Jotunheim, Lar dos Gigantes do Gelo

História

Jotunheim, Lar dos Gigantes do Gelo

Jotunheim, Lar dos Gigantes do Gelo

Na mitologia nórdica e viking, os gigantes do gelo (conhecidos como Jotun) são os inimigos dos deuses. Desde o começa da criação quando os deuses rasgaram o corpo do vil gigante Ymir para criar o mundo, estes dois grupos foram inimigos, destinados a se encontrar novamente no fim do mundo, na grande batalha de Ragnarok.

Todos os gigantes do gelo, exceto Bergelmir e sua esposa, afogaram-se no caos causado pela enchente com o sangue de Ymir. O par sobreviveu usando um tronco vazio como barco e viveram para dar continuidade a sua raça, no novo lar Jotunheim.

Simbologia

Fotos

Fotos

Os gigantes do gelo personificavam o ambiente gélido e as poderosas forças da natureza, especialmente o inverno, para os povos do norte. Eles eram imensos, fortes e ameaçadores, uma ameaça constante aos deuses nórdicos, assim como o ambiente gélido do norte era uma ameaça constante ao povo nórdico.

Além disso, os gigantes do gelo usavam toda oportunidade possível para se contrapor aos deuses, feri-los ou até mata-los, assim como o frio do inverno poderia fazer com os esforços dos vikings em relação ao que cultivaram na primavera. Então quando terríveis correntes de ar gélido tomavam a região ou uma avalanche os aterrorizava, eles rapidamente poderiam culpar os gigantes do gelo por sua falta de sorte.

O lar dos gigantes do gelo, Jotunheim, é uma vastidão gélida na beira do mar, uma terra árida e montanhosa, com grandes picos nebulosos, terríveis nevascas e ventos congelantes. Um dos nove reinos na árvore cósmica Yggdrasil, Jotunheim fica localizado no meio da grande árvore, próximo a Midgard, o lar dos humanos e era a terra dada aos gigantes por Odin e seus irmãos na criação.

Utgard e as Ilusões

Ilusões

Ilusões

Várias fortalezas dos gigantes formavam Jotunheim, mas a principal delas era Utgard. Criada de blocos de neve e gelo e guarnecida de estalactites de gelo, Utgard era uma fortaleza de frio paralisante.

Os gigantes não eram só fisicamente poderosos como também tinham grandes poderes mágicos, principalmente criando ilusões e logros contra os deuses. Conta uma lenda que Thor, o maior dos inimigos dos gigantes, juntamente a seus companheiros Loki e Thialfi, uma vez bravamente atravessaram as defesas de Utgard para passar por vários testes de poder propostos pelos gigantes.

Foram desafiados a beber todo o conteúdo de um cálice, correr e comer mais do que os campões dos gigantes e vencer a uma velha senhora dos gigantes em uma batalha corporal. Os deuses perderam todos os desafios sem saber que o cálice estava ligado ao mar (que, no entanto baixou seu nível com os esforços de Thor em beber tudo), o corredor era o pensamento, o devorador era o fogo e a senhora era a velhice.

Nenhum destes poderia jamais ser vencido, mas estavam disfarçados pelos gigantes que apesar dos ultrajes desferidos contra os deuses por falharem, estavam aterrorizados com o poder das tentativas. Somente depois de partir, os visitantes perceberam a ilusão que inclusive formava a grande fortaleza.

Thor era poderoso contra os gigantes, o golpe de seu martelo dizia-se que podia matar qualquer gigante, rachando-lhes o crânio. Os gigantes por fim marchariam contra os deuses liderados pelo traiçoeiro Loki (que tinha relações tanto com os aesires quanto os gigantes) na grande batalha final de Ragnarok, lutando lado a lado com outras feras e seres assombrosos, como o lobo Fenrir.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
História
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *