Como E Quando Dom João Morreu?

Dom João VI foi o príncipe regente de Portugal desde o ano de 1792, pois a rainha-mãe, D. Maria I, estava adoentada, após a sua morte, no ano de 1816, ele se tornou rei de Portugal, do Reino Unido, do Brasil e Algarves.

Como Foi a Vida De Dom João?

Dom João VI nasceu no dia 13 do mês de maio do ano de 1767, no Palácio Real da Ajuda, localizado em Lisboa. Ele era o segundo filho do rei consorte D. Pedro III e da rainha D. Maria I. Como era o segundo na linha de sucessão ao trono, ele não foi preparado para ocupá-lo, sendo esse o plano para sue irmão mais velho, Dom José.

Quando ele tinha 10 anos seu avô morreu, e sua mãe passou a rainha. Na infância e juventude ele estudava música, letras, ciências, equitação, língua francesa, religião, legislação e etiqueta, assim como qualquer membro da realeza na época.

Quando ele completou 18 anos, no ano de 1785, foi arranjado um casamento para ele com Carlota Joaquina de Bourbon, que tinha apenas 10 anos de idade. Carlota era filha do rei espanhol Carlos IV, que na época ainda era o herdeiro do trono, e a partir desse casamento seria selada a amizade entre os dois países. Como a noiva era muito nova o Papa teve que assinar uma dispensa papal para que o casamento fosse realizado.

Apesar de o casamento ter sido realizado em 1785, ele somente foi consumado no dia 5 do mês de abril do ano de 1790, isso se deu pelo fato da noiva ser muito jovem no momento em que se casaram. Três anos depois nasceu à primeira filha do casal, Maria Teresa. O casal teve mais oito filhos, sendo eles: Francisco Antônio, nascido no ano de 1795, Maria Isabel, nascida no ano de 1797, Pedro de Alcântara, nascido no ano de 1798, Maria Francisca, nascida no ano de 1800, Isabel Maria, nascida no ano de 1801, Miguel, nascido no ano de 1802, Maria de Assunção, nascida no ano de 1805 e Ana de Jesus, nascida no ano de 1806.

Seu pai morreu no mesmo ano do seu casamento, o que trouxe algumas crises em Portugal. No dia 11 do mês de setembro do ano de 1788 ocorre uma reviravolta na vida de Dom João, já que seu irmão mais velho morre, e ele passa a ser o herdeiro da Coroa.

Dom João era considerado o oposto do seu irmão, Dom José se aliava as ideias progressistas do iluminismo, sendo criticado pelo clérigo, já Dom João possuía uma religiosidade muito forte, e se mostrava fiel ao regime absolutista.

Por duas vezes Dom João teve enfermidades graves, e todos temeram por sua vida, uma vez no ano de 1789 e outra no ano de 1791.

Início De Sua Regência

Por volta de 1792, a rainha D. Maria I começou a demonstrar sinais crescentes de desequilíbrio mental, sendo atestada por 17 médicos de que ela não tinha condições de gerir um reino. Dom João encontrou-se em uma situação que ele não havia imaginado, e se tornou relutante a ideia de assumir o reino. Nesse mesmo período ocorria Revolução Francesa, que ameaçava Portugal e seu reinado. Ele somente recebeu o título de Príncipe Regente no ano de 1799.

Durante esse período, Portugal se aliou a Inglaterra, partindo junto para a guerra contra a França, sendo derrotados nas campanhas do Rossilhão e da Catalunha. Por ser aliado da Inglaterra, Portugal não poderia selar a paz com a França. Já a França viu em Portugal o inimigo mais frágil, tornando-o alvo de ataques.

Portugal então se posicionou de forma neutra, o que não rendeu bons resultados, e fez com que Napoleão Bonaparte ordenasse que o país fosse invadido no ano de 1801, episódio que mais tarde seria conhecido como Guerra das Laranjas.

Em meio a tantos conflitos, sua esposa espanhola, Carlota, passou a criar intrigas com o objetivo de depor o seu marido e tomar o poder do país. Porém, a tentativa foi abortada no ano de 1805, quando foram descobertas suas conspirações e ela foi exilada da corte.

Com a situação tomando proporções críticas, Dom João recebeu mais um ultimato de Napoleão Bonaparte, então, ele decide embarcar com toda a família real para o Brasil, com a frota sendo protegida pelos navios britânicos. A frota saiu de Portugal no dia 29 do mês de novembro do ano de 1807, e Dom João tomou a decisão de transferir toda a Corte e a administração de Portugal para o Brasil, longe dos Franceses.

Alguns dos navios foram diretamente para o Rio de Janeiro, já o navio em que estava Dom João atracou em Salvador, na Baía de todos os Santos, no dia 22 do mês de janeiro do ano de 1808. Seis dias após a sua chegada ao Brasil ele assina a carta régia, que decretava a abertura dos portos brasileiros ao comércio exterior.

Um mês depois de sua chegada ao Brasil ele partiu para o Rio de Janeiro, onde ocorreram nove dias de festas interruptos para comemorar a mudança da corte para a cidade. Por algum tempo a cidade ficou “bagunçada” até que fosse possível instalar todos os membros da nobreza na cidade.

No dia 1 do mês de abril decretou a liberdade industrial no país, ordenou também a criação de uma escola de cirurgia na Bahia e uma no Rio de Janeiro, e também uma escola de economia. Com a sua vinda ao país, diversas novas instituições surgiram, contribuindo para o progresso do país. Em 1815, no dia 17 do mês de dezembro, o Brasil foi elevado à categoria de “Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves”, deixando de ser apenas uma colônia de Portugal.

Volta Para Portugal E Reinado

Dom João VI foi coroado rei de Portugal no dia 6 do mês de fevereiro do ano de 1818, após a morte de sua mãe D. Maria I, no dia 20 do mês de fevereiro do ano de 1816. Nos anos seguintes, Napoleão foi esmagado pelas nações europeias.

Apesar de o perigo francês ter sido detido, a Inglaterra possuía muita influência sobre Portugal, o que fez com que uma revolução tomasse a cidade de Porto em Portugal, com a população revoltada e exigindo que o Brasil fosse recolonizado e a Corte voltasse para Lisboa.

Então, no dia 7 do mês de março Dom João faz o juramento prévio da Constituição, e anuncia a volta da corte para Portugal. Ele deixa seu filho, Dom Pedro, como regente do Brasil. Segundo conta-se, ao chegar a Portugal ele tinha seus olhos cheios de lágrimas, demonstrando o seu gosto pela sua estadia no Brasil.

Como E Quando Dom João Morreu?

Dom João morreu no dia 10 do mês de março do ano de 1826, dois meses após o seu aniversário de 59 anos de idade. As causas de sua morte são misteriosas.

Uma semana antes de sua morte ele teve uma intensa dor e uma crise do funcionamento do fígado, o que fez com que ele ficasse doente por vários dias. No dia 4 se sentiu melhor, saiu em um passeio de carruagem e almoçou diversos pratos, mas quando ele ingeriu laranjas ele teve uma nova crise, que fez com que ele sofresse com convulsões e vômitos.

Sua morte por muitas vezes foi considerada criminosa, apontada por muitos sendo a causa de sua morte o envenenamento. Em um estudo recente feito nos restos mortais de Dom João, que estão localizados na Igreja de São Vicente de Fora, em Lisboa, evidenciaram que em suas vísceras havia grande quantidade de arsênico, produto que seria capaz de matar duas pessoas, o que confirmou que ele foi, na verdade, assassinado.

Durante o período que ficou doente designou a regência do reino a sua filha Isabel Maria, após sua morte ele assumiu o governo e Dom Pedro foi reconhecido como legítimo herdeiro de Portugal. Antes de morrer ele já vinha enfrentando problemas com a Independência do Brasil, que havia sido proclamada no dia 7 do mês de setembro do ano de 1822, por um tempo ele planejou a reconquista da antiga colônia, porém, depois entrou em negociações com seu filho, o que fez com que a Independência fosse reconhecida por Portugal no dia 29 de agosto do ano de 1825.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *