Acordo de Bretton Woods

Com a metade do ano de 1944 já existia a cresça de que os aliados iriam ganhar a guerra contra os nazistas. Por consequência surgiu necessidade das potências industriais abaladas por causa da Segunda Guerra Mundial encontrar formas para estabelecer o ritmo industrial. Na mesma época aconteceu o acordo de Bretton Woods que consiste no primeiro paradigma com cunho monetário no sentido de estabelecer padrões ao relacionamento monetários entre países independentes.

De forma elementar o acordo favoreceu aos anseios dos Estados Unidos em dominar o mundo econômico sob a ótica capitalista. Por volta de 45 nações aliadas se reuniram em zona hoteleira de Bretton Woods no sentido de realizar a Conferência que se estabeleceu como acordo em comum após quase um mês de diálogo.

BIRD e FMI: Acordo Bretton Woods

BIRD e FMI foram duas instituições que se estabeleceram depois do acordo em Bretton Woods, os bancos começaram a fazer o trabalho assistencialista no ano de 1946, quando nações em comum estabeleceram o acordo e se estabeleceu número de adeptos o suficiente para prosseguir na reconstrução industrial e estabelecimento econômico, de forma principal entre os países que sofreram com abalos financeiros depois do evento.

Quais Principais Disposições do Sistema Bretton Woods?

A: Cada país que assinou o tratado tinha que adotar política econômica cambial ao usar as moedas com indexação do dólar.

B: Solicitar os empréstimos ao FMI em cada momento no qual acontece dificuldade para realizar os pagamentos das contas externas. De forma prática acontece grande demanda por conta de solicitações do dinheiro e em consequência dos juros abusivos determinados países entraram em colapso econômico, como no caso do Brasil no começo dos anos oitenta e as crises cambiais, por exemplo.

C: No começo da década de setenta do século XX, o acordo de Bretton Woods estava funcionando com todo o vapor. Porém, aos Estados Unidos, existia a problemática em consequência da procura de ouro que aumentou de forma substância. Nesse sentido, Richard Nixon suspendeu de forma unilateral o sistema e por consequência cancelou a conversão de dólar por ouro.

O que Originou o Acordo Bretton Woods?

De forma prática existem diversos elementos que serviram para originar o acordo em si. Com o tempo historiadores realizam pesquisas e encontram novas evidências para ter acontecido esse tipo de processo. Em termos práticos grande parte dos especialistas indica que a principal variável decorre do período da Grande Depressão, quando o Estado norte-americano perdeu o controle do ciclo econômico interno e por consequência entrou em colapso, gerando não apenas crise interna como frequentes problemas externos.

Outro ponto que não pode deixar de ser ignorado em termos de necessidade do Bretton Woods se encontra no fato dos poderes econômico e financeiro se concentrarem nas mãos de poucos Estados, causando de forma direta o desequilíbrio econômico e por consequência diminuindo o poder de concorrência do sistema capitalista. Por último e não menos importante se encontra na presença dos Estados Unidos no papel de dominar o sistema econômico do globo terrestre, de forma principal à colher ganhos que obteve com o final da Segunda Grande Guerra.

Necessidade de Segurança Econômica: Bretton Woods

Teóricos estadunidenses começaram a desenvolver ideais de que a segurança econômica e estabilidade no comércio entre as grandes potências mundiais poderiam ser a chave para o fim dos conflitos militares de grandes proporções. Surgem os pensamentos de segurança econômica. De forma prática esse tipo de razão se relaciona claramente com pensamentos liberalistas no qual apenas a liberação da economia internacional poderia traz paz ao mundo.

O secretário de Estado com o nome de Cordell Hull foi um dos responsáveis por impor esse tipo de pensamento ao acordo de Bretton Woods. De acordo com o político as principais causas para o acontecimento das duas grandes batalhas mundiais se encontrava em questões discriminatórias sob a ótica da economia e das batalhas comerciais.

De forma específica ele fez a referência moderna nos níveis de acordos que funcionam de forma bilateral no sentido de controlar o comércio entre ingleses e nazistas em meados do estouro da Segunda Grande Guerra. Os ideais de Hull se relacionavam de forma direta em usar o comércio de modo livre no sentido de estabelecer a passividade entre as nações e para o mundo se tornar aldeia global no qual acontece ajuda mútua e os sistemas econômicos independentes entre si.

No pensamento de segurança econômica acontece o fator que se relaciona com a queda de tarifas altas que não condizem com a realidade, ou mesmo abolir qualquer forma de concorrência injusta para que o capitalismo traga a paz ao mundo. Ou seja, quanto mais livre funciona o comércio melhores são as relações entre nações e menores são as tendências de acontecerem guerras.

O pensamento de Hull se relaciona também aos sentimentos de pátria, de forma principal quando se leva em conta que existe menos inveja no que tange aos padrões de vida, permitindo que as nações continuassem a crescer e trocar produtos e serviços, gerando espécie de satisfação sob a ótica da economia, o que aumentaria as chances da paz permanecer de forma durável e constante.

Intervencionismo Governamental

Parte dos teóricos de Bretton Woods compreendeu a necessidade de aumentar o teor liberalista em termos econômicos no sentido de aumentar o nível pacífico do mundo. Porém, não se por ignorar o fato de que no mesmo período que os ideais de Keynes começaram a emergir e os políticos a sentir a necessidade de intervencionar na economia. Com o final da Grande Depressão a administração dos poderes públicos percebeu a realidade ao aumentar o nível de competição e gerar não apenas emprego como também estabilidade sob a ótica econômica.

Nesse sentido, liberalismo e intervencionismo tiveram que encontrar espécie de equilíbrio para que o ciclo econômico fluísse no sentido de diminuir o número de reveses dos vizinhos. A intervenção foi algo necessário para garantir a empregabilidade ao ponto que liberar também representou ponto a se considerar para que as nações pudessem crescer em conjunto e por consequência se basear na globalização para diminuir as chances de acontecerem guerras.

Artigo Escrito por Renato Duarte Plantier

 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
História

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *