Tudo Sobre a Argélia

A Argélia é o maior país em extensão territorial do continente africano (perdia para o Sudão, porém, quando este país foi dividido dando origem ao Sudão do Sul deixou de ser o maior) e embora boa parte de seu território seja desértico possui abundância de petróleo e gás natural. Esse país juntamente com Tunísia, Marrocos e Saara Ocidental compõem o grupo chamado de Magreb ou Magrebe, a porção noroeste do continente. A capital do país é Argel e o clima predominante é o árido subtropical.

Os idiomas oficiais do país são o árabe (essa região passou por intensa colonização desse povo) e berbere. A língua francesa também é bastante falada na Argélia, mas não é considerada um dos idiomas oficiais. Cerca de 97% da população local é adepta do Islã como religião – mais um reflexo da colonização. Sua moeda oficial é o Dinar Argelino e a expectativa de vida dos habitantes é de 72 anos. O nome oficial do país é República Argelina Democrática e Popular.

Localização da Argélia

Para ter uma compreensão maior da localização da Argélia é interessante citar que o país faz fronteira com as seguintes nações: Mauritânia, Níger, Tunísia, Marrocos, Líbia, Mali e Saara Ocidental.

História da Ocupação da Argélia

O primeiro povo a ocupar efetivamente o território argelino foi o berbere. No decorrer da história o território foi sendo ocupado por diferentes povos como cartagineses, fenícios, romanos, bizantinos, hamaditas, aglábidos e os árabes que tiveram grande influência sobre a formação cultural da Argélia. Atualmente, a população é um misto da sua origem berbere com toques arabizados.

O ano de 1830 se tornou marcante na história do país africano, pois foi o momento em que a França invadiu o país objetivando dominar o seu litoral. No ano de 1857 os franceses garantiram o domínio efetivo do país. O povo argelino no passar das décadas foi se organizando numa resistência ao domínio da França, algo que ficou mais claro no ano de 1945 em que houve um levante popular reprimido com bastante violência.

FLN (Frente de Libertação Nacional)

A dominação francesa continuou sendo atacada pela população local que no ano de 1954 se organizou na FLN (Frente de Libertação Nacional) iniciando a luta armada. A independência só foi reconhecida pela França no ano de 1962. Uma das consequências foi que mais de 1 milhão de franceses deixou a Argélia nesse ano. O primeiro presidente da Argélia livre do domínio francês foi Ahmed Ben Bella que era um dos representantes da FLN que era então o único partido político argelino.

Multipartidarismo

Novamente o povo argelino lutou e protestou por seus direitos para que o multipartidarismo fosse adotado pelo país. O regime de um partido único vigorou até o ano de 1989. Foi criada a FIS (Frente de Libertação Islâmica) que se tornou o maior adversário da FLN. Em 1991 o candidato do FIS, Bendjedid, foi eleito presidente, no entanto, um golpe militar o forçou a renunciar ao cargo no ano de 1992.

Nos dias de hoje o que se observa é um regime político em que o presidente não tem grandes poderes, o comando da nação africana está nas mãos de um grupo chamado décideurs civis e le pouvoir (militares não-eleitos). O presidente argelino Abdelaziz Bouteflika já foi reeleito mais de três vezes com irregularidades apontadas por outras nações, mas ainda se mantendo no cargo.

Exportadora de Gás Natural

A Argélia ganhou destaque no cenário mundial por ser fornecedora de gás natural para países europeus, sendo essa uma das bases da economia da maior nação do continente africano que possui a 9ª maior reserva de gás do planeta. No campo do petróleo se destaca por ter a 17ª maior reserva do mundo.

Forças Armadas da Argélia

Dotada de uma das maiores forças armadas do continente africano, a Argélia, importa boa parte do seu armamento da Rússia, país com que mantém uma relação estreita. São cerca de 147 mil militares na ativa e 15 mil na reserva além de 187 mil paramilitares.

Participação Política da Argélia

A nação conta com participação política significativa sendo integrante da Organização das Nações Unidas (ONU), da Liga Árabe e da União Africana. Essas cadeiras foram conquistadas após a sua independência da França no ano de 1962. Faz parte também da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) desde o ano de 1969. No ano de 1989 com os outros países do magrebinos criou a chamada União do Maghreb Árabe.

A Geografia da Argélia

O país pode ser dividido de maneira geral em duas grandes regiões, a do Norte e a região do deserto do Saara que fica ao sul. A parte norte da Argélia está subdividida ainda em quatro zonas que são: a cadeia de montanhas do Atlas, região das montanhas do Atlas do Saara, região semiárida povoada do Chotts (lagos salgados) e a planície que acompanha a costa do Mediterrâneo. O norte do país está sujeito a terremotos que nos anos de 1954, 1980 e 2003 demonstraram grande poder de devastação.

Clima da Argélia

O país apresenta clima árido extremamente quente que é agravado pela a existência do siroco que é um vento quente e com uma quantidade elevada de pó e areia que costuma se intensificar no verão. O interior do país possui chuvas escassas. Na região da cordilheira do Atlas as chuvas costumam ser mais abundantes. A temperatura local pode chegar a até 43ºC.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
África

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *