas psicológicos, as famosas lendas e mitos, os fatos heroicos (que eram empatados com as homenagens aos deuses) e as críticas bem humoradas em relação ao governo eram muito bem recebidas pelo público.

Com o passar do tempo o teatro foi ganhando novos ares, como mais gêneros, o direito da mulher de poder interpretar assim como o homem (lembre-se que até mesmo as personagens femininas eram representadas por homens), um cenário mais extenso, o figurino mais elaborado, entre outras conquistas. O teatro, hoje muitas vezes tratado com tanto descaso, um dia já foi o maior entretenimento de um povo. Hoje podemos ver novos tipos de teatros e novos tipos de encenações.

Podemos ver peças gregas do tempo em que o teatro foi inventado serem reencenadas até os dias atuais. As peças gregas são, ao mesmo tempo, antigas e atuais. Podemos ver suas referências não só nessas releituras mas também nas novelas em que assistimos, nos filmes que vemos e até mesmo nas novas peças de teatro, que investem muito em comédia e drama, assim como começou o teatro grego.

O teatro veio para inspirar a criação de outros entretenimentos, além de ajudar os autores e o povo a criticar e a pedir o que queria de seu governo. E com essa comunicação feita, vamos teatrar! 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *