Bolívia Curiosidades e Fatos Interessantes

Quando pensa em fazer uma viagem para um dos países da América do Sul você considera a Bolívia como uma alternativa interessante? Se nunca cogitou dar uma voltinha em nosso vizinho sem saída para o mar pode mudar de ideia conferindo todas as curiosidades e fatos interessantes que listamos a seguir. Vamos começar essa viagem pela fantástica e curiosa Bolívia?

Bolívia: Destino Repleto de Possibilidades

Como já mencionado a Bolívia é um país com diversas paisagens e uma história fantástica para apresentar aos curiosos de plantão. Leia com atenção nossa lista e comece a preparar a sua mala para essa viagem!

Bolívia: Homenagem a Bolívar

 Bolívia é um nome que homenageia Simón Bolívar, político e militar, que teve grande importância para libertar o país, foi um dos precursores do movimento de independência da América do Sul no século 19.

Mudança de Nome

 Provavelmente você já imaginasse que o nome Bolívia era uma homenagem a Bolívar, no entanto, sabia que o país mudou de nome em 2009? Antes seu nome oficial era República da Bolívia e depois da mudança, acompanhada pela nova constituição nacional, passou a se chamar Estado Plurinacional da Bolívia. Essa mudança fez parte das medidas do presidente Evo Moralez para conseguir emplacar um terceiro mandato, a constituição restringia a apenas dois.

Um País de Extremos

Lembra que mencionamos que você iria querer fazer sua mala para ir para a Bolívia? Então lembre-se de colocar peças para climas bem distintos na bagagem, desde as mais leves para o calor tropical como as mais pesadas para o frio intenso. A temperatura no país varia de 0°C a 40°C e a altitude varia de 0 a 4 mil metros.

Esteja preparado, pois em alguns trechos se está no nível do mar e outros o ar se torna rarefeito. Os turistas podem conhecer montanhas cobertas de neve, florestas tropicais e até desertos numa única viagem.

Consumo de Coca

 A folha de gosto amargo é consumida livremente entre os povos andinos da Bolívia e pode ser um ótimo remédio para o saroche (mal da altitude). Então se você passar mal devido ao fato de que boa parte dos pontos turísticos estão a 3 mil metros de altitude pode consumir uma folha de coca.

Mas, antes de ficar assustado saiba que a folha que mencionamos é sim a usada para extrair cocaína, porém, é necessário uma quantidade enorme de folhas e um processo químico elaborado para chegar ao pó. Cocaína é proibida na Bolívia, apenas a coca é permitida. Você poderá encontrar a coca sob várias formas como de folhas para mascar sem engolir, balas, chás entre outras. Saiba mais visitando o Museu da Coca que fica na capital La Paz.

Bruxaria

Mercado das Bruxas na Bolívia

Mercado das Bruxas na Bolívia

 A colonização espanhola da Bolívia encontrou a cultura indígena que já estava estabelecida por lá criando um sincretismo bastante interessante. Muitos rituais pagãos sobreviveram ao tempo e permanecem atuais como, por exemplo, enterrar um feto de lhama desidratado no terreno em que se pretende construir um imóvel, o tamanho do feto deve estar de acordo com o tamanho da construção.

Você deve estar pensando, mas como conseguir um feto de lhama? No Mercado das Bruxas, aliás, que têm outros produtos ‘diferenciados’ como sapos secos, poções mágicas, ervas enfim uma grande variedade que faria inveja a Harry Potter. A dica é visitar esse mercado em La Paz.

Línguas Oficiais

 A Bolívia possui mais de 30 línguas oficiais, isso acontece porque a nação reconhece além do espanhol as línguas indígenas também. Para se ter uma ideia mais de 45% dos moradores falam espanhol e pelo menos uma língua indígena como chimán, moré, quéchua, yuki entre outras.

Saudades do Mar

 A Bolívia já teve uma saída para o mar, mas perdeu seus mais de 400 km de costa na Guerra do Pacífico em que o Chile foi o país vitorioso. No fim do embate foi assinado um tratado de paz pelas duas nações em que a Bolívia abriu mão do pedaço com a promessa de trânsito comercial livre, algo que o Chile não cumpriu. Até hoje os bolivianos reclamam pelo seu acesso ao mar.

Problemas Com o Brasil

Brasil e Bolívia

Brasil e Bolívia

 Parece que no fim das contas não foi só o Chile que pegou território da Bolívia. O estado do Mato Grosso do Sul compunha o território do país vizinho, mas foi tomado pelo Brasil após um conflito. O estado do Acre também era parte da Bolívia, porém, foi ‘comprado’ pelo governo brasileiro mediante o pagamento de um cavalo branco e uma quantia em dinheiro. O então presidente boliviano José Manuel Pando Solares aceitou a oferta para evitar um conflito armado.

Prisão ‘Domiciliar’

 O conceito de prisão domiciliar mencionado aqui é bem diferente do que você está imaginando. Em La Paz há uma prisão em que os detentos podem morar com suas famílias, sendo permitido que mulheres e crianças entrem e saiam de acordo com sua vontade. O controle do perímetro é feito por menos de 15 oficiais e no interior da prisão são os detentos que assumem o controle. Os presos exercem inclusive atividades comerciais no interior da prisão.

Relógios ao Contrário

Ao visitar a Plaza Murillo o turista irá deparar com um relógio de sol que gira ao contrário. Há outros relógios que marcam as horas no sentido anti-horário pelo país como uma forma de incentivar o resgate da cultura indígena. O relógio de sol criado na Europa usa a sombra para marcar as horas. Por aqui, no hemisfério norte, as horas acabam sendo marcadas ao contrário.

Plaza Murillo

Plaza Murillo

Potosí e Sua Riqueza do Passado

 Entre os séculos 16 e 17 a cidade boliviana de Potosí foi considerada a mais rica do planeta. O motivo era a mina de prata do Cerro Rico que se tornou um símbolo local. Um dos pilares da economia mundial por muito tempo, Potosí, hoje não conserva mais sua riqueza e nem sua relevância mundial.

Estrada da Morte da Bolívia

 Esse é o simpático nome da estrada considerada a mais perigosa do mundo, ciclistas e carros já sofreram acidentes bastante graves. Os precipícios que fazem parte desse trecho possuem até 4.700 metros de altitude. A rodovia passou por mudanças que a tornaram mais segura, contudo, ainda é um tanto arriscada.

Deserto de Sal da Bolívia

Deserto de Sal da Bolívia

Deserto de Sal da Bolívia

 Há 3.600 metros acima do nível do mar, o deserto Uyuni, é o maior e também o mais alto deserto de sal do planeta. Para se ter uma ideia sua imensidão se estende para mais de 10 mil km quadrados.

Lago Titicaca

 O lago navegável mais alto do mundo se estende pelo território boliviano e peruano, no entanto, é do lado da Bolívia que fica a famosa Isla del Sol que até hoje é mencionada como sendo o berço da civilização inca.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Curiosidades

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *