William Shakespeare

‘Ser ou não ser, eis a questão’, todo mundo conhece essa passagem da peça ‘Hamlet’ de William Shakespeare assim como de outras de suas peças. No entanto, pouco se fala a respeito da vida desse profícuo dramaturgo, poeta e ator. Se você sempre curiosidade de conhecer mais sobre a personalidade por trás das peças mais encenadas do mundo fique a vontade e continue a leitura.

Quem Foi William Shakespeare?

Nascido no ano de 1564 em Stratford-upon-Avon, Shakespeare, viveu até 1616 falecendo em sua terra natal. O dramaturgo se casou com Anne Hathaway com quem teve três filhos chamados Susanna, Hamlet e Judith (os dois últimos gêmeos). O período mais bem-sucedido profissionalmente para Shakespeare foi entre os anos de 1585 e 1592 quando ele se tornou um dos donos de uma companhia de teatro chamada Lord Chamberlain’s Men que depois veio a se chamar King’s Men.

Pelo fato de não haver muitos registros a respeito da vida pessoal de Shakespeare existem algumas discussões a respeito de sua aparência, religiosidade, sexualidade e até mesmo se todas as obras que lhe são atribuídas foram realmente de sua autoria. Estima-se que o dramaturgo voltou para a sua terra natal ano de 1613 vindo a falecer apenas três depois em 1616.

As Peças de Shakespeare

O período de maior produção de peças da carreira de Shakespeare foi entre os anos de 1590 e 1613. No começo o inglês, que ficou conhecido como O Bardo de Avon, se dedicava mais a escrita de comédias. Boa parte das suas obras versavam sobre personagens históricos, Shakespeare adicionou mais sofisticação a esse gênero elevando o nível das peças.

No começo do século XVII as comédias deram lugar para as tragédias, foi nessa leva de peças que ele escreveu os seus maiores sucessos ‘Macbeth’, ‘Hamlet’ e ‘Rei Lear’. As peças trágicas dominaram sua obra até o ano de 1608 quando se voltou para as chamadas tragicomédias. Nos últimos anos de vida Shakespeare trabalhou também em conjunto com outros dramaturgos.


Publicações

Durante a vida de Shakespeare as suas obras foram publicadas em versões de qualidades diferentes, desde excelentes encadernações até algumas duvidosas. Após a sua morte, no ano de 1623, dois antigos amigos do dramaturgo resolveram publicar uma obra completa de suas peças trágicas que recebeu o nome de ‘First Folio’. Contudo, atualmente foram reconhecidas duas peças trágicas que são atribuídas a Shakespeare que não constam nessa publicação.

Enquanto estava vivo Shakespeare teve certo reconhecimento sendo respeitado por seus contemporâneos, contudo, nada perto da sua fama atual. Provavelmente o dramaturgo nunca sonhou que seria autor das peças mais encenadas no mundo e que obra seria traduzida para quase todas as línguas do planeta.

Será que William Shakespeare Realmente Existiu?

Existe uma teoria da conspiração que acredita que William Shakespeare não é o autor das 40 peças e 154 sonetos atribuídos a ele. Muitos intelectuais de diferentes épocas defendem que na verdade os autores dessas obras seriam figuras mais preparadas como Francis Bacon, a rainha Isabel I ou então Christopher Marlowe que foi um poeta e dramaturgo da mesma época e que tinha uma estrutura de escrita muito semelhante a Shakespeare.

O fato de as pessoas desconfiaram da identidade de William Shakespeare é que ele frequentou entre cinco e seis anos a escola e mesmo assim apresentava aos 23 anos um vocabulário maior que o dicionário inglês da época. Além disso, esses trabalhos demonstram um amplo conhecimento de política e outras áreas que parece não ser convergente com o jovem que até os 18 anos não havia saído de Stratford onde produzia luvas com seu pai.

Mas, como já disse Shakespeare (ou não): ‘O ciúme é um monstro de olhos verdes’, ele pode ter sido um gênio em sua época.


 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Autores
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Gramei

    Manirakiza emma kevin 12 de outubro de 2011 11:05 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *