Artesanato do Egito da Antiguidade

Os artesãos representavam classe trabalhadora extremamente valorizada pela elite egípcia da antiguidade. Recebiam títulos de nobrezas, grandes extensões de terra e até mesmo lugar reservado nas covas sagradas conhecidas como pirâmides. Na Dinastia XX houve grande atraso nas renumerações do trabalho, culminando com inúmeros protestos.Aqueles que se destacavam neste tipo de confecção eram considerados homens livres, gozando os mesmos direitos reservados inclusive somente aos membros ligados ao trono do faraó. A habilidade destes artistas impressionava pelos conhecimentos existentes em épocas da antiguidade.

As artes com joias eram apreciadas até mesmo no leito de morte, quando nobres exigiam serem enterrados junto com artes artesanais e outros objetos de adorno.Grande parte das manifestações artísticas nesta área seguia a tendência das outras correntes no Egito antigo. Homenagear deuses e deidades era objetivo principal das produções naturais. Interessante notar que as folhas de papiro até hoje são comercializadas ao redor do mundo com caráter de artesanato do Egito.

Por Renato Duarte Plantier 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Regional
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *