Faetonte

Na mitologia grega, Faetonte (cujo nome significa “o radiante”) era um jovem filho do deus Hélios, o sol, e Climene, em alguns mitos uma ninfa. Sua história mias famosa é a que consta na “Metamorfose” de Ovídio.

A Origem de Faetonte

Faetonte era um jovem que tinha orgulho de sua ascendência, mas fora provocado e insultado com questões a respeito da veracidade da mesma. Ele então implorou a sua mãe que lhe desse provas de que ele era mesmo filho de Hélios, o sol. Esta lhe disse que podia perguntar a ele próprio, indo a seu palácio e lhe deu a direção através do Egito e Índia.

Faetonte alcança o palácio de seu pai e é recebido por este que lhe confirma sua origem, mas este pede ao pai uma prova para que ninguém possa insulta-lo. Hélios lhe concede o que desejar e Faetonte então pede para guiar a carruagem do pai, guiando o sol através dos céus durante um dia. Horrorizado pelo perigo que tal pedido oferece a um mortal, Hélios tenta dissuadir seu filho de tal empreitada e diz-lhe que mesmo Zeus não pode guiar a carruagem, mas o orgulhoso ainda assim insiste. Hélios mantém sua palavra e oferece ao jovem a chance de guiar sua carruagem de ouro através dos céus.

A Carruagem de Hélios

Faetonte assume as rédeas e levado pelos cavalos que expelem chamas, parte para o céu. Logo que começa sua jornada assusta-se com a altura e mal pode controlar os animais. Se aproxima das constelações e ao ver as formas assustadoras e imensas de Escorpião e outras feras, perde totalmente o controle dos cavalos. Eles logo tomam seu próprio curso levando Faetonte a caminhos por onde o Sol antes não passara. Se aproxima da Terra e traz destruição e pânico. Queima florestas, cidades, destrói tudo por onde passa, transforma parte da África em deserto (na mitologia grega, o povo sagrado da Etiópia tem a pele negra devido ao momento em que a carruagem de Faetonte passou muito próxima deles). Os rios fogem para não secar. A terra racha e o próprio Hades teme pelo que pode acontecer. Poseidon vê suas criaturas morrendo quando o sol se aproxima e tenta interferir mas pouco pode contra o calor. Gaia então suplica a Zeus para intervir e este o faz: atinge Faetonte com um de seus raios, matando-o e pondo fim à carreira sem rumo que tomava o sol.

O deus Hélios fica inconsolável, e durante um dia o sol não aparece nos céus. Os outros deuses suplicam para que ele retome seu lugar e ele enfim o faz. Após sua morte Faetonte foi colocado nos céus como a constelação Auriga (a biga). Seu corpo caiu no rio Eridanos e suas irmãs, as Helíades, viveram em luto em suas margens, até que fossem transformadas por sua angústia em álamos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Divindades
1.538

Função: Programação e SEO
Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI)
Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG)
Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *