Monumentos Históricos do Brasil

Os monumentos servem para ilustrar um acontecimento importante, ou homenagear figuras ilustres, geralmente com manifestações artísticas que aprimoram o aspecto de uma localidade. O Brasil é um dos países mais ricos do mundo no que se refere ao contexto histórico, e monumentos belíssimos e reconhecidos internacionalmente – alguns como patrimônios culturais e históricos da humanidade – confirmam isso.

Confira detalhes e algumas peculiaridades dos monumentos construídos ao longo do tempo em solo brasileiro:

Estação da Luz – São Paulo (SP)

A Estação da Luz é uma estação ferroviária – inaugurada em 1867 – localizada no bairro da Luz, que integra a rede de transportes sobre trilhos do Metrô paulistano, e que abriga o Museu da Língua Portuguesa (inaugurado em 2006). Foi construída no final do século XIX, e nas primeiras décadas do século XX foi a principal porta de entrada da cidade, pois era por onde chegavam bens de consumo e de capital importados para abastecimento. A estrutura metálica de ferro fundido – de sustentação – foi trazida da Inglaterra, o projeto é do engenheiro inglês Henry Driver.

Estátua Equestre de Dom Pedro I – Rio de Janeiro (RJ)

Estátua de D. Pedro I – inaugurada em 1862 – feita de bronze, que foi erguida em homenagem à Proclamação da independência, e que se localiza na Praça Tiradentes, no centro da capital carioca. O monumento foi erguido por iniciativa de Pedro II, em homenagem à proclamação da Independência, e foi feita por João Maximiano Mafra, as esculturas – em bronze – foram fundidas na França.

Monumento às Bandeiras – São Paulo (SP)

O monumento (obra do escultor Victor Brecheret) está localizado na praça Armando Salles de Oliveira – na capital paulistana – e foi inaugurada em 1954, na frente do Parque do Ibirapuera e da assembleia legislativa, especialmente para as comemorações do IV Centenário da cidade. A escultura possui 240 blocos de granito (cada bloco pesa aproximadamente 50 toneladas), com cinquenta metros de comprimento e dezesseis de altura. A obra representa os bandeirantes portugueses, negros, mamelucos e índios, e ilustra várias etnias e o esforço dos desbravadores brasileiros.

Catedral Metropolitana de Brasília

A catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida – inaugurada em 1960 – é a catedral da capital do Brasil, que foi projetada pelo famoso e talentoso arquiteto Oscar Niemeyer (foi o primeiro monumento a ser criado em Brasília), e foi construída pelo engenheiro Joaquim Cardozo.

Cristo Redentor – Rio de Janeiro (RJ)

Foi inaugurado em 1931 – demorou 5 anos para ficar pronto -, no dia 12 de outubro (dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida), é um monumento que retrata Jesus Cristo, que se localiza no bairro Alto da Boa Vista, na capital carioca, no topo do morro do Corcovado (tem 38 metros e está a 709 metros acima do nível do mar). É considerado um símbolo do cristianismo, e um dos ícones nacionais mais conhecidos internacionalmente.

A ferrovia que dá acesso ao local onde se situa o Cristo tem 3.800 metros de extensão, foi a primeira a ter eletricidade no Brasil, no ano de 1906. A construção do Cristo Redentor é considerada um dos grandes feitos da engenharia nacional, pois foi erguida em concreto armado. Em 2011, o Cristo Redentor foi considerado  o maior símbolo da América Latina.

Em 2007 – em Portugal – o Cristo Redentor foi incluído entre as novas sete maravilhas do mundo moderno. A decisão, após um concurso informal, foi baseada em votos populares (via internet e telefone). Colaboraram diretamente na construção, o engenheiro Heitor da Silva Costa, o artista plástico Carlos Oswald e o escultor francês Paul Landowski.

Museu de Arte Contemporânea (MAC) – Niterói (RJ)

Museu localizado na cidade de Niterói (sobre o Mirante da Boa Viagem), município do estado do Rio de Janeiro, e que foi projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Tornou-se um dos principais cartões-postais de Niterói, destacando principalmente a obras contemporâneas (desde artes abstratas até a monarquia brasileira), todas do século XX. Desde 1996 disponibiliza diversas atividades educacionais, com o objetivo de incentivar produções artísticas.

Igreja de Nossa Senhora da Candelária – Rio de Janeiro (RJ)

É um templo da igreja católica que fica localizado no coração da capital carioca, e considerado um dos principais monumentos da cidade, e tradicional entre a sociedade, mas que infelizmente tem seu nome associado à Chacina da Candelária (fato que teve repercussão internacional), que matou vários moradores de rua, incluindo crianças no ano de 1993. Especialistas afirmam que a igreja é uma das principais obras artísticas do século XIX brasileiro, por causa da sua arquitetura neoclássica, decoração interna e a fachada (do século XVIII).

Arcos da Lapa – Rio de Janeiro (RJ)

Em 1723, o Arqueduto do Carioca foi construído, que serviria para captar água do Alto de Santa Tereza, passando pelo caminho onde atualmente estão localizados os arcos. Inicialmente, os Arcos da Lapa foram construídos com madeira (por indígenas e escravos). O primeiro bondinho elétrico começou a passar pela região em 1896, e a última versão foi inaugurada em 1950.

Praça dos Três Poderes – Brasília (Distrito Federal)

Localizada em Brasília, é um espaço entre os três edifícios monumentais que representam os três poderes da República: Palácio do Planalto (Executivo); Supremo Tribunal Federal (Judiciário); Congresso Nacional (Legislativo). Lúcio Costa foi o responsável pela parte urbanística e as construções foram projetadas por Oscar Niemeyer. Não é uma considerada uma praça tradicional, pois não possui árvores nem outro elemento que proporcione sombra.

Elevador Lacerda – Salvador (BA)

Para os baianos, o elevador Lacerda é um monumento arrojado e modero, fazendo ligações entre a cidade baixa e a alta da cidade. É conhecido mundialmente, e um dos cartões postais mais importantes da Bahia. Está localizado no centro histórico, e. sua função é interligar a praça Cairu (parte baixa) e a praça Tomé de Souza (parte alta). Começou a ser construído em 1869 e foi inaugurado em 1873, tem 4 cabines -duas encravadas na rocha e outras na torre de 72 metros de altura -, e foi idealizado e construído pelo engenheiro baiano Augusto Frederico de Lacerda (todo material foi importado da Inglaterra).

por Lucila Helena Farias

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
História

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *