Origem do Circo: Espetáculo de Alegria

O circo tem um conceito lindamente mágico e por isso que encanta tantos adultos e crianças pelo mundo. Hoje existem circos de todos os tipos e alguns são bem diferentes daqueles tradicionais que crescemos conhecendo, com palhaço, mágico, animais e tudo mais. Estes últimos já são menos comuns em grandes estruturas, mas são amplamente populares nas cidades menores e também de interior ao redor do planeta.

Mas mesmo encantado com todo esse ar lúdico que o circo nos passa, você sabe quem o inventou ou como ele surgiu? Vamos conhecer um pouco mais sobre a história do circo e com certeza, ficar ainda mais encantado com a atmosfera circense.

Os Primeiros Circos

Os primeiros circos surgiram à muitos anos e eles foram criados com a intenção de divertir a população de forma que esta esquecesse por algum tempo as revoluções que eram constantes naquela época. Isso aconteceu em Roma, cerca de 200 anos antes do nascimento de Cristo. Não se sabe exatamente onde surgiu o primeiro circo dessa época porque eles se espalharam tão rapidamente que era bem comum encontrar diversos circos pela cidade.

O nome Circo tem sua origem da palavra do latim “Circus” e esta significa “lugar onde acontecem competições” ou “lugar onde se desenrolam competições”. O nome é bem o real significado dos antigos circos, que são totalmente diferentes destes que encontramos hoje em dia. Os antigos circos eram grandes estruturas que sempre se dividiam em três partes, a pista que também era chamada de arena, o anfiteatro que também era chamado de arquibancadas e as cavalarias.

Como Aconteciam os Espetáculos

Quando falamos em espetáculos de circos, a primeira ideia que temos é a dos atuais com aquela lona armada e palhaços, mágicos, malabaristas e tudo mais. Acontece que os espetáculos dos primeiros circos eram completamente diferentes. Um circo tinha, na maioria das vezes, uma estrutura armada com concreto e cimento, como se fosse um pequeno estádio.

Nas arenas uma estrutura montada com estátuas, colunas, obeliscos, alteras e alguns outros obstáculos era montada. Na saída ficavam dois carros com estrutura de madeira montados especialmente para estes espetáculos e eram puxados por dois ou quatro cavalos. Cada um deles tinha um competidor que “dirigia” o carro e a intenção era ganhar a corrida desviando dos obstáculos do caminho.

Como esses espetáculos envolviam batalhas entre gladiadores e animais ou até mesmo somente entre os animais, a igreja começou a proibir estas apresentações. Como a igreja era controladora do maior poder na época, os circos foram fechados, mas mesmo assim, ainda continuavam acontecendo de forma clandestina ou nem tanto.

O Surgimento do Circo Moderno

Já esse circo que conhecemos atualmente começou a aparecer no final do século XV e ainda assim eram um pouco diferentes, por isso, que em diversos livros e vídeos sobre a história do circo vocês provavelmente encontrarão essas armações citadas como antecessoras do circo moderno. O primeiro circo moderno surgiu em 1767 através de um espetáculo que aconteceu na cidade de Paris onde acrobatas se apresentaram e foram feitas mais algumas brincadeiras tradicionais de circo. Os animais só apareceram em 1788.

A História do Circo no Brasil

Aqui no Brasil o circo já chegou na fase moderna de suas apresentações. As primeiras tendas começaram a ser levantadas em meados do século XIX e foram trazidas pelas famílias que migravam da Europa e achavam nas apresentações de circo, uma forma de melhorar a renda familiar. Por esse motivo que os circos brasileiros mais tradicionais tem são de descendentes europeus.

As primeiras apresentações tinham um cunho mais teatral, com danças, malabarismos e uma apresentação “puxava” a outra de forma que os espectadores assistissem a uma história. Depois  de alguns anos, os ciganos que também migravam da Europa com muita frequência começaram a se apresentar nas imediações dos circos e depois passaram a fazer parte deles também com apresentações de suas maiores habilidades. Foi assim que os espetáculos de ilusionismo e doma de ursos e cavalos começaram a acontecer.

Circo Contemporâneo

Depois de um tempo, os espetáculos de circo eram totalmente diferentes daqueles primeiros e hoje, nem conseguimos remeter a nada quando assistimos a uma dessas apresentações. As simulações de gladiadores que existiram por um tempo foram retiradas e dando espaço para espetáculos ensaiados de dança, mágica e malabares. Hoje, temos um circo completamente teatral e que dividi opiniões quanto ao bom gosto.

Não há dúvidas que espetáculos como aqueles apresentados pelo Cirque Du Solei e outros circos contemporâneos são belos, mas algumas pessoas ainda preferem as apresentações mais antigas dos circos modernos, com tendas armadas, palhaços mais improvisados, mágicos que tiram coelho da cartola e tudo mais. Foi com as apresentações dos circos atuais que a necessidade de criar uma escola sobre essas atividades surgiu.

Primeira Escola de Circo do Brasil

As primeiras escolas circenses surgiram para que pais ensinassem a arte do circo para seus filhos e dessa forma, eles pudessem continuar o trabalho por muitos anos. Depois, estas escolas passaram a receber alunos interessados em trabalhar com apresentações circenses tanto para incrementar as apresentações daquele circo, como também para melhorar os ganhos.

A primeira escola de circo que foi aberta no Brasil, surgiu no ano de 1982 na cidade do Rio de Janeiro. Foi a Escola Nacional de Circo que abriu as portas para milhares de jovens cariocas e alguns que saiam de suas cidades em busca do sonho de se tornarem um artista circense. Essa escola não possuía vinculo com nenhum circo e foi formada como uma espécie de universidade onde os alunos saiam de lá certificados e aptos para trabalharem em qualquer espetáculo do país ou formarem seus próprios grupos.

Hoje já temos diversas escolas espalhadas pelo Brasil inteiro e também algumas que existem lá fora, como é o caso do Cirque Du Solei que já citamos, que tem uma das mais bem conceituadas escolas de circo do mundo. O Centro de Formação Profissional em Artes Circense que fica em São Paulo é outro exemplo de escola que forma profissionais para diversas atividades de circo e os certifica para que possam trabalhar com tais ou repassar o ensino adiante.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Geral

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *