Cultura da Venezuela

A Venezuela, cujo nome oficial é República Bolivariana da Venezuela, é um país situado na América do Sul, ao norte desse continente e possui, além de sua porção principal, fixada na América, um compilado de pequenas ilhas que se concentram no que é chamado e bastante famoso, Mar do Caribe. A sua capital tem o nome de Caracas e é nela em que estão concentradas as aglomerações populacionais e uma maior dinâmica comercial. De acordo com a sua extensão total de um pouco mais de 916 mil quilômetros quadrados, a Venezuela é considerada o trigésimo segundo país do mundo, de acordo com a sua territorialidade.

As fronteiras da Venezuela ocorrem basicamente com a Colômbia, a Oeste, ao Leste com a Guiana e ao Sul com o Brasil. Esse país é muito conhecido em todo o mundo pelas reservas imensas de petróleo que ele possui, o que já foi a causa de diversas discussões a internacionais no que diz respeito a acordos comerciais e de exploração desse ouro negro. Outra característica muito considerada e estimada em todo o mundo a respeito desse país é a sua diversidade de fauna e flora que, por muitos anos fomentaram pesquisas e explorações de cientistas, bem como a predação local, o que contribuiu para o caimento populacional a níveis críticos de algumas espécies de animais.

Com relação à sua cultura, a Venezuela é um país muito rico e que apresenta, assim, como o Brasil, mas em uma menor escala devido ao tamanho do território, uma intensa miscigenação e misturas de culturas dos povos de diversas origens que já passaram por lá, desde os primórdios de sua colonização pelos espanhóis. Na Venezuela, cada região apresenta um grupo de cultura que é diferente dos demais, dada a variedade de culturas presente nesse país.

Um dos pontos de maior força no que diz respeito à cultura venezuelana é o artesanato, o que grande parte provém de raízes pré-coloniais ainda, ou seja, da população indígena que habitava o local antes mesmo da sua colonização. Outras características relacionadas à cultura e que também são bastante expressivas são a música e a dança venezuelana – as quais se sobressai a salsa, principalmente, o cinema e teatro, a culinária e, sobretudo, a religião, que em mais de 90 por cento do país é o Catolicismo.

Catolicismo na Venezuela

Catolicismo na Venezuela

O turismo por muito tempo foi bastante expressivo nesse país, o que acabou decaindo ao longo do tempo, o que foi um dos efeitos relacionados à ditadura que o país se encontra atualmente. Até então, os pontos turísticos mais procurados e visitados eram Los Roques, El Yaque, Santa Elena de Uairen, Isla Margarida e Choroní, por exemplo, além da capital, Caracas.

Voltando ao ponto dos artesanatos, o que mais se sobressai nesse quesito da cultura venezuelana são os objetos relacionados à decoração, principalmente, além de enfeites e adereços de cabelos. Isso, muito herdado dos espanhóis, acabou se perpetuando, principalmente entre as mulheres venezuelanas. A cerâmica, o que inclui a produção de pratos e vasos decorados, também chamam muito a atenção para a peculiaridade dos desenhos e dos formatos. As produções venezuelanas tendem a ser bastante coloridas, sempre com cores vivas e que remetem à alegria.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Américas
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • bom estuo para todos!

    juliane ramos 4 de setembro de 2012 12:46 Responder
    • MUITO BOM MESMO EU GOSTEI TO CONSEGUINDO TIRAR MITA COISA

      THIAGO 13 de setembro de 2013 2:34 Responder
  • Eu não gostei muito, pois tem poucas coisa que eu queria saber… mas mesmo assim conseguirei começar o meu trabalho.
    Espero que coloquem mais coisas, pois gostei do site, só precisam de mais conteúdo.
    Obrigado!!

    Kallina 5 de novembro de 2012 20:47 Responder
  • eu amei o site muito bom so nele que encontrei o que eu precisava ´para a minha tarefa

    anna 9 de Abril de 2013 22:45 Responder
  • uma meda pq nao tem muita coisa

    erick 30 de Maio de 2013 17:43 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *