Diferença Entre Protestantes e Evangélicos

Protestantes e Evangélicos – A Origem

As das nomenclaturas fazem referência aos cristãos que deixaram a Igreja Católica quando foi realizada a Reforma Protestante. Entretanto, os dois nomes têm origens distintas, protestante se refere ao documento formula de protesto (Protestatio) que foi apresentado pelos luteranos em 1529 numa assembléia em que deixaram clara a sua oposição a política religiosa que era praticada pela Igreja Católica.

A palavra evangélico tem sua origem na definição daquele que aceita os ensinamentos das “boas-novas” (que vem do latim evangelium) que foram apresentadas por Jesus. Para os protestantes era válido o princípio da Sola Scriptura (“Só a Escritura” em latim) que quer dizer que somente a Bíblia pode ser fonte de revelação suprema e que a Igreja não pode criar doutrinas fora da escritura.

Democratização da Bíblia

Os movimentos de rompimento com a Igreja Católica foram muito importantes para a história uma vez que permitiram que deixasse de existir um monopólio em relação a interpretação da Bíblia. Dentre os desejos desses cristãos estava o de que qualquer pessoa pudesse ler as Escrituras e tirar as suas próprias conclusões.

Uma das recusas principais dos protestantes era em relação a ideia de existir um único líder, o papa, que era responsável por guiar os rumos da religião. A partir do momento que esses discordantes da religião da Igreja Católica foram se dispersando sem um líder surgiram outros grupos religiosos.

As divergências de pensamento que surgiram entre os cristãos protestantes acabou dando origem a outras religiões. Para que fique mais claro abaixo listamos as principais doutrinas religiosas que foram criadas a partir do cristianismo e quais são as diferenças entre elas.

O Cristianismo

A religião conhecida como cristianismo tem origem nos ensinamentos de Jesus que pregava a importância de que a mensagem de Deus chegasse a todas as pessoas e não somente para o povo que havia sido eleito como diziam os judeus. Dentre os seus principais ensinamentos estavam partilhar o pão, dividir os bens e se batizar entre outros. Jesus passava esses ensinamentos para os apóstolos e também para os seus seguidores que acabaram criando uma comunidade próxima a Jerusalém.

O Surgimento da Igreja Católica

Jesus foi crucificado e ressuscitou, depois desses acontecimentos os seus apóstolos começaram a fazer a organização de uma religião em que havia regras e hierarquias. Basicamente essa Igreja Católica inicial tinha como máxima a de acreditar que Jesus é o Senhor. Para ter a salvação divina era necessário ter fé em Jesus.

O Cisma

Como a Igreja Católica cresceu muito acabou se tornando a religião oficial do Império Romano que foi dividido em dois, o Ocidental e o Oriental. O Cisma foi uma crise na Igreja em que houve a separação definitiva Igreja Católica Apostólica em Igreja Católica Romana e a Igreja Ortodoxa. A divisão se deu devido a uma disputa de poder entre o patriarca de Constantinopla e o papa romano.

A Igreja Ortodoxa

A nomenclatura de Igreja Ortodoxa somente começou a ser usada no século XI. Uma das grandes diferenças dessa Igreja para a do Ocidente é que eles têm como crença de o Espírito Santo vem apenas do Pai e não do Pai e do Filho. Os ortodoxos apenas permitem que sejam feitos ícones como representações de Jesus e dos santos.

A Reforma Protestante de 1517 – Os Luteranos

O ano de 1517 foi marcado pela publicação das “95 Teses” de Martinho Lutero em que o cristianismo, como vinha sendo conduzido, estava errado. Dentre as críticas feitas por Lutero está a venda de um lugar no paraíso através das indulgências. Além de Lutero outros nomes como João Calvino, John Wyclif e Jan Huss questionavam a Igreja e pediam que ela se tornasse mais racional.

Uma das propostas de Lutero era a de que a Bíblia deveria ter uma livre interpretação para as pessoas. Naquele momento a Bíblia era feita apenas em latim, uma língua conhecida apenas pelos padres. Sendo assim somente os padres podiam fazer a tradução do que estava escrito nesse livro.

Surgimento dos Anglicanos em 1534

A Igreja Anglicana nasceu do desejo do rei Henrique VIII se separar de sua esposa para casar com outra, algo que não era permitido pelo papa. Sendo assim para realizar a sua vontade o rei se autointitulou “Chefe Supremo da Igreja da Inglaterra” e cortou relações com os católicos de Roma.

Os Batistas – Cristãos Que Escolhem

Nessa religião apenas os cristãos adultos podem ser batizados, pois esse ato deve ser feito por livre e espontânea vontade. O batismo não é visto como necessário para a salvação.

Os Metodistas

Com o desejo de pregar nas ruas da Inglaterra John Wesley deixou a Igreja Anglicana. Através de suas pregações ele conquistou vários discípulos que adoram como nome doutrina metodista. Para os metodistas a Bíblia é a fonte central do conhecimento teológico.

Calvinismo

Para João Calvino era necessário que a religião observasse com mais atenção a Bíblia e tivesse princípios morais que fossem mais rigorosos. Uma das principais crenças do Calvinismo é a da predestinação em que algumas pessoas nasceriam salvas enquanto outras deveriam buscar pela salvação.

Pentecostalismo – Influência de Batistas e Metodistas

Essa religião apareceu nos Estados Unidos e teve grande influência dos batistas e metodistas. Para os pentecostais é possível acreditar em milagres como cura de doentes e de falar outras línguas sem que se tenha estudado.

Neopentecostalismo – Valor aos Bens Materiais

A religião chamada de Neopentecostalismo se diferencia do Pentecostalismo por ter costumes mais liberais e também por dar grande valor para os bens materiais. Além disso, para essa religião o Diabo seria o responsável por todas as coisas más do mundo.

Anabatista – Pacifistas

Nessa religião também somente os adultos podem ser batizados por livre escolha. Esse grupo foi tido como o mais radical da Reforma Protestante. Os anabatistas são pacifistas e por isso não portam armas, não usam espadas e se recusam a prestar serviço militar.

Amish – Isolamento do Mundo Moderno

Os amishs são grupos de cristãos dos Estados Unidos e Canadá que vivem isolados do mundo moderno. Uma das principais características desse grupo é não usar aparelhos eletrônicos.

Testemunhas de Jeová – Apenas Deus

Quem é Testemunha de Jeová adora apenas a Jeová (Deus), ou seja, não crê em Jesus Cristo e nem na Santíssima Trindade. A polêmica fica pela proibição de fazer transfusão de sangue entre os fiéis.

Mórmons

Mórmon é o nome do profeta da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e o batismo dos fiéis é feita numa fonte especial sobre 12 bois que tem como função representar 12 tribos de Israel.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Religião

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *