A Origem do Homem

A Origem

Mesmo em nossos dias, quando observamos o acelerado desenvolvimento científico e tecnológico, e quando a globalização e todas as consequências das aberturas fronteiriças da presença humana se fazem sentir, a despeito das hipóteses e teorias científicas, perdura ainda uma dúvida: “Qual a origem do Universo?”. Diante dessa pergunta, tantas quantas sãos as etnias e religiões, também são as respostas obtidas nos mais diversos grupos humanos que povoam a Terra. A grande questão, no entanto, é: “Qual a verdadeira origem do Universo e do homem?”.

A Origem do Homem

A Origem do Homem

Sabe-se que são muitas e diversas as teses, as teorias, as ideias, as hipóteses… São infinitas as possibilidades dentro das linhas de pensamento do homem. Ainda assim, não podem existir duas verdades antagônicas acerca de um mesmo assunto ou tema. Sempre, sem dúvida alguma, uma verdade há de ter várias facetas ou ângulos, entretanto estes só virão a complementar e permitir a visão do todo, nunca, jamais, mostrarão verdades opostas.

Logo, estamos diante de uma grande questão, pois conforme nossa concepção e pensamento sobre o assunto em pauta, nosso comportamento, nossa postura e conceitos da vida e de todas as coisas, girarão em torno do que realmente acreditamos. O grande problema, no entanto é se estamos nos orientando sobre uma base verdadeira ou falsa? Será que o conceito que eu defendo sobre a origem de tudo é realmente a verdade?

Ou será que, como tantos outros, também eu estou sendo ludibriado e enganado? Será que me importo em saber a verdade sobre os fatos, ou me contento com o que a maioria diz, ou com o que pessoas de renome e status afirmam? No que você se baseia? Já parou para pensar a respeito? E se estiver enganado?

Por Carlos Alberto Bächtold

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>