Danças de Rua

Estilo reconhecido em todo o mundo, a dança de rua, nasceu de um momento de dificuldade para muitos artistas, a crise econômica que assolou os Estados Unidos em 1929. A quebra da bolsa que gerou uma onda de desemprego e pobreza sem precedentes fez com que muitos músicos e dançarinos perdessem seus empregos nos outrora lotados cabarés.

A solução encontrada por esses artistas vou levar os seus shows para as ruas, a ligação com o contexto urbano foi a influência do street dance. A consolidação do estilo se deu em 1967 com o Funk de James Brown que embalou os passos dos dançarinos urbanos. No ano de 1981 foi a vez da explosão do Break – uma das principais vertentes de danças de rua. O Brasil também assimilou esse tipo de dança, mas incorporando alguns elementos particularmente seus.

Dança de Rua e o Movimento Hip Hop

A tradução de Hip (quadril) e Hop (pulo) nos ajuda a entender um pouco mais os contornos da dança de rua quando associada a esse movimento. Há uma série de estilos de street dance dentro do hip hop com destaque para: o Locking (com execução por Lockers), o Breaking (com execução por B.Boys ou B.Girls), o Popping (com execução por Poppers) e as Social Dances (os passinhos de dança que são feitos em danceterias).

O Que é Break Beat?

Recebe esse nome a batida de fundo que é executada pelos Mcs para que os B.Boys ou B.Girls executem os seus passos. Geralmente nesse tipo de apresentação os DJs tocam a batida que se repete e os dançarinos demonstram toda a sua capacidade em elaborados passos.

Fica o adendo de que essa associação ao universo do Hip Hop se diferencia pelo fato de que no street dance são incorporados outros estilos como dança contemporânea, jazz e até mesmo passos coreografados. Sendo assim as danças de rua do Hip Hop são mais livres e dinâmicas contando com improviso e até certa encenação.

Raio-X dos Estilos de Danças de Rua

Estilo: Locking

Origem: Los Angeles

A década de 1960 chegava ao seu fim e Don Campbellock criou o estilo de dança de rua chamado de Locking como uma forma de adaptar passos do funk chicken (de James Brown) que eram muito difíceis de reproduzir. Os dançarinos desse estilo são chamados de lockers.

Estilo: Up Rocking, Brooklyn Rock, Rockin

Origem: Brooklyn (bairro de Nova York)

Estilo desenvolvido entre os anos de 1967 e 1969 pelos dançarinos Apache e Rubber Band que se caracteriza por fazer uma simulação de luta em que são empreendidos movimentos de ataque e de defesa. Durante essa dança é necessário ter atenção para os momentos em que o adversário está desprevenido. São concedidos pontos tal qual numa luta quando um golpe é acertado. Embora tenha sido extingo na década de 1970 o estilo ainda tem alguns passos que insistem em reaparecer dentro de outros estilos. Os dançarinos desse estilo recebiam o nome de rockers.

Estilo: Breaking, B-Boying

Origem: Bronx (bairro de Nova York)

Um estilo de dança criado por acaso, nos anos de 1975 e 1976 alguns adolescentes do Bronx tentavam em vão dançar como seus irmãos mais velhos e seus pais que se embalavam ao som do soul. Sem conseguir realizar os movimentos mais difíceis eles criaram sua própria dança nas block parties (festas de rua) ouvindo ritmos latinos, funk, jazz e o próprio soul. Os dançarinos foram chamados de B-Boy ou B-Girl pelo grande DJ Kool Herc como uma referência a repetição dos movimentos feita com maestria durante o break da música (parte instrumental).

Apresentação de B-Boy em 3 Partes

Há uma convergência de opiniões de que uma apresentação de um B-Boy ou B-Girl completos é aquela que está dividida em três partes, sendo elas:

Top Rock

Trata-se do cartão de visitas do dançarino, a sua apresentação em pé. Somente depois disso se pode seguir para a segunda parte.

Footwork

Podemos chamar de sapateado, consiste no movimento dos pés, aquele momento em que o B-Boy executar sequências mantando o apoio em suas mãos com alguns movimentos ousados como saltos. Após ter realizado essa rotina chega o momento do freeze.

Freeze

Trata-se do momento de congelamento em que o B-Boy fica parado por pelo menos 2 segundos numa posição escolhida por ele. Quanto mais difícil for a posição melhor é a qualidade do B-Boy.

Após essa apresentação em três etapas chega o momento do B-Boy ou B-Girl apresentar os seus Moves (Movimentos) que incluem toda sorte de passos como saltos e giros de cabeça.

Estilo: Popping

Origem: Fresno, Califórnia

O nome dessa dança se deve a sua base que consiste em estilizar o pipocar dos movimentos sincronizando as pernas e os braços. A criação é de Boogaloo Sam que também ficou conhecido por ter desenvolvido o boogaloo style na década de 1970 e um passo chamado de backslide que é basicamente o moonwalk de Michael Jackson, o astro pop teria ‘roubado’ a ideia de Sam. Os dançarinos de popping recebem o nome de poppers.

Estilo: Breakdance

Origem: Estados Unidos

A dança que representa o hip hop surgiu nos anos 1960 como uma forma de tentar reduzir a violência das gangues. Treinando intensamente os passos os jovens deixavam de praticar atos violentos e os problemas entre as gangues podiam ser resolvidos de outras maneiras como em disputas de danças que passaram a ser chamadas de ‘rachas’.

Difusão das Danças de Rua

No começo da década de 1970 as pessoas foram conquistadas pelas danças de rua especialmente pela influência de alguns programas de TV bastante populares como “What’s Happening”, “The Big Show”, “Soul Train” entre outros. Havia também movimentos como as festas organizadas por Kool Herc com direito a um carro equipado com dois toca-discos e dançarinos em que as danças de rua eram o principal chamariz.

Nesse período filmes de Kung Fu faziam grande sucesso entre os norte-americanos que passarem a incluir alguns ‘golpes’ nos seus passos de dança. Cada vez mais se fortalecia a ideia de que a melhor luta era aquela com passos de dança ao invés de armas. Porém, há que se dizer que em algumas situações as disputas de dança acabavam em brigas. A verdade é que a dança de rua também se desenvolveu com base em rivalidades, hoje em dia, é uma forma de expressão que ajuda a interpretar os diferentes ambientes urbanos do mundo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Concertos e Dança
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • pow amei essas fotos principalmente dos carinhas da poupa amarelaa morrrooo brow abraços & bjus pra tdos , nhamunda amazonas.

    --emylee-- 16 de Fevereiro de 2011 12:22 Responder
  • adoro dança de rua acho muito legal
    gostaria de participar de alguma se acaso tiverem vagas
    pode entrar em contato comigo obrigada

    mariele cristina 8 de Janeiro de 2013 16:32 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *