Lavoura Arcaica, de Raduam Nassar

Lavaoura Arcaica

Lavoura Arcaica, de Raduam Nassar

Lavoura Arcaica, de Raduam Nassar

O Pai é a entidade máxima de uma família. Os filhos, apenas são expostos às suas vontades, crenças e gestos. Sua posição em relação aos outros familiares pode causar rancor, como também adoração. Esses dois opostos são discutidos em Lavoura Arcaica, de Raduam Nassar. Uma família libanesa, que vive no interior do Brasil, começa a se destruir por aquilo que deve predominar no seu âmago: o amor.

A História

Livro

Livro

“(…) o mundo das paixões é o mundo do desequilíbrio, é contra ele que devemos esticar o arame das nossas cercas (…)”. A tragédia se inicia com a saída de André da casa. Tal ato causa uma tensão entre todos e cabe ao primogênito, Pedro, o fardo de trazê-lo de volta e restaurar a serenidade na família. Ele foge por acreditar que todos os ensinamentos de seu pai, que ocorre antes das refeições, nas quais todos devem estar presentes e que ouvem com atenção tudo que é falado pelo patriarca, são opressores e não representam nada no mundo fora da casa.

O amor, semeado pelo patriarca, cresce em dois diferentes ramos. Os que sentam a sua direita na mesa, são os que seguem os preceitos dele. À esquerda, sentam-se aqueles que, depois, se desgarram das morais do patriarca. André, ao conhecer toda a intimidade de sua família, passa a caminhar em direção oposta a proferida pelo seu pai. As novas descobertas e as paixões sentidas e vividas por ele causam essa fragmentação na sua relação aos outros.

Essa tensão que é estabelecida causa tristeza em todos. Sua volta é necessária para reconstituir a instituição familiar quebrada com a sua saída. Cabe a Pedro fazer a família voltar a ser como era, trazendo seu irmão de volta. Porém, ao fugir de sua casa, André causa uma desestruturalização que nunca será corrigida. O desequilibro familiar causado por ele tem sua origem em um sentimento: o amor. Porém, antes disso, está o amor do seu pai com seus filhos, que, nesse caso, é a proteção que o patriarca queria dar a todos e que serviu como razão para todos os atos do seu filho.

Pontos Fortes do Livro

História

História

Com toda essa tragédia familiar, Raduam Nassar, por meio de uma forma de escrever peculiar, discute o quanto o amor do patriarca pode não cumprir o seu real papel, que é o de ensinar e proteger o seu filho e sua família. O amor, que deveria unir os familiares, serve para destruir os laços. Os sentimentos diferentes que passam na cabeça do personagem acontecem com muitas pessoas. E assim, a narrativa constrói um fato que, aparentemente pode ser distante das nossas vidas, mas que na nossa sociedade se mantém na escuridão. Talvez esse processo que ocorre no livro possa explicar muitos conflitos nas famílias.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Livros
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *