Sonhos Recorrentes Psicanálise

Os sonhos recorrentes são algo bem comum, porém as vezes podem assustar e incomodar o sonhador, sendo que na maioria das vezes há realmente uma fundamentação para tal incomodo. A psicanálise, campo destinado a investigar a psique humana, possui algumas explicações para o que são os sonhos recorrentes.

O Que É a Psicanálise?

Como foi dito, a psicanálise pretende estudar e teorizar acerca da psique humana. Mesmo tendo um nome que pode remeter a psicologia, são dois ramos totalmente diferente.

A psicanálise foi desenvolvida pelo famoso Sigmund Freud, grande pensador que se formou médico no ano de mil oitocentos e oitenta e um e começou a atuar na profissão em que havia se formado, tendo contato com um neurologista chamado Jean Martin Charcot, que mostrou a ele a hipnose e despertou nele o interesse envolvendo a mente humana.

Com o passar do tempo, Freud teorizou que era possível entender e analisar um homem a partir do seu inconsciente, e não somente do que era visto dele. Analisando a mente humana ele propôs um método que consistia em investigar o psiquismo do paciente e todo seu funcionamento. Ele também criou uma teoria que envolve a vivência e o comportamento humano influenciando diretamente em seu psicológico. E criou um método de tratamento a partir da técnica chamada Associação Livre, que consiste em deixar o paciente falar tudo que há em sua mente, sem interrupções e filtros.

O estudo de Freud envolve basicamente conhecer a personalidade do paciente. Seu estudo é tão notável que influenciou diversas áreas da vida humana, gerando base teoria para diversos outros estudos.

Ao desenvolver a psicanálise, Freud considerou que esse era o nome dado a três coisas distintas, sendo elas: O procedimento feito para investigar a mente humana. O método que se baseia nessa investigação, e que consiga tratar possíveis distúrbios. As informações obtidas ao longo desses dois processos anteriores. Também é possível acrescentar que tal ramo de tratamento utiliza de psicose e perversão para chegar ao seu objetivo.

Para Freud, o campo onde a psicanálise surgiu era muito restrito e pouco explorado. Na época em que vivia, a maioria das doenças eram tidas como doenças nervosas e tratadas a partir de métodos físicos ou químicos, ou seja, por meio de remédios. Porém era descartado o fator psíquico, isso pelo fato dos médicos da época realmente não os compreenderem.

O psíquico naquela época era somente uma área explorada pelos místicos e filósofos, e tudo relacionado a ele não era considerado nada cientifico.

Desenvolvimento Da Psicanálise Por Freud

Após se formar médico, Freud iniciou um trabalho em uma clínica psiquiátrica, no ano de mil oitocentos e oitenta e dois. Três anos mais tarde, em mil oitocentos e oitenta e cinco, ele conheceu o Francês Carchot que era neurologista. Freud tinha o interesse de entender mais aqueles pacientes com sintomas considerados histéricos e neuróticos, e queria descobrir possíveis tratamentos para eles.

Freud acreditava que os problemas dos pacientes estavam ligados a sua não aceitação social, ou seja, aquelas pessoas com os problemas passaram por momentos em que tiveram seus desejos reprimidos para poder se enquadrar socialmente. A maioria desses desejos reprimidos estava relacionada ao sexo. Para realizar o tratamento, ele ouvia os pacientes e interferia, até que uma paciente especifica pediu para que ele a deixasse falar sem interrupção, então ele criou o método da associação livre, onde o paciente fala tudo que vem a sua mente, como sonhos, fantasias, desejos. A pessoa que está analisando as falas não deve julgar o falante, mas sim criar para ele um ambiente seguro.

O termo psicanálise é algumas vezes utilizado coo sinônimo de psicologia ou ainda psicoterapia, porém eles se diferem, já que a psicologia é a ciência que estuda o comportamento mental, e a psicoterapia é o que se vem a partir do estudo da psicologia, trabalhando a mente da pessoa. A psicanálise é mais específica, sendo uma das muitas formas de psicoterapia, ou seja, uma das práticas dessa vertente.

O Inconsciente

Freud introduziu um novo conceito do que ele acreditava ser o inconsciente. Para alguns, a dúvida que fica é como Freud teve acesso ao inconsciente para que criasse toda a sua teoria, já que o inconsciente é que daria as coordenadas e a forma de agir do homem em sua vida.

Dessa forma, nota-se que não é possível abordar o inconsciente de forma direta, e ele pode ser conhecido devido a suas formações, como os sonhos, os atos falhos e os chites, além dos sintomas que podem ser expressos no corpo da pessoa. O inconsciente também coloca na consciência  como uma receptora do seu desejo, sendo assim pode-se acreditar que o inconsciente seja uma espécie de outro “eu” dentro de cada pessoa, sendo um eu com personalidade influente no eu físico.

Inconsciente

Inconsciente

Psicanálise Sobre Os Sonhos

Ao longo da existência da psicanálise foram apontados diversos estudos sobre os sonhos, e as suas possíveis interpretações. Os sonhos teriam relação com o consciente e com o inconsciente, sendo que poderia haver alguns tipo de sonhos, totalizando quatro.

O primeiro é chamado de “Burburinhos psíquicos”, e vem de ações que ocorreram naquele dia em que você sonhou ou algum dia próximo a ele. Esse tipo de sonho então seria então uma lembrança de algo que ocorreu com você, como alguma foto que viu, um filme marcante, ou outro momento especifico do seu dia, como coisas que te marcaram, uma briga, um ato de carinho. Esses sonhos são fragmentos do dia vivido pela pessoa, alterados normalmente pela imaginação e pelo inconsciente, então talvez não seja revivido exatamente o que viu no dia, mas algo parecido.

O segundo tipo de sonho está relacionado a um conflito que ocorre entre o consciente e o inconsciente, ou seja, pode ser algo que o seu consciente deseja, mas o seu inconsciente não deseja, dessa forma pode haver uma espécie de conflito entre eles.

O terceiro está relacionado ao fato do inconsciente tentar mudar a consciência. Pode parecer estranho, mas em alguns pontos, o inconsciente pode tentar interferir na forma em que a pessoa constrói sua consciência. Esses sonhos geralmente ocorrem devido a algum problema na vida do sonhador.

O quarto tipo de sonho é chamado de “grandes sonhos”, sendo ele o mais difícil de ocorrer, e dentro desse grupo estão os sonhos recorrentes. Eles são espécies de orientação da vida de quem está sonhando, e normalmente estão relacionados a fatores extremamente influentes, como coisas ocorridas na infância ou na vida adulta que marcaram a pessoa.

A psicanálise também acha possível ocorrer sonhos premonitórios, onde a pessoa consegue ver situações que ocorreram no futuro, mesmo sendo possível é afirmado que é algo difícil de ocorrer. Só é possível ter certeza sobre a premonição se o fato realmente ocorrer.

Psicanálise Sobre Os Sonhos

Psicanálise Sobre Os Sonhos

Para a psicanálise é possível atribuir significado aos sonhos comuns das pessoas, e na maioria das vezes o significado está relacionado a algum desafio futuro que a pessoa irá passar ou outras coisas do gênero.

Também se acredita que sonhamos todas as noites, mesmo que na maioria das vezes esquecemo-nos do sonho. Para afirmar isso, é dito que ao dormir a mente realiza uma espécie de limpeza mental, que acaba se transformando em sonhos, o fato de não se lembrar de pode estar relacionado com a ideia de ser um sonho duro e então não desejamos lembrar, ou ainda por ser acordado de maneira brusca. Para psicanalíticos lembrar-se dos sonhos é uma atividade que deve ser praticada, pois é algo importante para nós, já que está relacionado com o nosso inconsciente.

A Psicanálise Sobre Os Sonhos Recorrentes

Os sonhos recorrentes estão intimamente ligados a situações emocionais, e que no geral não foram bem resolvidas e por isso elas acabam aparecendo para nós em nossos sonhos. Para saber qual é a experiência que se trata o sonho, entra a psicanálise, que irá interpretar de forma correta o sonho.  

O sonho consegue interpretar a vida emocional e mental da pessoa, e quando escutado por um especialista, pode apontar a qual problema está relacionado, qual a situação que o envolve.

Esses sonhos então são as ferramentas que o inconsciente possui para mostrar a necessidade de se resolver algum problema interno, que apesar de ser algo intimo, está interferindo na vida daquela pessoa em seus aspectos diários.

Eles podem estar relacionados com inúmeras coisas, como por exemplo, uma angustia antigo, um trauma de infância, uma situação que está sendo evitado, um problema que não foi resolvido, um comportamento que lhe incomoda, um problema conjugal, e diversa outras situações. Quando essas coisas ocorrem essa pessoa terá sonhos onde apareceram símbolos que podem ser interpretados por um psicanalista.

Muitas vezes, após um paciente frequentar um psicanalista e descobrir qual é o problema que afeta sua vida, e depois de conseguir resolve-lo, ela acaba sonhando com tal solução, e esses sonhos recorrentes acabam indo embora, ou seja, eles podem ser “curados” por meio do tratamento da psicanálise.

Mulher Sonhando Que Dorme em uma Nuvem

Mulher Sonhando Que Dorme em uma Nuvem

Por isso, quando um sonho começar a ocorrer de forma repetida, é preciso buscar ajuda, pois dessa forma você conseguirá livrar o seu inconsciente de coisas que podem estar lhe fazendo mal. Livrando-se do sentimento ruim e forte que vem desses sonhos.

Para alguns esses sonhos ocorrem porque a “alma” sai do corpo, ou seja, ela começa a devagar entre acontecimentos que ela deseja, e podendo atrair sentimentos de tristeza, angustia, dor e outros.

Ou seja, é importante ter consciência de que não é completamente saudável para a sua mente que ocorram sonhos de forma repetida, e portanto, se eles começarem a ocorrer, o melhor caminho a se seguir é tentar descobrir as raízes do mesmo, e a melhor forma disso ocorrer é indo a um especialista.

Dicas Sobre Os Sonhos 

Como foi dito, os sonhos são parte importante de nós, por isso eles devem ser analisados. Como muitas vezes ao longo do dia esquecemos dos nossos sonhos, uma dica legal é criar um diário dos sonhos, onde ao acordar você anote o que lembra daquela noite. A partir disso, você conseguirá notar possíveis padrões em seus sonhos, e indo aos poucos conseguindo interpreta-los, e com isso será possível notar se há sonhos recorrentes.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *