A Idade do Ferro

O ferro é um dos elementos que existem com maior abundância em todo o planeta. De acordo com os estudos, o ferro é considerado o quarto elemento químico que mais existe, e, entre os metais (sua classificação na tabela periódica), fica atrás somente do alumínio.

Inclusive, o ferro também pode ser encontrado na natureza sendo parte da composição de outros minerais, sendo raro encontrar o ferro propriamente dito, completamente livre.

Para realizar a obtenção do ferro propriamente dito, em seu estado elementar, é necessário que os óxidos sejam reduzidos com a aplicação do carbono, sendo realizado um processo chamado de refinação para que todas as impurezas existentes sejam retiradas.

O ferro é um elemento importante, tendo esse reconhecimento na história da humanidade pois existe um período ocorrido na pré-história que foi denominado como a Idade do Ferro.

A Descoberta do Ferro

Os primeiros momentos da história da humanidade foram definidos com a Idade da Pedra. Nessa época as pessoas fabricavam os seus objetos, armas e ferramentas fazendo uso de pedras.

Com o passar dos tempos, o homem foi descobrindo novos elementos e aprendeu a usar esses materiais, como, por exemplo, o cobre e o bronze (que nada mais é que combinação do cobre com o estanho). Essa época ficou sendo chamada como a Idade do Bronze.

Com o passar do tempo, as pessoas descobriram que era possível extrair ferro das pedras, fazendo uso de fogo. E, nessas descobertas, as pessoas viram que o ferro era um material de maior qualidade que o bronze para fabricar as suas armas e ferramentas, pois o ferro era mais forte, duro e resistente do que o bronze.

Com isso, surge a Idade do Ferro, período em que o homem descobriu este metal e passou a fazer uso das técnicas de metalúrgica. Com o surgimento das técnicas de metalurgia e exploração do Ferro, surgiram utensílios como panelas, potes, facas e etc.

Esses 03 (três) períodos: Idade da Pedra, Idade do Bronze e a Idade do Ferro, são consideradas historicamente como o período que marcou a Pré-história, isto é, o momento antes do surgimento da escrita.

A Utilização do Ferro

O uso do ferro remonta desde o antigo Egito – por volta de 4.000 (quatro mil) antes de Jesus Cristo. Nessa época eram fabricados com o uso do ferro pequenos objetos, ferramentas, ornamentos e armas (por exemplo: as pontas das lanças usadas para caçar).

Contudo, apesar de ser aproveitado para fabricar esses itens, o ferro era um material considerado raro e de difícil acesso. De acordo com os estudos, o ferro usado nesse período era oriundo dos meteoritos que caíram na face da terra naquela época.

Com o passar do tempo, o uso do ferro foi se desenvolvendo e por volta de 3.000 (três mil) antes de Jesus Cristo passou a surgir outros objetos fabricados com ferro em locai como a Anatólia, o Egito e a Mesopotâmia.

A substância encontrada nesse período se diferenciava da substância da época anterior, devido à ausência do níquel. Nessa época o uso do ferro estava ligado à cerimônias e à riqueza, pois o ferro era considerado um metal de alto valor, sendo inclusive mais caro que o próprio ouro.

Os estudiosos acreditam que por volta de 1.300 (mil e trezentos) antes de Jesus Cristo, na Ásia, foram criadas as técnicas de metalurgia para exploração do ferro. As armas de ferro eram melhores e mais fortes que as armas fabricadas com bronze, e por isso o uso do material foi espalhado por toda a Ásia.

Em torno de 1.000 (mil) antes de Jesus Cristo, as técnicas de metalurgia chegaram na Europa e foi se espalhando por todo o mundo.

Esse momento em que o ferro foi substituindo o bronze e foi acontecendo em diferentes lugares em momentos diversos, de maneira lenta e paulatina, foi denominado de a Idade do Ferro.

A Idade do Ferro

A implantação da Idade do ferro nos mais diversos locais foi considerada difícil, pois o processo era complicado, pois precisava localizar o ferro, extrair o material no local onde foi encontrado, realizar a fundição do material em temperaturas bastante elevadas, para depois forjar o material no objeto desejado.

Por esse fator, esse período histórico teve início e final diferenciados, nas mais diversas localidades.

O início da Idade do Ferro se deu no continente asiático e foi se espalhando por todo o mundo.

À medida em que foram descobertas as técnicas de extração e exploração do ferro, estas se espalharam por todos os locais. Com exceção das Américas e da Oceania, todos os outros continentes tiveram registros históricos da ocorrência da Idade do Ferro.

No caso das Américas e da Oceania, quando os colonizadores europeus chegaram a esses locais já levaram os equipamentos desenvolvidos com ferros para essas civilizações.

A introdução do ferro na fabricação dos mais diversos equipamentos, ferramentas e armas, trouxe grandes modificações na vida das pessoas que viviam naquela época. O ferro passou a ser usado na produção de ferramentas mais fortes e resistentes, o que acabou ajudando no desenvolvimento da agricultura e facilitando o trabalho existente para fazer o plantio dos alimentos. Com relação às armas, o ferro ajudou a construir espadas e outros tipos de armas mais fortes, com a introdução desse tipo de material, os exércitos que possuíam o armamento mais forte acabava dominando os outros povos com maior facilidade. Com isso surgiram os grandes impérios e a formação de reis e governantes cada vez mais cheios de poder.

Com a implantação do Ferro e o surgimento da Idade do Ferro, a tecnologia se transformou e diversas áreas passaram por mudanças: construção civil (surgimento das fortalezas e das pontes), a cerâmica, a tecelagem, mineração (a escavação do solo e das paredes passou por uma transformação, sendo descobertos novos materiais e minérios com bastante valor) e etc.

O Final da Idade do Ferro

No entanto, como todas as eras, à medida em que o mundo foi evoluindo, a Idade do Ferro foi chegando ao fim.

A Idade do Ferro chegou ao final à medida em que a escrita se difundiu, pois esta trouxe um novo desenvolvimento para a humanidade e fez surgir uma nova era, saindo da pré-história.

Apesar da Idade do Ferro ter se encerrado, o material continuou sendo o elemento metálico mais importante que existiu até a chegada do século XIX. Nesse período foram desenvolvidas novas técnicas que descobriram o aço (combinação do ferro junto ao carbono), que acabou se tornando o metal mais utilizado em todo o planeta.

 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
História

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *