Culto Ecumênico Homenagem à morte de Vladimir Herzog

Em 2005 foi celebrado um culto ecumênico em homenagem ao jornalista Vladmir Herzog, cuja morte completava 30 anos no período.

Vladimir Herzog foi torturado nos porões da ditadura por se opor ao regime antidemocrático mantido pelos militares no Brasil – tal período durou de 1964 até 1985 e foi marcada pela extrema violência contra opositores do regime.

O motivo da prisão e tortura de Herzog foi a ligação do jornalista com movimentos comunistas que lutavam contra a ditadura, além de suas conexões com o Partido Comunista Brasileiro.

A misteriosa morte de Herzog pouco depois de ter sido detido pelos militares acabou transformando o jornalista em um símbolo contra o totalitarismo do período e um marco na luta pelos direitos humanos.

O culto ecumênico em homenagem ao jornalista foi realizado por Dom Paulo Evaristo Arns. Assista ao vídeo e conheça um pouco mais sobre este episódio marcante da história do país.

Neto

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Religião
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Parabéns povo de Deus, homenagear pessoas que fez a diferença ao passar neste mundo de meu Deus e juntos calamos no silencio do amor que nasce todos os dias dentro de nossos corações; que fica registrado em nossa historia; e a todo AMOR demonstrado significativamente deste Culto ECUMÊNICO a Bíblia ou as tradições que iluminados sejamos o sublime sentimento de AMOR ao próximo e a toda humanidade; em memória Vladimir Herzog descanse em Paz. Amém

    Maria 19 de fevereiro de 2011 10:37 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *