A Origem do Homem

Tudo o que se sabe sobre o início da civilização não está em papel, nada de escritos, para saber do passado os historiadores tiveram que montar restos de utensílios, de armas, de ossos, desenhos e pinturas e assim chegar a 4 mil anos aC. Estamos falando do período pré-histórico e que se calcula-se que nesta época viveu o gênero HOMO. Esse período foi dividido da seguinte forma:

1- Paleolítico também chamado de Idade da Pedra Lascada que compreende o período de 500.000 a 30.000 a.C. chamado de paleolítico inferior e a segunda parte, paleolítico superior vai de 30.000 a 8.000 a.C.

2- Neolítico também chamado de Nova Idade da Pedra

Está compreendido entre 8.000 a 5.000 a.C. sem divisões.

3- Idade dos Metais é o período que vai de 5.000 a 4.000 a.C.

E nesses períodos viveram os primeiros homens. Esse estudo, que não é compartilhado por todos os historiadores, mas digamos, é o mais “popular”, retrata toda a evolução do homem.

Sobre a Origem do Homem

O que causa tanto desencontro de informações e questionamentos que podem ser considerados incorretos é a escassez das informações. Por isso, não é muito simples e muito menos matemático falar da origem do homem.

O que se sabe sobre a origem do homem começou a ser estudado e catalogado no final do século XIX, através dos restos humanos que foram encontrados. Na verdade, eram descobertas feitas por acaso e nem sempre as pesquisas eram comandadas por especialistas. Por exemplo, desses restos humanos se observou que eles foram encontrados em grupos afastados, o que leva a crer que eles não viveram somente em um determinado local, mas em várias regiões.

Porém, se existe um denominador comum na origem do homem é que ele está bem próximo do macaco. Acredita-se que se tratava de um único grupo que em algum momento da evolução se separou e cada um evolui de uma forma diversa do outro. O pongídeo, macaco, seguir até chegar ao gorila, orangotango e chimpanzé, enquanto, o hominidae, homem, se tornou o homo sapiens.

O Mais Antigo Hominídeo

Se o homem tem sua origem no hominidae vamos tentar recuperar qual é o mais antigo e a resposta é um resto mortal encontrado na África do Sul e segundo os estudiosos, a sua idade é de 1 milhão e 600.000 a.C. O crânio desse hominidae é pequeno, mas os traços deixam claro que ele pertencia a esse grupo. Além disso, observou-se que ele tinha uma postura mais ereta do que aquela dos macacos e era bípede.

Características do Homo Habilis e o Pithecanthropus Erectus

Caracterizado como sendo o contemporâneo do australopithecus, o homo habilis teria vivido mais ou menos 2,5 milhões de anos a.C., porém, a diferença é que seu crânio era maior do que o anterior.

Outra detalhe é que a sua arcada dentária era diversa pois a carne fazia parte da sua alimentação.

Já o terceiro tipo de hominídeo é o Pithecanthropus Erectus e calcula-se que ele viveu entre 500.000 e 200.000 a.C. Ele já tinha dentes bem grandes e maxilares maciços, além de um cérebro maior do que aqueles que o antecederam. Além disso, para a postura ereta, os seus membros já eram melhor desenvolvido. Entraria nesse grupo, os seguintes exemplos:

1- Javantropo ou homem de jave que chegava a 1 metro e meio de altura, em média, porém, viveu a maior parte do tempo no chão.

2- Sinantropo ou homo pekinenses foi encontrado na China, perto do esqueleto descoberto, ainda foi encontrado raspadores, pontas e facas, então, acredita-se estar diante de uma evolução no comportamento também.

3- Paleantropo ou homem heidelberg foi o terceiro a ser classificado.

Depois dele, foi encontrado em Neanderthal, na Alemanha, o homo neanderthalensis. O mesmo tipo pode ser visto também na Palestina, na Iugoslávia, na França e na África do Sul. Calcula-se que todos eles, mesmo em países diferentes, viveram entre 120.000 e 150.000 a.C.

Esse homem já era mais evoluído, vivia em cavernas e deixou vários registros da sua passagem pela Terra.

Chegamos então ao Homo Sapiens, com a descoberta do Cro-Magnon, estamos falando do período mais ou menos de 40.000 a.C. Esse homem já era mais alto, seus membros retos e com um peito amplo

A Evolução Cultural do Homem Desde a Sua Origem

O homem evolui e seu modo de agir também. Durante essa evolução passou por vários estágios culturais. Já fez parte da selvageria, da barbárie, até se tornar um ser civilizado. O que acontece depois da chegada da escrita.

A agricultura, por exemplo, surgiu entre 8.000 e 5.000 a.C. no período chamado de Neolítico. Nesta época, o homem deixa a sua característica nômade e passa a fixar-se em um lugar, fazendo cultivo de aveia, cevada e trigo. Neste período, ela aprende a domesticar o gado bovino e as ovelhas, ampliando a sua cadeia alimentar.

Nesse período, por conta dessa nova característica de comportamento, o homem começam surgir os primeiros aglomerados urbanos cujo objetivo principal era se defender. Na mesma época, eles descobrem as viagens pela terra ou pelo mar.

Quando o conceito de comunidade começou a evoluir logo veio aquele de posse e propriedade individual e novas relações foram sendo criadas na família entre seus membros.

A idade conhecida como a dos metais aconteceu entre 5.000 e 4.000 a.C., quando o homem aprendeu a fundir o metal e com isso a ter bronze. O passo seguinte seria usar o ferro, que aconteceu mais ou menos em 1.500 a.C.

A Origem do Homem no Continente Americano

Calcula-se que os primeiros homens que viveram no continente americano chegaram aqui por volta de 30.000 e 60.000 anos atrás. Desses povos, os pesquisadores encontraram alguns objetos feitos com pedra, restos de carvão, pinturas feitas em cavernas, desenhos também foram deixados lá e esqueletos.

Dos povos que viveram mais “recente” dos dias de hoje, podemos ver templos, pirâmides e até mesmo cidades inteiras. Além de escritas que foram deixadas por povos antigos como os Maias e os Astecas.

Para os pesquisadores, os primeiros homens que viveram no continente americano chegaram vindos da Ásia. Essa conclusão é dada por conta das semelhanças físicas entre mongóis e índios. A teoria é que eles teriam feito essa viagem a pé, passando pelo estreito de Behring há 62 mil anos atrás. Outros estudiosos dizem que o caminho percorrido foi outro, através das ilhas da Polinésia usando barcos pequenos.

A Origem

Mesmo em nossos dias, quando observamos o acelerado desenvolvimento científico e tecnológico, e quando a globalização e todas as consequências das aberturas fronteiriças da presença humana se fazem sentir, a despeito das hipóteses e teorias científicas, perdura ainda uma dúvida: “Qual a origem do Universo?”. Diante dessa pergunta, tantas quantas sãos as etnias e religiões, também são as respostas obtidas nos mais diversos grupos humanos que povoam a Terra. A grande questão, no entanto, é: “Qual a verdadeira origem do Universo e do homem?”.

Sabe-se que são muitas e diversas as teses, as teorias, as ideias, as hipóteses… São infinitas as possibilidades dentro das linhas de pensamento do homem. Ainda assim, não podem existir duas verdades antagônicas acerca de um mesmo assunto ou tema. Sempre, sem dúvida alguma, uma verdade há de ter várias facetas ou ângulos, entretanto estes só virão a complementar e permitir a visão do todo, nunca, jamais, mostrarão verdades opostas.

Logo, estamos diante de uma grande questão, pois conforme nossa concepção e pensamento sobre o assunto em pauta, nosso comportamento, nossa postura e conceitos da vida e de todas as coisas, girarão em torno do que realmente acreditamos. O grande problema, no entanto é se estamos nos orientando sobre uma base verdadeira ou falsa? Será que o conceito que eu defendo sobre a origem de tudo é realmente a verdade?

Ou será que, como tantos outros, também eu estou sendo ludibriado e enganado? Será que me importo em saber a verdade sobre os fatos, ou me contento com o que a maioria diz, ou com o que pessoas de renome e status afirmam? No que você se baseia? Já parou para pensar a respeito? E se estiver enganado?

Por Carlos Alberto Bächtold


Categoria(s) do artigo:
História
1.536
http://www.prosperaweb.com.br/

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *