Literatura Africana

A Literatura Africana

A literatura africana é uma das mais populares entre os meios literários. Sua força é tamanha que cursos de letras e comunicação a estudam como disciplinas diferenciadas, algo a ser mostrado à parte como forma de levar mais a fundo o aprofundamento em tal cultura.Sua maior expressão como modelo literário vem, sem sombra de dúvidas, da expressão ‘negritude’. Para quem não conhece, este é o tema de maior análise dos formadores de opinião de escritores africanos com produções locais na atualidade.

O ‘negritude’ é um movimento que alguns cantores, atores e intelectuais brasileiros negros trouxeram para a mídia brasileira, que tem como fundamento fazer com que o africano olhe para dentro de si. É o negro por dentro de sua cultura e raízes. É feito um resgate intelectual das raízes e história da cultura negra, que pode aparecer ao público em geral através de letras de música, vídeos, filmes e através da literatura.

A História da Literatura Africana

A literatura africana existe em línguas diversas, nas nações com as quais se uniu durante o período de colonização. O país era, antes de sua suposta descoberta pelos europeus, em sua maioria, povoado por tribos nômades, totalmente independentes umas das outras, e por tal motivo, não tinham conhecimento dos dialetos uns dos outros, e assim, cada uma tinha sua própria forma de ver o mundo e falar sobre ele.

Os dialetos africanos da antiguidade em sua maioria não tinham forma escrita que não fosse simbológica. Os povos da região foram acrescentando ou mesmo substituindo seus idiomas pelos dos colonizadores e assim surgiram as formas escritas. Por isso, só temos registros de obras literárias africanas após a ida dos europeus ao continente.

As primeiras obras literárias surgidas no contente de que se tem notícia são frutos dos portugueses, os primeiros a iniciar uma rota de exploração do mundo pelo mar, alcançando a África. Em sua maioria são crônicas, poemas e escritos de registros das primeiras impressões ao chegar ao continente povoado por pessoas de cores e trejeitos diferentes dos europeus. As obras datam do começo do século XV e são apelidadas de ‘literatura do descobrimento’. 

Literatura da Colonização

Já no período em que a África viveu como colônia, os europeus trouxeram para sua nova colônia obras já dos movimentos da arte vigente na metrópole. Começam aí a aparecer os primeiros poetas e romancistas que ambientam suas tramas no continente do sol e peregrinação em busca da água e terras férteis. Nesta fase, o centro da obra vira o homem europeu e suas andanças pelo novo mundo desconhecido, a África, berço da humanidade.

O primeiro livro escrito em africano data de 1949 e se chama ‘Espontaneidade da minha alma’, do angolano mestiço José da Silva Maia Ferreira. Apesar de todas as obras publicadas anteriormente serem feitas na África, só a partir deste momento podemos dizer que são realmente produções do continente. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Literatura
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • nao achei oq eu queria, mas o site é legal

    adara 19 de junho de 2013 23:29 Responder
  • a literatura é um poema que Deus criou!

    vivi barpis 13 de setembro de 2013 21:28 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *