Monte Licabeto

Localizado em Atenas, na Grécia, o Monte Licabeto tem a sua formação toda em calcário e fica bem no Cretáceo. No seu país de origem também é chamado na sua língua de Lykavittos ou Lykabettos.

O Monte Licabeto é na cidade o seu ponto mais alto e de lá de cima dá para admirar tudo que está em torno. A altura é de exatamente 277 metros acima do nível do mar. Enquanto a base é cheia de Pinheiros sobre ela e lá no seu pico, quem deseja visitá-lo encontrará a Capela de São Jorge que foi fundada no século XIX. Atualmente, os turistas ainda podem contar no alto do monte com uma restaurante e um teatro.

Sobre os Pinheiros Que Cobrem o Monte Licabeto

Uma das atrações do Monte Licabeto da Grécia é o fato de ele ter sua superfície repleta, totalmente coberta por pinheiros.

Essa planta que é nativa do Hemisfério Norte é muito mais comum na América do Norte. Um dos lugares que é repleto da árvore é no estado da Califórnia, nos Estados Unidos e também no México. Enquanto na Europa é mais comum vê-la ao leste da Escócia, em Portugal, na Rússia e mais no Himalaia e norte da África. Fazendo que seja praticamente uma raridade na Grécia, porém, no monte existe em grande quantidade.

Os pinheiros tambéem podem ser vistos no Brasil, mas não em uma situação tão particular quanto na Grécia, no maior monte do lugar, porém, para vê-lo, somente m lugares cuja altitude seja acima de 500 metros.

As Características dos Pinheiros

Os pinheiros possuem casca escamosa e muito grossa e são classifcados como plantas perenes. As flores surgem de forma regular e nacem de brotos em forma de espiral. Outra característica que faz com que essa árvore seja tão especial é o fato de ela ter quatro tipos de folhas distintas, que são: folhas sementes, as folhas jovens que chegam a medir de comprimento 6 centímetros, as folhas chamadas de protetoras, que são na cor parda e por fim, a folha na fasea dulta, que possuem uma espécie de forma de agulha e são bem verdes.

As folhas na fase adulta, chamadas de agulhas duram por um longo período, no mínimo um ano e seia meses e no máximo 40 anos. A diferença de tempo tem a ver com a diferença da espécie. Uma coisa interessante é o quanto é rápido o pinheiro para substituir uma folha. Caso um animal como parte de um broto, por exemplo, imediatamente, começa a nascer um outro para que a substituição seja feita.

Voltando ao Monte Licabeto

Agora que você já sabe a beleza que irá encontrar no Monte Licabeto, pois os pinheiros merecem uma atenção especial, vamos falar sobre a parte de se fazer turismo no lugar. Obviamente, o “endereço” está entre os mais visitados da Grécia, e sendo assim tão popular é bem fácil chegar até ele. Basta usar o serviço do “Funicular Licabeto”, ele parti do terminal Kolonaki, que fica localizado na rua Aristippo e sobe o morro até chegar no monte. Sem nenhuma complicação, até porque é tudo pensado para os turistas que querem conhecer a atração.

O Monte Licabeto também é um lugar que “conserva” muitas lendas na Grécia. Uma delas é que lá era um refúgio de lobos e daí o seu nome. Lobo em grego é lycos.

Também se faz a relação do monte com a mitologia, neste caso, Licabeto seria a deusa Atena. Segundo a lenda ela teria caído de uma montanha que carregava Pallene para realizar a obra da Acrópole, isso depois de ter tido a caixa aberta Erictônio.

Sobre Atenas: Cidade Que Abriga o Monte Licabeto

A visita no Monte Licabeto deve fazer parte do roteiro de quem viaja até Atenas, na Grécia. Além de ser a maior cidade do país, é também a sua capital. Outro particularidade de Atenas é o fato de ser uma das cidades mais antigas do mundo. Calcula-se que desde muito tempo, aquele território foi habitado, sem ter nenhum momento em que ficasse completamente vazio. Estamos falando de mais de 3.400 anos.

Falando um pouco da história, podemos falar sobre o período da Grécia Antiga, cujo a cidade era Atenas Clássica e tinha grande importância no poder do Governo, assim como foi uma época importante para sua evolução. Outro fato importante é ter sido um lugar para encontros de filósofos e artistas da Antiguidade e assim seguiu no tempo. Sem falar que é considerada o berço da civilização.

No ano de 2012, Atenas estava entre as 50 primeiras cidades mais ricas do mundo, quadro esse que sofreu alteração por conta da crise que assola a Europa. Outra vantagem da cidade que é reconhecida mundialmente, além do seu potencial turístico, é o fato de ela ter uma ótima localização geo-estratégica. Por isso, se trata de um ponto importante para atividades culturais, de artes, de comércio e de finanças.

No ano de 2011, a população de Atenas não chegava a 670 mil pessoas e para a União Europeia era a sétima área urbana com o maior número de pessoas. Ficando ao lado mais sul do continente da Europa.

Ao longo dos anos, a cidade conservou toda a sua história que pode ser admirada através de obras de arte e de arquitetura de muitos anos atrás. Além disso, o visitante pode admirar momentos bizantinos e romanos. Não foi a toa que a UNESCO classificou Atenas como um Patrimônio Histórico da Humanidade.

Atenas se tornou a capital da Grécia somente no ano de 1834 e é lá que podemos observar além do Monte Licabeto, a Biblioteca Nacional da Grécia, o Parlamento Helênico, a Academia de Atenas e a Universidade de Atenas.

Os primeiros jogos Olímpicos da modernidade também foram realizados na cidade, no ao de 1896 e voltou a ser sede de jogos, depois disso, em 2004, nos Jogos Olímpicos de Verão. Não tem como falar de Atenas em lembrar que ela é o lugar do Museu Arqueológico nacional e com isso tem a maior coleção de antiguidades gregas do mundo.

A Grécia é um pequeno país que abriga alguns dos lugares mais lindos do mundo, já que é banhada pelo Mar Mediterrâneo, mar Azul e de águas claras. Nela nasceram os principais ideais democráticos que encabeçam nossa liberdade atual, e ainda as primeiras artes como o teatro, nos gêneros de comédia e drama. Apesar de bela, a Grécia tem enfrentado diversos problemas de ordem econômica, mesmo tendo entrado na Zona do Euro e fazendo parte da União Europeia desde o ano de 1981, por isso tem recebido constante ajuda internacional para manter-se em dia com suas dívidas.

O país tem enfrentado ainda muitos conflitos internos, já que o povo não aceita sofrer com os rigores, em razão de pagamento da dívida externa. Mazelas à parte, quem visita a Grécia, mesmo que seja de passagem, tem a certeza de que Deus existe e certamente já fez morada em alguma de suas ilhas, pois todas são muito semelhantes ao ideal de paraíso que temos, com praias de areias brancas que contrastam com o magnífico tom de azul do mar. Dentre os vários locais que recebem constantes turistas está o Monte Licabeto, também chamado de Lycabettos, Monte Lycabettus ou ainda Lykavittos.

O Monte Licabeto está localizado em Atenas, situada na região do Peloponeso, capital da Grécia, e tem a altura média de 277 metros acima do nível do mar. Este monte é o mais alto que há na capital, com vegetação em seu pico e ainda a Capela de São Jorge, construída no século XIX, além de restaurante e teatro. Na base do monte está o Bairro de Kolonaki, uma dos mais chiques e estilosos da cidade, com diversos restaurantes e boutiques. O acesso ao Monte Licabeto pode ser obtido através do Funicular Lycabettus, conhecido popularmente como teleférico, e liga o monte ao Bairro de Kolonaki.

O transporte foi inaugurado em abril de 1965, contando com dois vagões, que podem se mover separadamente. O Monte Licabeto é palco de várias lendas locais, devido à sua beleza e também à distância da cidade, que segundo o povo do lugar era refúgio de muitos lobos, o que afugentava qualquer tipo de visita. Daí a origem do nome: aquele morro que repleto de lobos, ou o local onde os lobos andam. Partindo da Mitologia Grega, o Monte Licabeto fora criado por Athena, quando esta caíra da montanha e carregava Pallene durante a construção da Acrópole. O local é visita obrigatória de quem passa por Atenas, pois a vista mais bela do lugar é tida de lá, inclusive algumas das melhores peças de teatro e concertos musicais são feito no teatro que há no topo do Monte. Do alto pode se ver a Acrópole, Parlamento Helênico, o Zappeion e ainda a Praça Monastiraki.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
História
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • interessante a historia do monte Licabeto.eu avho que eu vou consegui tirar uma boa nota com esse texto obrigado a quem publicou esse texto.
    😀

    Nathalia 21 de Maio de 2012 23:13 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *