Cultura Indígena

A primeira civilização a habitar o nosso Brasil tem alguns costumes muito interessantes, totalmente diferentes das que estamos acostumados a ver todos os dias. Suas danças, festas, comidas, línguas são totalmente diferentes e próprias. Cada tribo e divisão têm um costume diferente e também um estilo de vida que normalmente não se estendem a outros povos de tribos diferentes.

As crenças dos índios também são diferenciadas, cada um deles acreditando em determinado deus. O artesanato indígena pode ser destacado com igual importância, já que eles possuem grandes trabalhos feitos a mão com uma habilidade incrível. As roupas, as pinturas nos rostos e a arquitetura também caracterizam o povo indígena e sua cultura diferenciada. Confira a seguir algumas fotos de como é a cultura indígena:

A palavra indígena, tem um sentido que determinada um povo, grupo étnico ou uma comunidade pode ser descrita como tal, em referência a alguma região específica ou local.
A chave para uma compreensão contemporânea de “indianidade”, é o papel político que um grupo cultural desempenha, para todos os outros critérios geralmente tomados para designar os grupos indígenas (território, raça, história de vida de subsistência, etc) podem, em maior ou menor grau, também serem aplicados a culturas minoritárias. Portanto, a distinção aplicada a grupos indígenas pode ser formulada como “uns grupos politicamente desfavorecidos, que compartilham uma identidade diferente, similar à nação no poder e que compartilham direitos territoriais para uma área especial, regidos por um poder colonial¨. No entanto, o termo específico dos povos indígenas, tem uma interpretação mais restritiva quando usada no sentido mais formal, legalista, e acadêmicos, associada com os direitos coletivos das populações humanas.

Imagem de Amostra do You Tube

6 comentários

  1. eu sou indencedente de indio
    e amo idios poque somos todos de um pai que si chama Deus

  2. mui too bom adoreii quero sabe como eu faço pra mim ver todos s dias esse site ?? pq eu me esqueço

  3. ROSELY RIBEIRO DE LIMA

    trabalhei na Funasa, quase 4 anos, mais por ver tantas falsidades e mentiras, ma vontade, dos chefe de polo e casai acabei perdendo o emprego ,porque não suporto viver no meio de tanta falsidade , e mentira e safadeza fingimento,e fechar os olhos e fingir que nada ta acontecendo, enquanto vejo meus irmãos indígenas passando por tanta necessidade e o chefe do polo não esta nem ai, quero muito poder ajudar ,mais precisamos de gente que ame o que faz, e não trabalhar só pelo salario.e ainda vivendo em cima de mentiras, indígenas acorda ou vai ser muito tarde, para seus filhos, se agora ja esta assim imagina quando estes bebes estiver jovens , lutem pelo seus povos, não deixe os brancos tomar conta mais sim vocês,porque se existi-se um aparelho para ver quem trabalha por amor ou pelo dinheiro, esse aparelho pegaria fogo, porque ta para contar nos dendos aquele que quer ver os indígenas bens,vocês são inteligente, para cuidar de um polo para cuidar de uma casai, e deixa os brancos tomarem frente, esse tempo já passou, e vocês hoje são ate mais inteligentes que certos brancos, mais párese que tem medo.achando que não são capaz, ate quando vão ficar atras do muro vendo os parentes sofrer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>