Cultura da Líbia

A Líbia é um país muito interessante, localizado na parte mais ao norte do continente africano e de clima muito seco e quente, por isso tudo em seu território é bastante diferente e adaptado as suas necessidades, inclusive a sua cultura. O passado da história da Líbia chama a atenção, principalmente pela grande quantidade de povos que passaram por ela, incluindo gregos, romanos, bizantinos, árabes e outros. Não existem bebidas alcoólicas no país, ela está proibida, portanto somente refrigerantes e outras bebidas doces são comercializadas legalmente. A culinária de lá tem grandes influências da cozinha italiana, árabe e do mediterrâneo, com grande popularidade em relação a massas.

A Líbia Vista Pelo Resto do Mundo

Localizado na região do Magrebe, na parte norte da África, a Líbia se tornou notícia em todo o mundo a partir da década de 1970 devido as ações do seu chefe de estado, Muammar al Kadhafi, que foi acusado de dar apoio ao terrorismo. Embora seja um país muçulmano, a Líbia, tem influências diretas de culturas mediterrâneas. O país tem ganhado destaque no cenário internacional também por estar situado sobre lençóis petrolíferos.

Fronteiras e Geografia da Líbia

De nome oficial República Árabe Líbia Popular e Socialista o país faz fronteira com o Sudão, Egito, Níger, Tchad, Argélia e Tunísia. Em seu lado norte o país está limitado pelo mar Mediterrâneo em frente ao litoral grego e italiano. As terras líbias integram a região do Saara exceto nas duas regiões denominadas Tripolitânia e Cirenaica.

O clima predominante no país é o desértico, contudo, tem algumas áreas suavizadas pela influência do mediterrâneo. Não há muitos cursos de água na Líbia, no entanto, possui oásis e água subterrânea. O clima local é muito rigoroso para as plantas que crescem durante a época de chuvas e definham assim que ela termina. Em termos de fauna o país conta com animais como chacais, roedores, gatos selvagens, abutres, águias entre outros.

O Povo da Líbia

A maior parte do povo da Líbia é berbere e tem como cultura oficial a árabe. A língua árabe é a oficial do território, no entanto, ainda há minorias que preservam como idioma o berbere. Também habitam nesse território outras minorias étnicas como judeus, negros e grupos de gregos e italianos. O número desses grupos tem caído desde a década de 1960. Concentrados na região de oásis do país vivem alguns grupos tuaregues que deixaram no passado o seu estilo de vida nômade.

As cidades que abrigam maior parte da população são a capital Trípoli e Bengazi (Banghazi), que também concentra boa parte das atividades administrativas da nação. Na faixa costeira mediterrânea está a maior parte dos habitantes, no final do século 20 o país tinha pouca densidade populacional, cerca de 2 habitantes por cada quilômetro quadrado em especial por ter boa parte de seu território como área desértica. No começo do século 21 essa densidade começou a aumentar significativamente pela alta natalidade e baixa taxa de mortalidade.

A Economia da Líbia

A Líbia é uma república socialista, isso significa que cabe ao governo planificar e controlar a economia cuja base é a extração e exportação do petróleo e gás natural. Mais da metade do Produto Interno Bruto (PIB) do país é proveniente do setor petrolífero. Por suas condições geográficas e climáticas tem baixa produção agrícola, culturas como a de tâmaras, tomates, azeitona e batatas estão concentradas nas regiões de oásis.

No país há alguns rebanhos como os de ovelhas, vacas leiteiras e gado de corte, camelos e cavalos que tem função principal como transporte. O setor de pesca é aquecido especialmente por gregos, italianos e malteses que habitam a região com destaque para o atum. No final da década de 1950 foi implantada no país infraestrutura para explorar recursos minerais através das multinacionais petrolíferas sendo que essa estrutura acabou sendo nacionalizada depois da ascensão do coronel Muammar al Kadhafi ao governo.

A tecnologia e mão-de-obra qualificada é estrangeira, porém, ainda assim a população local tem elevada renda per capita devido ao petróleo. Destaca-se como outro recurso mineral o gesso. A indústria da Líbia é pouco desenvolvida, existem alguns projetos de produção de energia nuclear, contudo, a eletricidade ainda é proveniente de centrais térmicas movidas a óleo combustível.

A Cultura da Líbia

A população da Líbia tem diversas festas tradicionais em que celebram com intensidade com dança e música. O tipo de música mais comum é a árabe com destaque para ritmos de flautas e tambores. As principais festas do país são as festas do Islã, mas há outras comemorações que se destacam como o dia da Líbia (Jamahiriya) que acontece em 2 de março; dia da evacuação das bases militares estrangeiras que ocorre em 11 de junho, o dia da Revolução festejado em 1° de setembro e o dia do Duelo que é uma espécie de homenagem aos líbios que perderam a sua vida na batalha contra a Itália e tem como data oficial 26 de outubro.

Os turistas que desejam passear pelo país devem ficar atentos para algumas questões culturais que são de grande importância para a população local como o fato de que as mulheres utilizam uma vestimenta chamada barracano que consiste em estar coberta da cabeça aos pés com apenas os olhos a vista. É interessante levar na mala roupas que cubram os braços, não tenham decotes profundos e assim por diante. O governo local investe na manutenção das tradições culturais do povo líbio.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
África
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Muito ruiim não me ajudou em nada levei 0,0 no trabalho muito ruiim !!!

    Biancacamilla 3 de novembro de 2013 19:52 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *