Baudelaire

Mais conhecido pelo sobrenome, Baudelaire, Charles Pierre, nasceu em Paris, cidade onde também faleceu. Viveu entre 9 de abril de 1821 e 31 de agosto de 1867. Era um poeta boêmio também chamado de dandy, naquela época, também dissertava sobre a arte da França.

Baudelaire se destaque principalmente pelo fato de ser um dos precursorse do Simbolismo e é considerado como a pessoa que fundou a tradição moderna em poesia. O título mundial, o francês divide com Walt Whitman. Porém, essa não foi a única escola de arte que despertou o interesse de Baudelaire, que passou por outra.

As suas obras também foram fundamentais para os artistas que desenvolveram artes plásticas durante o século XIX.

Biografia De Baudelaire

No dia 9 de abril de 1821 nascei em Paris, na França, Charles Pierre Baudelaire. Os seus estudos doram feitos no Colégio Real de Lyon e uma outra parte no Liceu Louis le Grand. Nesta segunda escola, Baudelaire acabou sendo expulso por conta de um episódio na sala de aula. Ele recebeu um bilhete de um colega e o professor viu e pediu que lhe entregasse, Baudelaire se recusou e foi expulso.

No ano de 1840, considerado pelo padrasto um “garoto problema” foi mandado para Índia, destino que ele nunca chegou. O jovem Baudelaire chegou até a ilha da Reunião e de lá voltou para Paris.

Quando chegou a maioridade, tomou posse da herança que o seu pai lhe havia deixado e nos dois anos seguintes, viveu submerso no mundo do álcool e das drogas junto com Jeanne Duval.

Quatro anos depois, a mãe de Baudelaire recorre a Justiça para que a sua fortuna volte a ser controlada e consegue, passando a ficar um notário responsável por ela.

Livro De Poemas De Baudelaire

No ano de 1857, Baudelaire lança um livro com 100 poemas cujo título era “As flores do mal”. Nesse mesmo ano, o escritor francês é acusado de “ultrajar a moral pública” pelo conteúdo dos seus poemas. Todos os livros foram recolhidos e autor e editora foram multados, Baudelaire pagou 300 francos e a editora 100 francos.

Dos 100 poemas, 6 deles foram censurados e não o livro inteiro. Baudelaire não discute a sentença e faz novos peomas para que substituíssem aqueles que tinham sido julgados como inapropriados.

O episódio deixou marcas na sua biografia e contribui de forma negativa quando o autor tentou entrar na Academia Francesa. Os estudiosos que lá estavam discutiam se era oportuno ou não e os poemas censurados serviam para “falar” contra o escritor.

Porém, históricos levantam a suspeita de que de fato Baudelaire não estava interessado na Academia Francesa, mas o seu ingresso seria uma forma de se “reabilitar” aos olhos da mãe. Para que ela voltasse a dar dinheiro ao filho. Outros defendem que ele queria melhorar a sua imagem diante do público em geral, que faziam fortes críticas as suas obras, principalmente, a burguesia da época.

Baudelaire não conheceu a fama antes de morrer. Sua morte foi prematura, em 1867, com 46 anos. Seu corpo foi sepultado no cemitério de Montparnasse, em Paris.

As Influências De Baudelaire

O escritor francês Baudelaire morreu sem conhecer a fama, mas as suas obras não deixam dúvidas de que foi um precursor para os poetas simbolistas. Por isso, que os críticos o consideram o “fundador da poesia moderna”. Essa conclusão é por conta da percepção da realidade que podem ser lidas nos seus poemas. Eram textos objetivos para expressar sentimentos. Um exemplo forte dessa característica da obra de Baudelaire, segundo os críticos, pode ser observada no poema “Correspondances”, que faz parte do livro “As Flores do Mal”. Nele é evidente a origem da sua ideia do simbolismo.

Na sua poesia fica evidente a forma como ele descreve imagens que fazem parte do cotidiano, o modo de ver do autor, por isso, o escritor francês se destacou naquela época, era o que conseguia, através a sua sensibilidade, captar melhor as fortes mudanças que a grande capital, Paris, vinha sofrendo.

Baudelaire era exatamente igual aos escritores modernistas que viram logo depois dele. Não suportava o que chamava de “entorpecimento da reprodução do mundo”. Era realista e detestava o exagero da subjetividade, em qualquer que fosse a arte.

Ele mesmo se fez uma pergunta para depois respondê-la o que pensava sobre a arte pura, como a definia. Resumiu em algo que deveria ser criado com ao mesmo tempo sujeito e objeto, o mundo fora e o próprio artista. Segundo ele, para aprender a verdadeira realidade era necessário usar os sentidos.

Seus pensamentos, seus poemas, suas ideias, o transformaram na principal referência para os poetas que vieram depois até o século XIX e o título de pai da poesia moderna.

A Morte Precoce De Baudelaire

Baudelaire passou praticamente toda a vida em Paris. Saiu poucas vezes da cidade da França, uma delas rendeu o seu encontro com Félicien Rops, na Bélgica, a quem Baudelaire incumbiu a tarefa de ilustrar o seu livro Flores do Mal.

Os sinais de que Baudelaire não estava bem de saúde começou em uma visita que estava fazendo à Igreja de St. Loup. O poeta perde a consciência completamente. Depois desse episódio, Baudelaire sofreu várias alterações no cérebro, causando afasia.

No ano de 1866, em março, mais um problema, Baudelaire sobre de hemiplegia. Acaba vindo a falercer praticamente um ano depois desse episódio, mas o que levou o poeta francês à morte foi a sífilis.

Baudelaire estava trabalhando em um novo projeto que acabou ficando inacabado, pois ele faleceu no dia 31 de agosto de 1867. Acabou deixando como o seu principal trabalho, o livro Flores do Mal, que reúne boa parte do que o poeta produziu nos anos de vida.

Assim como muitas outras personalidades francesas, Baudelaire está enterrado no cemitério de Montparnasse, em Paris. Ele divide o túmulo com a mãe e o padrasto, o general Jacques Aupick.

O cemitério que é um dos mais visitados ao mundo, por conta das celebridades que ali foram enterradas, logo na entrada, tem indicação de onde encontrar o túmulo de cada uma das personalidades. No caso de Baudelaire, o poeta foi enterrado na sexta divisão.

O poeta francês Charles Pierre Baudelaire mais conhecido por Baudelaire nasceu no dia nove do mês de abril do ano de 1821 e faleceu no dia trinta e um do mês de agosto do ano de 1867. Fez um trabalho incrível como crítico de arte, ensaísta e foi um grande tradutor de Edgar Allan Poe. Entre suas muitas obras a mais famosa foi “Les Fleurs Du Mal” no Brasil As Flores do Mal.

Baudelaire influenciou muitos poetas com seu estilo original entre eles Paul Verlaine, Stéphane Mallarmé e Rimbaud Arthur. Iniciou suas publicações em revistas no ano de 1845 onde escreveu alguns poemas, alguns contos e criticas de arte.  No ano de 1848 passou a fazer traduções de Poe e após escrever As Flores do Mal fez somente poemas. No ano de 1861 publicou “Les Paradis Artificiels”  e depois disso publicou “Petits Poèmes en Prose” que foi um livro póstumo.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Autores
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *