O que é Arte Contemporânea?

Os estudiosos de arte não conseguem chegar a um consenso sobre quando o período de arte contemporânea começou, porém, pela “média”, seria correto afirmar que deu-se na metade do século XX, logo depois do fim da Segunda Guerra Mundial. Seria o ponto de ruptura com a arte moderna e o início da contemporânea.

Neste período é que surgiram várias escolas, movimentos e estilos que podemos caracterizar com perfil de arte contemporânea. Era um momento da história mundial, o pós Segunda Guerra, que os artistas estavam mais atentos a reconstrução da sociedade, mas da sua parte inconsciente. Dessa forma, costumes e a necessidade de se produzir em massa foram colocados de lado.

Era uma arte que se “dividia” em várias linguagens e que era “permitida” a experimentação de várias técnicas, até então, completamente desconhecidas.

O Momento de Evidência da Arte Contemporânea

Apesar de encontrarmos vestígios e indicações de que a arte contemporânea surgiu logo depois do fim da Segunda Guerra Mundial, ela tornou-se mais evidente somente anos depois, na década de 60. Neste momento, os estudos sobre a nova direção da arte se tornaram mais comuns e profundos. Foi uma época com grande efervescência cultural e um questionamento da sociedade do mundo como um todo. Uma época marcada pelo estilo rebelde difundido principalmente pelo cinema, mas também pela literatura, pela televisão e a moda.

Somada a essa nova postura da sociedade, os avanços da tecnologia estavam sendo impulsionados na necessidade de chegar até o espaço. Aliás, fato esse, que pode ser observado na influência que a arte sofreu com essa “meta”. Muita recorrência ao brilho do vinil, por exemplo.

A tecnologia e a ciência, sem dúvidas, abriram portas para que a sociedade poderia traduzir a própria vida.

Os Pilares da Arte Contemporânea

Os pilares da arte contemporânea foram basicamente os mesmos que serviram para a arte moderna, o movimento e as máquinas. Porém, na nova era da arte, a percepção do tempo ganhou importância. Fato que pode ser observado na interação com o tempo real, o avanço da tecnologia e a reflexão do homem com o espaço.

Neste momento, o homem parou para olhar para o meio ambiente e começou a trabalhar a arte com reaproveitamento de materiais, tema que foi se popularizando ainda mais no final do século XX. Paralelo a esse movimento da arte contemporânea, acontecia a globalização impulsionada pela internet.

A Arte Contemporânea: Entre 1945 e 1965

Podemos destacar desse período os principais movimentos de arte contemporânea: Arte Bruta, Arte Informal, Expressionismo Abstrato, Combine, Arte Cinética, entre outros.

A Arte Contemporânea: Depois de 1965

Os movimentos que merecem destaque desse período são: Minimalismo, Arte Conceitual, Viodearte, Arte Urbana, Grafiti, entre outros.

Arte Contemporânea: Expressionismo Abstrato

Esse movimento começou nos Estados Unidos logo após o fim da Segunda Guerra Mundial. Na verdade, foi a primeira vez que um movimento de arte americano influenciou o mundo e além disso, colocou New York no mundo artístico. Até então, somente Paris tinha sido esse centro artístico do mundo.

O Expressionismo Abstrato começou a se desenvolver na década de 40 com a pintura e recebeu esse nome, pois combinava a estética das escolas da Europa com o expressionismo da Alemanha. As escolas da Europa eram o Bahaus, Futurismo e o Cubismo Sintético.

Quem pela primeira vez usou o termo Expressionismo Abstrato para descrever a pintura americana de Arte Contemporânea foi o escritor Rosenberg, no ano de 1952. Destacaram-se nesta época os pintores: Philip Guston, Arshile Gorky, entre outros.

A maioria dos artistas que faziam parte desse grupo de expressionistas abstratos eram jovens e a principal característica do trabalho era usar uma palheta agressiva, misturando traços geométricos aleatoriamente. Além de pigmentos um sobre os outros, de forma grosseira, como se fosse uma pintura feita no automático.

Uma curiosidade é que os americanos deixaram de lado os cavaletes para pintura e começaram a pintar com as telas no chão ou na parede. Uma forma que os colocava praticamente dentro da tela.

Alguns artistas usavam pigmentos até então nunca experimentados, como empaste produzido com areia, cinza vulcânica e vidro moído, eram alguns deles. Foram muitas manifestações que se embalaram pelo expressionismo abstrato, porém, podemos destacar duas principais: Action Paintign e Color Field.

A primeira é caracterizada por obras muito gestualistas. Tudo como um mero acaso para a composição da pintura. Já a segunda tendência, de Color Field, que teve como principais pintores Gottlieb e Rothko, tinha um lado místico, como se fizesse parte de um ritual de meditação. Os artistas buscavam experimentar as qualidades das texturas e com poucos elementos pintavam os quadrados, relacionando cores com um enorme sutileza e deixando que os limites ficassem sem definição.

Arte Contemporânea: Minimalismo

O minimalismo não está somente ligado à pintura, se refere a muitos movimentos de arte, mas também científicos e culturais. Todos, que ocorreram no século XX e cujo principal objetivo era “menos é mais”, isto é, uso de poucos elementos.

O movimento de arte minimalista influenciou muitas áreas e em algumas delas expressivamente, como no caso da música, do design, das artes visuais e até mesmo da tecnologia. Podemos descrever, por exemplo, filmes de Robert Bresson, como minimalista ou peças de Samuel Beckett com o mesmo termo. Na literatura podemos destacar Raymond Carver e na tecnologia Colin Chapmane.

Neste movimento, o grande destaque foram para os russos, o principal deles, Cosntantin Brancusi, um escultor, cujao trabalho era de decomposição e recomposição. Outro destaque do minimalismo era a sua preocupação de tornar a arte uma expressão universal, que fosse fácil de entender por todas as sociedades do mundo.

Na Revolução Russa o minimalismo foi usado como “matéria de Estado”, isto é, eles queriam que os russos estivesem na vanguarda. Um projeto que ajudou, segundo os historiadores, no processo de industrialização daquele país.

O movimento minimalista abriu caminho para outras artes e uma das que “sugou” mais do que foi deixado pelo minimalismo foi os movimentos abstratos, principalmente, o geométrico.

O movimento minimalista de arte contemporânea rapidamente se espalhou pelo mundo e teve representantes em vários países, em várias tipologias de arte.

O que é?

Esta é uma excelente pergunta, e que não é discutida com uma frequência suficiente. A arte contemporânea pode ser definida de várias formas, como a arte produzida neste momento presente ou a arte produzida desde a Segunda Guerra Mundial. A definição da palavra contemporânea apoiaria a primeira vista, mas os museus de arte contemporânea costumam definir suas coleções como consistindo de arte produzidas desde a Segunda Guerra Mundial.

A arte contemporânea é exibida pelas galerias comerciais de arte, e colecionadores particulares, empresas e organizações financiam certas exposições de artes.  Os museus de arte contemporânea ou locais próprios definidos por artistas são os espaços que exibem grandes demonstrações de artes.

Há estreita relação entre financiamento público das organizações de arte contemporânea e do setor comercial. Por exemplo, na Grã-Bretanha, uma grande quantidade de negociantes representam os artistas que participam na condução de financiamento público dos museus de arte contemporânea.


Categoria(s) do artigo:
Arte
1.535
http://www.prosperaweb.com.br/

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • odeio arte comteporania bjo

    jessica santos da silva 15 de setembro de 2011 19:10 Responder
    • pq eu quero sabe qual é o principal artista da arte conteporanea

      ronald 24 de novembro de 2011 23:06 Responder
    • Você odeia Arte Contemporânea porque não a entende, quando compreender melhor o estilo passará a amar.

      mania de arte 9 de julho de 2013 21:27 Responder
  • quero sabe qual é o principal artista da arte conteporane

    ronald 24 de novembro de 2011 23:04 Responder
  • Eu também jéssica!

    sex on the beach 19 de dezembro de 2011 2:12 Responder
    • Eu gosto muito de arte conteporãnea,mesmo sendo muito enjoado as vezes.☺

      Luana 13 de agosto de 2012 22:06 Responder
  • Antes eu gostava de artes ate a minha professora me pedir para pesquisar então eu a partir de agora odeio arte

    Larissa 14 de fevereiro de 2012 21:03 Responder
  • jessica pela graca de deus e artecontemporânea.

    thiago lopes 23 de fevereiro de 2012 0:34 Responder
  • jessica pela graca de deus e artecontemporânea……..

    thiago lopes 23 de fevereiro de 2012 0:35 Responder
  • eeu seempre odieei a matériia artes! e as professoraas tbm..kkkkkkkkkkkk

    inara 25 de março de 2012 23:27 Responder
  • concordo plenamente com vooc’ Inara ,artees ée INSUPORTÁVEL

    taty 25 de março de 2012 23:30 Responder
  • eu gosto de arte pois e o que nos vivemos
    podem perceber que em todos os lugares
    existem artes de todos os tipos poparte e
    outros varios tipos

    Nicoly Pereira de Oliveira 13 de abril de 2012 14:18 Responder
  • amei!vcs arrasarão!mas não entendi quase nd!

    giovanna dias 16 de abril de 2012 19:42 Responder
  • Arte é arte. Não é mesmo para qualquer um. Arte requer sensibilidade e a maioria é insensível e grosseira.

    noemí 8 de junho de 2012 12:50 Responder
  • eu queria saber o que os artista acham da obra contemporanea

    bruna 14 de junho de 2012 11:33 Responder
  • eu tambem quero saber o que os artista acham, da obra eu tambem sempre gostei de arte porque na minha escolar a professora ela faz arte tambem então fazer as coisas e super maneiro eu apoio a arte

    izabela 14 de junho de 2012 11:37 Responder
  • adorooooooooo arte conteporânea é bommm demaiss d+

    Luana 13 de agosto de 2012 22:11 Responder
  • eu queria saber quem inventou a arte comteporanea eu gosto muito das artes que é a arte comteporanea
    bjsssssssssssssssssssss!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    patrycia albukerk mersse 13 de setembro de 2012 19:13 Responder
  • eu adoro arte pois ela esta presente no nosso dia-a-dia ,pessoal…

    BRENDHA 29 de setembro de 2012 11:43 Responder
  • Eu gostei muito da resposta,pois foi bem simples e respondeu minha pergunta:]

    Gabriela Montigio 27 de outubro de 2012 23:08 Responder
  • muitooo legal cm conteudos bem interessantes…

    suellén 3 de abril de 2013 19:17 Responder
  • gostei

    nayara 25 de maio de 2013 17:31 Responder
  • Só estou aqui pra fazer trabalho da escola mesmo!

    Anne 28 de outubro de 2013 20:19 Responder
  • gostei muito

    vanessa 29 de abril de 2016 0:28 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *