Tudo Sobre Filosofia

A Filosofia faz o estudo de situações que estão associadas à existência, mas não só, também ligadas à verdade, ao conhecimento, aos valores estéticos e morais. Completando, ao que está relacionado a linguagem e a mente também.

Sendo assim, devido a tudo o que abrange o estudo da Filosofia, ela se distingue tanto da religião quanto da mitologia. Até porque tudo o que é estudado busca argumentos racionais para entender, para explicar. Porém, o que difere a Filosofia de muitas outras pesquisas é o fato de entre as técnicas de estudos, ela usar a análise conceptual, as experiências de pensamentos e a análise de conceitos. Métodos que são menos objetivos e são mais subjetivos, menos palpáveis, porém, com riqueza de conteúdo para esse tipo de estudo.

Os problemas discutidos pela Filosofia são então, divididos em subáreas considerando os temas. Veja quais são: Metafísica, Epistemologia, Lógica, Ética, Estética e Filosofia Política.

O Surgimento da Filosofia

Para localizarmos quando surgiu a Filosofia precisamos ir no século VI aC na Grécia antiga. Lá deu-se início a Filosofia Ocidental e podemos citar nomes de grandes filósofos, como Pitágoras, Tales, Xenófanes, Protágoras e Heráclito.

A preocupação dos estudos nesta época, era aquele de buscar respostas para a origem das coisas, abordavam também a realidade do que se vivia, o conhecimento, o objetivo dos valores morais, a existência dos deuses ou Deus e também da natureza. Muito do que eles levantaram há tanto tempo atrás para descobrir e tentar entender, são temas relevantes e ainda misteriosos nos dias atuais. E tudo o que foi iniciado teve um grande valor para a evolução da sociedade moderna.

Nas idades Antiga e Medieval a Filosofia assumiu um papel de tentar compreender quase tudo que tinha a ver com as teorias. Além de matérias abstratas, como por exemplo, “ser enquanto ser” e mais alguns fenômenos específicos eram estudados pela Filosofia. Foi somente no século XVII que toda essa abrangência foi perdendo lugar, que muitos ramos de conhecimento deixaram de fazer parte dos estudos da Filosofia. Nesta época surgiram outras ciências que aplicavam métodos diferentes daqueles usados pela Filosofia.

Porém, mesmo com toda essa mudança forte que a Filosofia sofreu, a disciplina ainda pode ser entendida pela sua busca de dados abstratos e questões como um todo, que serve de fundamento para outras ciências. Principalmente aquelas que não podem ser analisados com a ajuda de métodos científicos.

Filosofia: Valores e Crenças

Com o grande leque que abrange a Filosofia, em muitos casos, algumas das atividades praticadas dentro da disciplina dá “aval” como se houvesse a aceitação de diversos valores e crenças. E é bem por aí, uma vez que se crê que existem as diferenças e elas estão organizadas em um mesmo espaço, tridimensional e que o tempo segue a sua “rota”sem alterar-se por conta de qualquer outra coisa.

Dentro da Filosofia a crença é de que mesmo quem está ao redor é igual a nós e que podem ver as mesmas coisas, assim como ter as idênticas necessidades. Para tal é importante interagir e por isso, a família é tão importante, para garantir a felicidade.

Quando percebemos que as pessoas reclamam do que veem na televisão ou numa publicidade, por exemplo, acusando de sensacionalismo, nada mais elas estão tomando atitudes que fazem parte do “grupo” em que vivem, com seus valores e crenças.

Um exemplo de como “age” a Filosofia é com o exemplo da paisagem, que pode parecer “comum” sem graça para determinada visão e para uma outra “uma obra de arte”. Estamos diante de uma mesma paisagem, mas o olhar é singular, pois ele está com as impressões que cada pessoa tem e conseguiu graças ao seu convívio social.

O modo como a Filosofia encara essas diversidades, questiona o que pode parecer que não tenha nada para ser questionada, a coloca de uma forma completamente diferente de outras linhas de investigação. De como se comporta a ciência, de como percebe a arte e de como dita a religião.

Sobre a Palavra Filosofia

Com origem do grego, a palavra “filosofia” é composta na verdade de duas palavras, que são: philos e sophia. Com essas duas palavras gregas temos filosofia e traduzindo cada uma delas temos: philos é derivado de philia. Os seus significados são: respeito entre as pessoas iguais, amizade, amor fraternal. A segunda palavra, sophia, significa o “simples saber” e sabedoria.

Portanto, unindo o significado das duas palavras gregas temos a Filosofia como a amizade feita através do saber, com respeito e amor pelo aprendizado.

Enquanto o filósofo, que é o estudioso de Filosofia, é quem vai buscar as respostas, o conhecimento, tem o desejo constante de aprender e faz isso simplemente pelo saber e também pela amizade.

Diz-se que a Filosofia ficou atribuída ao filósofo Pitágora de Samos e se trata de uma decisão com base na tradição. O filósofo Pitágoras viveu no século V aC e foi um dos primeiros a estudar a Filosofia e aplicar muitas técnicas para essa compreensão que conhemos nos dias atuais.

Pela tradição, foi dado a Pitágoras o “título” de quem teria criado a nomenclatura “Filosofia”, pois sua intenção era ressaltar o quanto era importante o saber pleno, que até então, toda essa beleza e perfeição era atribuída somente aso deuses. Porém, com os estudos e definições de Pitágoras, o homem passava a ter direito de venerar e amar a sabedoria ou a busca por ela.

Portanto, não é correto dizer que a palavra “phiolosophia” é uma definição moderna com o uso de palavras gregas. Devemos vê-la de um outro modo, como um “empréstimo” que foi tomado da língua grega. Seria um termo emprestado uma vez que não era novo e exclusivo, por ter sido já usado em períodos antes de Sócrates ou chamado de pré-socráticos. O período pré-socrático por sua vez foi destacado pelso filósofos Pitágoras, Górgias e Heráclito e mais Heródoto e Tucídides, dois historiadores.

No período seguinte que se destacam Platão e Sócrates, a oposição é mais acentuada e se percebe um certo ceticismo e até mesmo modesta em relação ao que já se conhece sobre o ser humano.

A palavra filosofia é derivada de uma palavra grega que significa “amor a sabedoria”. Filosofia busca compreender e estudar aspectos da existência humana, de valores estéticos, morais, linguagem, verdade e à mente, tudo dento de discussões que envolvem argumentação racional, se baseiam na observação e na lógica.

No ocidente, a filosofia surgiu no século VI antes de Cristo, na Grécia. Pitágorass, Tales e Heráclito são os importantes pensadores dessa época, trazendo questões a respeito da realidade das coisas, do verdadeiro conhecimento, que até hoje são aplicadas na filosofia contemporânea.

A filosofia é subdividida em metafísica, que procura mostrar um visão geral do mundo; estética, que é a filosofia do belo; epistemologia, que é a filosofia do conhecimento; ética, que olha para a moral; lógica, estuda o raciocínio perfeito; e filosofia política, que olha para o Estado e organizações sociopolíticas. Atualmente existem universidades de Filosofia por todo o país, sendo hoje mais especializada.


Categoria(s) do artigo:
Filosofia
1.536
http://www.prosperaweb.com.br/

Função: Programação e SEO Formação: Bacharelando em Ciência da Computação – Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) Técnico em Informática Industrial – Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá (CTIG) Interesses:  Internet, Jogos, Esportes e Música

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *