Tudo Sobre O Chile

O Chile tem como seu nome oficial República do Chile, e é um dos países que constitui a América do Sul. O país tem como seu território uma longa e estreita faixa costeira do continente. Além do continente possui diversas ilhas, como as Ilhas Desventuradas, o Arquipélago Juan Fernández, a ilha de Páscoa e a Ilha Sala y Gómez.

O país faz fronteira em toda sua parte leste com o oceano Pacífico, com um litoral que possui cerca de 6435 quilômetros. Já em seu outro lado faz fronteira com a Argentina e a Passagem de Drake pelo leste, com a Bolívia pelo nordeste e pelo Peru pelo norte.

Pode considerar o território do país incomum, já que ele possui em média 175 quilômetros de largura, já o seu comprimento é de 4300 quilômetros. É devido a essa característica que o clima do país varia muito de uma região para outra, em uma de suas extremidades, no norte, possui o deserto mais seco do mundo, em sua região central há um clima mediterrâneo, e na sua região sul o clima é alpino.

O Chile é considerado um país estável e próspero, e, quando comparado aos outros países da América do Sul tem um destaque. Possui alto desenvolvimento humano, qualidade de vida, estabilidade na política, competitividade, desenvolvimento democrático, e baixos índices de pobreza.

Qual a Origem Da Palavra “Chile”?  

Várias hipóteses rondam o nome desse país.

Uma delas foi criada no século XVII e acredita que o nome tem origem no período inca, quando eles chamavam o Vale do Aconcágua de ‘Chili’, relacionado ao nome de um chefe de uma tribo picunche, e que governava a área.

Outra teoria relaciona o Vale ali localizado ao Vale de Casma, que fica no Peru, onde havia uma cidade chamada Chili.

Muitos acreditam que a palavra é derivada de palavras indígenas pertencentes ao dialeto que várias tribos que viveram na região, como a mapuche e a quéchua, que possuíam as palavras “chilli” e “chiri”, com significados de “onde a terra acaba” e “frio”, respectivamente.

Bandeira da Chile

Bandeira da Chile

Há ainda uma teoria que diz que o nome se originou a partir do cantar de um pássaro da região, chamado de trile, e que possui o cantar semelhante a “cheele-cheele”.

Independente de qual seja a origem da palavra, quando a expedição espanhola chegou ao sul do Peru liderada por Diego de Almagro, ele conheceu os nativos de “homens de Chilli”, e mais tarde nomeou a região como “Chile”.

Divisões Administrativas Do País

O país possui 16 regiões, 57 províncias e 346 comunas. As regiões são as seguintes:

  • Arica e Parinacota;
  • Tarapacá;
  • Antofagasta;
  • Atacama;
  • Coquimbo;
  • Valparaíso;
  • Santiago;
  • O’Higgins;
  • Maule
  • Ñuble;
  • Biobío;
  • Araucanía;
  • Los Rios;
  • Los Lagos;
  • Aisén;

História do Chile

Há evidências de que povos já habitavam o território onde hoje está localizado o Chile há 18500 anos. Por volta de 10 mil anos atrás foi que mais povos, dessa vez migrante nativos do território americano, se estabeleceram nas áreas da costa do atual país. Os principais locais onde há indícios de seres humanos são: a região do Monte Verde, o tubo de lava de Pali Aike e a Cueva del Milodon.

O território norte chileno foi incluído durante a dominação dos incas, que ocorreu no início do milênio. Mas os nativos da área, principalmente os povos mapuches resistiram a esse Império, lutando bravamente, o que fez com que somente parte do atual Chile fosse subjugada aos incas.

Colonização Espanhola E Independência

Fernão Magalhães liderou o primeiro grupo de europeus que chegou a esse território, isso ocorreu no ano de 1520. Ele aportou onde fica atualmente a cidade de Punta Arenas. Diego Almagro, que estava no Peru, liderou uma expedição até o vale de Coquimbo, mas foi impedido pelos habitantes nativos de avançar, tendo que retornar ao local de origem. É somente em 1540 que, liderados por Pedro de Valdívia, os espanhóis conseguem fundar Santiago e colonizar aquelas terras.

História do Chile

História do Chile

Os povos mapuches resistiram fortemente à colonização, tanto é que nunca foram conquistados, durante os anos do Chile como colônia eles travaram diversos conflitos com os colonizadores, o que ficou conhecido como Guerra de Arauco.

A independência do país veio no dia 18 do mês de setembro do ano de 1818. Ela ocorreu após a criação da Capitania Geral do Chile, onde liderados por José de San Martín e Bernardo O’Higgins, travaram diversos conflitos.

Nos anos seguintes após a independência, iniciando-se na década de 1820, o país foi assumido por oligarquias conservadores, apoiadas pela Igreja Católica, onde foi totalmente preservado os interesses da elite da região.

O país continuou passando por períodos de instabilidade. Um deles foi o conflito contra o Peru e Bolívia, que ocorreu no século XIX, durante os anos de 1879 a 1883, e ficou conhecido como Guerra do Pacífico, onde o Chile saiu vitorioso após rendição dos outros dois países, conquistando novas regiões e expandindo seu território.

Ditadura Militar No Chile

O país foi governado entre os anos de 1938 a 1952 pelo Partido Radical, nesse período teve um aumento da participação do Estado na economia nacional.

No ano de 1952 o general Carlos Ibáñez del Campo assume a presidência do país. Ele já havia sido ditador no país entre os anos de 1927 a 1931. O governo militar durou até o ano de 1964, quando o Partido Democrata Cristão assume o poder, contra o candidato socialista.

Ditadura Militar No Chile

Ditadura Militar No Chile

Com o governo do Partido Democrata Cristão o país passou por uma série de mudanças, vários programas de incentivo a educação, sindicalização dos trabalhadores e reformas foram estabelecidas. Quase no final do mandato o partido começa a sofrer uma oposição de ambos os lados, pela esquerda era acusado de não implantar as reformas de forma bruta, já os conservadores as consideravam excessivas.

O Partido socialista assume o poder em 1970, com Salvador Allende como presidente. Mas, em 1973 ocorre um golpe militar contra o presidente eleito, que levaria o Chile a 17 anos seguidos desse regime, época que resultou na morte de mais de 3 mil pessoas e tortura de mais de 40 mil.

O golpe começou a ser planejado devido às dificuldades que o governo passava por constantes greves de trabalhadores, Augusto Pinochet, um comandante do exército militar fez uso de sua posição para atacar o governo. Durante o ataque que durou cerca de 3 horas, Salvador Allende comete suicídio.

A ditadura militar do Chile, amplamente apoiada pelos Estados Unidos, é conhecida como uma das mais violentas da América do Sul. Milhares de pessoas que se opunham ao governo eram perseguidas, muitos se viram na obrigação de se exilar do país.

A política econômica implantada por ele é considerada como uma dos principais motivos para o desenvolvimento econômico que o país teve em anos seguintes, ao mesmo tempo ela promoveu grande desigualdade social.

No ano de 1988, Pinochet promove um referendo onde ele propõe a população escolher se o governo dele continuaria, cerca de 56% vota a favor do fim da ditadura, e no ano seguinte são realizadas eleições no país. Pinochet se manteve no governo, como senador vitalício por mais 10 anos. Em 1998 ele é preso para responder acusações a cerca de seu governo, mas em 2001 é liberado devido a um atestado de debilidade mental.

Era Contemporânea

Após a derrota de Pinochet a Constituição que havia sido estabelecida por ele sofreu diversas alterações. Em 2005 novas emendas constitucionais foram estabelecidas. Pela constituição o presidente fica impedido de exercer mandatos consecutivos.

As eleições seguintes no país elegeram candidatos do Partido democrata cristão e do Partido Socialista do Chile. No ano de 2006 é eleita a primeira presidente do país, Michelle Bachelet Jeria, também do partido socialista. Ela retornou ao poder em 2014. No ano de 2018 foi eleito Sebastián Piñera, que já havia sido eleito em 2010.

Sebastián Piñera

Sebastián Piñera

Desde que deixou o regime militar o país se manteve bem conservador. O divórcio no país foi legalizado somente em 2004, já o aborto terapêutico foi legalizado em 2017.

O país é membro de várias organizações internacionais, como a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento econômico (OCDE), a Organização das Nações Unidas (ONU), a Organização dos Estados Americanos (OEA), a União de Nações Sul-Americanas (UNASUL), a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), a Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (APEC), a Aliança do Pacífico (AP), a Associação Latino-Americana de Integração (ALADI) e o Parlamento Latino-americano.

Economia

O país possui uma economia dinâmica que tem como principal orientação o mercado, com elevado comércio exterior.

O período após a ditadura militar mostrou o país como sendo um modelo para reforma econômica, seu PIB teve média de crescimento de 8% entre os anos de 1991 a 1997, sofreu uma baixa no ano de 1998, mas conseguiu recuperar rapidamente, mantendo as taxas de crescimento entre 5% a 7%. No ano de 2006 se tornou o país com maior PIB per capita da América Latina.

As taxas de pobreza do país foram reduzidas pela metade desde 1980, isso se deve em parte pelas politicas econômicas sólidas e constantes que foram mantidas pelos governos desde então. A privatização de algumas empresas começou na ditadura e teve continuação durante os governos democráticos.

O governo possui um papel de regulação na economia, sem interferir diretamente, controlando apenas algumas empresas. É um país voltado para o livre comércio, assinando acordos com muitos países do mundo todo.

O Chile é o único país da América do Sul a integrar a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), desde o ano de 2010.

O desemprego no país possui uma taxa de cerca de 7,3%. Os salários no país subiram após o ano de 2007. As famílias com salários abaixo da linha da pobreza constituem cerca de 13,7% da população, porém, alguns críticos afirmam que esse número é maior, cerca de 27%.

A inflação no país não ultrapassa 5% desde o ano de 1998, o peso chileno tem passado por uma valorização em relação ao dólar.

Os produtos exportados do país são principalmente mineiras (cerca de 45%), produtos industriais e agroindústrias (cerca de 45%), e produtos agrícolas (cerca de 10%).

Fatos Históricos Importantes

No dia 27 do mês de fevereiro do ano de 2010 o país foi atingido por um terremoto de escala 8.8, foi registrada a morte de mais de 500 pessoas, e mais de um milhão de moradores do país perderam suas casas. Os danos causados ao país chegaram a 30 bilhões de dólares.

No ano de 2010 o país também teve um momento bem positivo, durante o desabamento de uma mina de cobre no deserto do Atacama, 33 mineiros ficaram presos, mas conseguiram ser resgatados todos com vida após 17 dias de operação. A ação de resgate foi amplamente transmitida mundialmente.

Geografia e Clima

Possui uma área total de 756959 quilômetros quadrados de terra, sendo uma faixa extensa, mas com pouca largura, sendo o país mais estreito do mundo.

O deserto do Atacama esta localizado no norte do país. Essa é a região mais seca do mundo e também o deserto mais alto do mundo. Nele estão localizadas várias minas. Possui cerca de 105 mil quilômetros quadrados. Ele quase que completamente composto por terreno pedregoso, salinas e areia. Possui poucas vilas em seu território, sendo a mais conhecida delas São Pedro de Atacama.

No centro do país está à região mais populosa, encontra-se Santiago e cidades ao redor, chamado de Vale Central é a área mais desenvolvida. É nessa área que está o centro histórico do país, local também onde estão concentradas as atividades politicas, administrativas e culturais.

A parte sul do Chile conta com diversas florestas, lagos, vulcões e pastagens, é onde encontramos também a Cordilheira dos Andes. Essa região possui diversas paisagens chamativas, além de uma cultura rica do povo mapuche.

O Chile também controla diversas ilhas que estão ao redor do seu território, sendo as de maior destaque: Ilha Sala y Gómez, Ilha de Páscoa, ilhas do leste da Polinésia, Ilha de Robison Crusoe, mas há diversas ilhas menores.

Clima

Clima do Chile

Clima do Chile

Dentro do país é possível encontrar sete subtipos climáticos, que varia do deserto a tundra alpina até o subtropical úmido. Na maior parte do seu território as quatro estações do ano são bem definidas.

A temperatura média anual no norte é de 18°C, possuindo noites frias, que podem chegar a 0°C, já os dias podem chegar a 40°C, as precipitações não ocorrem regularmente.

Na parte central o país possui um clima mediterrâneo, com média anual de 14°C, conta com precipitação anual de 360 mm, com seca durante o verão. Indo em direção ao sul ocorre uma queda das temperaturas, já que há um aumento de precipitações, alguns locais tem precipitação de 2510 mm.

No extremo sul do país o clima é subpolar. Nas regiões de montanha o clima é de tundra e de altas montanhas. .

Dados Sobre O País: Demografia, Composição Étnica, Imigração E Religião.

  • Demografia:

Segundo o censo chileno realizado no ano de 2017, o país conta 17,5 milhões de pessoas em sua população. Desde a década de 90 o país tem passado por uma taxa de crescimento demográfico decrescente, estima-se que até o ano de 2050 a população cresça para cerca de 20,2 milhões, e depois disso comece a diminuir.

A maioria da população se concentra nas áreas urbanas, cerca de 85%. A Grande Santiago conta com mais de 6 milhões de habitantes.

  • Composição Étnica:

O país não conta com censos raciais, dessa forma não é possível saber exatamente a sua composição. Algumas estimativas realizadas no país são conflitantes.

Uma organização chilena promoveu uma pesquisa em 2011 onde foram constatados que: 59% da população se declaravam brancos, 25% se declaravam mestiços, 8% se declarava indígena, 1% se declaravam mulatos, e os 2% da população se consideravam de outras raças. Outro estudo apontou que 43,4% considerava ter sangue indígena.

A maior parte da população possui origem europeia (de 52,7% a 90%, possuindo dados conflitantes) ou indígena, sendo um país bem homogêneo, os habitantes do país tem uma identidade nacional a chamada “chileniadade”.

Nota-se no país que as camadas mais baixas possuem ancestralidade indígena, e em contrapartida as mais altas tem ancestralidade europeia.

  • Imigração:

    Passaporte Mercosul

    Passaporte Mercosul

A imigração no país é bem reduzida, tendo o seu máximo no ano de 1907, quando atingiu um pouco mais de 134 mil imigrantes, um pouco mais da metade destes eram europeus, e a outra parte proveniente dos outros países da América Latina.

No total, a população estrangeira no Chile nunca ultrapassou 4% do seu total, sendo bem pouco expressiva. No ano de 1848 diversos alemães e franceses foi para o país, imigração essa patrocinada pelo governo chileno, para colonizar algumas regiões do país, esse evento se repete tanto após a Primeira Guerra Mundial como após a Segunda.

  • Religião:

A maior parte da população é católico romano, cerca de 66,65%, já 16,4% é protestante (todas as igrejas não católicas, exceto as Igrejas: Ortodoxa, mórmons e Testemunhas de Jeová). Além das religiões mais comuns, há ainda membros de igrejas evangélicas reformadas, luterana, anglicana, batista, episcopal, adventista, dentre outras. Cerca de 11,5%, se considera sem religião, agnóstico ou ateu.

Apesar da Igreja e do Estado estarem separados, a Igreja Católica no país recebe alguns tratamentos especiais. Membros do governo participam de eventos católicos, vários feriados nacionais estão relacionados à religião.

Dados Sobre a Infraestrutura Do País: Educação E Tecnologia, Transportes.

  • Educação e Tecnologia:

    Educação Chilena

    Educação Chilena

O país tem sua educação dividida em etapas, sendo elas: pré-escola, ensino primário, ensino secundário, educação técnica e educação superior. É obrigatório pela constituição o ensino até a fase secundária. Há um sistema de vouchers educacionais no país que cobrem mais de 90% da população.  A taxa de alfabetização no país é de 97,5% da população total.

O país é considerado um modelo educação na América Latina. Cerca de 85% das escolas possui ensino em tempo integral.

O país possui doze estações cientificas de pesquisa, sendo um dos países da América Latina que mais tem publicações cientificas. Possui o maior projeto astronômico e também o mais avançado complexo astronômico do mundo, sendo eles o Atacama Large Millimeter Array e o Very Large Telescope. Teve diversos satélites artificias.

O país teve um de seus bioquímicos, Pablo Valenzuela, como participante da criação da vacina contra a Hepatite B e detecção da Hepatite C, produção de insulina humana a partir de leveduras, além da clonagem e sequenciamento do HIV.

A mineração no país gera várias inovações tecnológicas que são exportadas para o mundo todo.

  • Transportes:

    Transporte do Chile

    Transporte do Chile

O país possui quase mais de 127 mil aeroportos e heliportos, sendo os principais o aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, o aeroporto Chacalluta, aeroporto Diego Aracena, Aeroporto Carriel Sur, aeroporto Mataveri (o mais remoto do mundo).

O seu sistema ferroviário tem mais de sete mil quilômetros de extensão, atravessando grande parte do país. As linhas ferroviárias do país passaram por um processo de restauração a partir de 1990.

As rodovias do país possuem mais de 77 mil quilômetros, sendo cerca de 17 mil deles de terra, 18 mil pavimentada e 32 mil com cobertura de cascalho.

A navegação não é muito usada como meio de transporte pelos chilenos. Mas a marinha mercante no país é importante, com quase 50 navios, para transportar os produtos para exportação. Possui 39 portos, sendo 12 estatais e 27 privados.

Aspectos Culturais: Cultura, Literatura, Esportes E Gastronomia.

  • Cultura:

Antes da colonização a cultura do país era andina, com influencia das tradições altiplanas, já na região a cultura mais forte era a do povo mapuche. Após a colonização a cultura foi dominada pelos espanhóis, e durante os séculos seguintes ocorre à influência de outros povos de origem europeia. Por isso a cultura do país varia de acordo com a região e a influencia que ela teve ao longo dos tempos.

  • Literatura:

O país conta com diversos poetas, sendo o mais famoso deles Pablo Neruda, que ganhou o Prêmio Nobel da Literatura no ano de 1971, esse autor é extremamente conhecido mundialmente.

Pablo Neruda

Pablo Neruda

Antes dele, Gabriela Mistral também ganhou esse prêmio em 1945. Além deles há outros nomes, como: Vicente Huidobro, Isabel Allende, Carlos Pezoa Véliz.

  • Esportes:

O esporte mais praticado no país é o futebol. A seleção nacional já foi classificada sete vezes para a Copa do Mundo FIFA. Possui dois títulos da Copa América, uma medalha de prata e duas de bronze nos Jogos Pan-americanos, e uma medalha de bronze nas Olimpíadas.

Outro esporte praticado no país é o tênis. A equipe nacional vendeu o torneio Wolrd Team Cup duas vezes. Ganhou ouro e bronze nos Jogos Olímpicos de Verão.

A população do país também pratica rodeios, principalmente nas áreas rurais. O Chueca, parecido com o hóquei, é praticado pelos mapuches. O esqui e esportes na neve são praticados nos Andes e em outras regiões. O surf é popular na área costeira. O polo é praticado de maneira profissional, e o país já conquistou o prêmio máximo no Campeonato do Mundo de Polo. A população ainda pratica basquetebol, maratonas e ultra maratonas.

Além desses esportes o país conta com medalhas nos Jogos Olímpicos, tanto de ouro no tênis, como prata no atletismo, boxe, tiro, equitação e bronze no boxe, futebol e tênis.

  • Gastronomia:

O país conta com uma gastronomia variada entre suas regiões. Os ingredientes mais tradicionais são frutos do mar, frutas, carnes e legumes, arroz, pão.

Os pratos mais tradicionais do país são: cazuela, pastel de papas, empanadas, pastel de choclo, curanto, humanitas, sopaipillas, crudos, kebabs assados, torta de pinheiros, aijaco, cancato, pote, torta de milho, alfajores, mote com huesillos e manjar.

Turismo

O turismo no país vem crescendo e se tornando cada vez mais desejado, segundo o Serviço Nacional de Turismo, cerca de 2 milhões de pessoas visitam o país por ano.

Os principais pontos turísticos do Chile estão ligados a beleza natural que ele possui, geralmente os turistas visita mais as regiões extremas do país (ou seu norte ou seu sul).

No norte do país um dos locais mais visitados é San Pedro de Atacama, que conta com construções incas, lagos do altiplano e o Vale da Lua. Outra vila do norte muito visitada é Putre, que possui o Lago Chungará e os vulcões Pomerape e Parinacota.

No sul os turistas visitam o arquipélago de Chiloé, a Patagônia Chilena, o Parque Nacional Torres del Paine. A cidade de Valparaíso possui uma arquitetura ímpar que atrai muitas pessoas. Além disso, a Ilha de Páscoa é um dos destinos mais procurados no país.

Valparaíso

Valparaíso

Para visitar a região norte a melhor época é entre os meses de abril a junho e setembro a novembro, apesar disso, o clima no deserto é quase sempre parecido, portanto pode ser visitado em outras épocas do ano.

Para visitar a região central há a alta temporada, entre dezembro e fevereiro, quando é verão e os preços sobem, de março a maio a temperatura é mais amena e os preços mais baixos, de junho a setembro é alta temporada para quem deseja visitar as estações de esqui, já durante outubro e novembro é primavera, o clima é agradável e os preços mais baixos.

Para visitar a região sul o ideal é durante o verão, de dezembro a fevereiro, o clima se mantém frio, porém, um pouco mais ameno, porém nessa época os preços são mais altos. Durante o inverno a neva cai o tempo todo.  Já na primavera e no outono o clima é agradável e os preços são mais baixos.

Lugares Mais Visitados:

  • Santiago: A capital do país conta com inúmeras atrações turísticas, um centro histórico repleto de edificações incríveis, como Palácio de la Moneda, Plaza de Armas. Os bairros da cidade contam com diversas atrações, museus, restaurantes e bares.

    Santiago

    Santiago

  • Deserto do Atacama: Possui várias paisagens diferentes, conta com lagos, dunas de areia, sítios arqueológicos, desertos de sal. No meio de deserto há o Salar de Atacama, um lindo lago de águas cristalinas repleto de flamingos.
  • Valle de la Luna e Valle de la Muerte: Ambos são formados por cordilheira de sal, que possuem formas diferentes e impressionantes. No Valle de la Luna as principais atrações são Cânion e suas cavernas, Grande Duna e Três Marias. Já o Valle de la Muerte possui formações pontiagudas.
  • Salar de Uyuni: Deserto de sal, na fronteira com a Bolívia.
  • Geiser del Tatio: Um belo local com vários jatos de água quente, possuindo também um local para mergulho.
  • Laguna Cejar: Uma lagoa formada por 40% de sal, quando se entra nela não se afunda.

    Laguna Cejar

    Laguna Cejar

  • Patagônia Chilena: Possui belos Campos de gelo, o Parque Nacional de Torres del Paine, Canal Beagle, onde há baleias, pinguins, leões marinhos e outros animais interessantes.
  • Ilha de Páscoa: Um dos locais mais procurados no país onde há as famosas esculturas de pedra Moai, com mais de 10 metros de altura e que estão no local há mais de 12 mil anos. Além disso, oferece passeios na praia, conhecer a história e cultura do local, além de restaurantes e lojas.
  • Cajón del Maipo: Uma região de belezas naturais, no local há a represa Embalse El Yeso que fica a mais de 2500 metros, em sua descida há diversas belas paisagens e mirantes para as apreciar. Conta ainda com banhos termais.
  • Valparaíso: A cidade foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Possui casas coloridas que formam o principal cartão postal do local. Na cidade está a Casa La Sebastiana, uma das casas de Pablo Neruda.
  • Vinã del Mar: Um dos mais importantes balneários do chile, possui belas praias, além de castelos e palácios construídos no século XX. No local há também o Parque Quinta Vergara.
  • Punta Arenas: Fica no extremo Sul do Chile, do local saem expedições para visitar a Antártida. Além disso, conta com ruas decoradas, palacetes, a Plaza de Armas e o Museu Naval Marítimo.

    Punta Arenas

    Punta Arenas

  • Valle Nevado: Uma estação de esqui de fácil acesso, próxima a capital Santiago. Ideal para quem nunca viu a neve ou esquiou.
  • Pucón: Sua principal atração é o vulcão Villarrica, um dos 500 vulcões ativos do país. Possi lagos de águas cristalinas, montanhas, cachoeiras e diversas paisagens.
Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *