Toda História da Igreja

Desde seu surgimento até nossos dias, a história da igreja[1] sempre demonstrou ser a história da revelação da graça de DEUS em relação ao homem.

Contudo, antes de iniciarmos nosso breve estudo sobre os vinte séculos nos quais a igreja de CRISTO – que existe paralelamente às religiões humanas – tem estado ativa, é importante conhecermos certos acontecimentos relevantes que serviram, na história, como divisor entre uma época e outra.

Ao todo, consideraremos sete acontecimentos de grande importância, que identificam os períodos da história da igreja.

Apostolo João

Apostolo João

Em primeiro lugar temos a pré-existência da Igreja. Depois, temos a igreja apostólica. Encontramos ainda na história as perseguições imperiais, o surgimento da igreja imperial. Mais tarde vemos a igreja medieval seguida pela igreja reformada e finalmente a igreja atual.

Falando em uma ordem lógica, poderíamos dizer que: Deus projetou a igreja, CRISTO fundou-a e deu-lhe início, JESUS deu formou-a e o ESPÍRITO SANTO confirmou-a, mantendo-a viva e atuante.[2]

A Pré-Existência da Igreja

Como “pré-existência” da igreja de CRISTO, nos referimos ao fato de sua existência como projeto, como plano de DEUS mesmo antes de criar o universo. Na Bíblia Sagrada, mais precisamente no livro de Efésios, encontra-se registrado que “… nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos, e irrepreensíveis diante dele em amor.” (cap.1 vers.20).

Igreja Católica

Igreja Católica

Outros textos corroboram o mesmo pensamento, ou seja, de acordo com a presciência de DEUS TODO PODEROSO, ELE escolheu revelar-se ao homem que criaria. Também segundo sua onisciência e presciência, ELE conhecia a queda do homem, sua desobediência, e já arquitetara um plano pelo qual levaria a cabo a salvação da humanidade. Por isso mesmo encontramos no livro de Apocalipse a frase “do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo…”, fazendo uma referência à morte de JESUS CRISTO – o Cordeiro de DEUS, que já estava determinada antes da fundação do mundo.

Logo, a igreja já era um plano de DEUS. Já existia em Seu coração!

O Nascimento da Igreja

Embora já fizesse parte do plano original de DEUS, era necessário que a Igreja nascesse. Para tanto, foi necessário que DEUS trabalhasse ao longo dos séculos de existência humana, para que no tempo oportuno ELE desse a entender aos homens o Seu propósito.

Desde o princípio da criação DEUS pretendia caminhar “entre” os homens. Vemos isso no fato de que todos os dias, DEUS passeava pelo Éden, jardim onde estavam Adão e Eva, sua mulher. Lamentavelmente o homem caiu em transgressão e com isto, teve que ser banido da face do SENHOR.

Entretanto, conquanto DEUS os expulsasse fez, para ambos, roupas de pele cobrindo sua nudez, mostrando com isto que a nudez do homem não pode ser coberta com quaisquer roupas feitas por ele mesmo, mas apenas pelas que DEUS lhe proporciona. Claro, isto num nível espiritual.

Bem no início da humanidade, DEUS ensinou algo ao homem, e este, por sua vez o transmitiu aos seus descendentes, a tal ponto que em Gênesis 4:26 encontramos o relato de uma prática iniciada na remota história humana: “começou-se a invocar o Nome do SENHOR”. Podemos instaurar como sendo aqui o nascimento da igreja. Aqui começou a distinguir-se entre um grupo de pessoas que buscavam a realidade espiritual, a comunhão com o Criador das demais pessoas. Aqui houve uma separação entre o que a Bíblia trata por “filhos dos homens” e “filhos de DEUS”. Aqui começou a formar-se a Universal Assembleia dos Primogênitos inscritos nos céus.

Igreja na Idade Média

Igreja na Idade Média

Para tornar conhecida a Sua Igreja, DEUS operou de forma sobrenatural no dia de pentecostes[3]. Na manhã do dia de Pentecostes, observamos os seguintes fatos:

  • 120 discípulos de JESUS estavam reunidos orando e buscando a Promessa de DEUS;
  • Um som foi ouvido por todos, como de um grande e impetuoso vento, e foram vistas sobre eles línguas repartidas, como que de fogo;
  • Esses seguidores de JESUS eram judeus, entretanto falaram todos em diversas línguas, em idiomas de todas as faces do globo terrestre;

O fato sobrenatural ocorrido naquele dia ocasionou um efeito tríplice entre eles:

1)       Iluminou suas mentes;

2)       Entenderam que o Reino de DEUS não é político e não tem nada a ver com a política desse mundo;

3)       Entenderam que a partir daquele momento suas vidas deveriam ser vividas na total dependência do ESPÍRITO SANTO.

por Carlos Alberto Bächtold – Funcionário do Laboratório Municipal de Foz do Iguaçu.


[1] Por igreja entenda-se a soma de todos aqueles que foram regenerados pela Palavra de DEUS.

[2] Aqui diferenciamos o CRISTO de JESUS CRISTO, entendendo que CRISTO é o Verbo, a imagem visível do DEUS invisível, manifesto ao homem ao longo do tempo, e JESUS CRISTO é a encarnação do Verbo. Temos com isso uma revelação progressiva do TODO PODEROSO.

[3] Pentecostes: Uma festa anual que acontece em Jerusalém aonde os judeus vêm de todas as partes do mundo para oferecer a DEUS o melhor de suas colheitas e do fruto de seu trabalho. Ainda hoje essa festa acontece naquele lugar.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Religião
1.538

Função: Programação e SEO
Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI)
Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG)
Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *