Parte II das Constelações na Mitologia Grega

Muitos foram os mitos gregos para a origem das constelações, elas estavam intimamente ligadas aos seus deuses. Freqüentemente os deuses lançavam às estrelas heróis, criaturas e representações de feitos,  para imortalizá-los. Algumas das constelações que conhecemos hoje têm seu nome ligado às suas origens mitológicas gregas:

Mitologia Grega

Mitologia Grega

Draco, o dragão

Draco o dragão é uma constelação circumpolar, que significa que ela revolve-se ao redor do pólo norte. Ela pode ser vista durante todo o ano mas só está presente no hemisfério norte, sendo impossível vê-la do hemisfério sul.

O meio mais fácil de encontrar Draco é encontrando sua cabeça: consiste em quatro estrelas em forma trapezóide, brilhando ao norte da constelação Hércules. De lá sua cauda atravessa o céu noturno culminando na estrela polar, percebida há mais de quatro mil anos atrás.

Draco o dragão é famosa na mitologia, especialmente na grega. Um dos mitos mais populares envolve Hércules e os doze trabalhos. Gaia dera a hera um pomo dourado quando esta se casou com Zeus. Hera guardou a maça no jardim das Hespérides, protegido pelo dragão Ladon.

Draco

Draco

Hércules pediu a Atlas para pegar o pomo para ele, enquanto este segurava os céus que Atlas estava condenado a sustentar. Na volta Atlas tentou livrar-se do fardo deixando Hércules em seu lugar, mas este conseguiu ludibriá-lo a voltar a seu posto, partindo com a fruta.

Outra história é ambientada na guerra dos Titãs contras Zeus. Athena fora atacada por um dragão, mas arremessou-o no ar estirando contra o pólo. Até hoje o dragão permanece no céu noturno.

Hércules

Há mais de dois mil anos, os gregos acreditavam que um determinado grupo de estrelas representava o mais famoso herói grego, Heracles. Os antigos romanos chamavam-no Hércules, nome pelo qual é mais famoso hoje.

Forte e corajoso, tinha infelizmente um inimigo terrível: a deusa Hera, enciumada por ele ser filho de seu marido Zeus com uma mortal. Ela lançou-lhe um feitiço que o fez cometer um crime terrível, colocando-o a serviço do rei Euristeu, sob o qual teve de realizar doze árduos trabalhos. Por mim morreu envenenado por um centauro e os deuses o tornaram um imortal além de lançar sua imagem nos céus.

Este guerreiro grego pode ser visto ajoelhado no céu nas latitudes do norte durante os meses da Primavera.  Hércules se torna visível no leste em Abril e atravessa o céu noturno até Outubro. Do hemisfério Sul ele aparece baixo no norte. Quatro estrelas brilhantes formam um quadrilátero que é o centro de Hércules, do qual extendem-se seus braços e pernas.

Hércules

Hércules

Um dos corpos celestes mais observados em Hércules é o aglomerado M13, visível no céu noturno mesmo sem binóculos ou telescópio. Esse aglomerado de trezentas mil estrelas aparece como um ponto difuso ao olho nu.

Muitas outras constelações como Leo o Leão, Hidra a serpente de nove cabeças, Draco o Dragão e Câncer o caranguejo foram vítimas de Hércules e colocadas nos céus pelos deuses.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Divindades
1.538

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *