Etnologia

É sabido da sociedade que o estudo é a única possiblidade de se levantar dúvidas e  ter certa esperança que essa dúvidas sejam solucionadas, ou, ao menos, tenham alguma informação relacionada à ela. Se não fosse a arte de estudar, provavelmente, muitas das coisas que conhecemos hoje não estariam disponíveis para nosso uso ou apreciação.

A história, juntamente com a arqueologia e a paleontologia são as grandes responsáveis pelo conhecimento da vida no planeta Terra. Graças aos pesquisadores e estudiosos, foi possível conhecer um pouco mais sobre a vida no planeta em épocas bastante remotas da história, bem como tentar determinar quais fatos foram os mais relevantes para que a sociedade humana pudesse se findar no que é hoje.

A arte de estudar também propicia um “mundo” novo a ser descoberto por quem pratica tal ação: com o estudo, é possível viajar até os âmbitos mais primitivos do homem, e, nesse processo de aprendizagem, entender todos os parâmetros e conceitos que foram construídos até hoje pelo ser humano.

No nosso artigo de hoje, iremos falar um pouco sobre a etnologia, mostrar alguns de seus objetivos principais e, também, mostrar alguns pontos interessantes sobre esse tema. Vamos lá?

A Definição de Etnologia

A etnologia é definida como uma ciência que tem por objetivo estudar e confrontar os dados apresentados pela etnografia, ciência essa que é a relação entre o antropólogo e a escrita, ou seja, o modo que um pesquisador utiliza para descrever algum povo ou grupo étnico. Cabe a esse especialista pesquisar e estudar sobre determinado povo e, depois, repassar as suas conclusões ao profissional da etnologia, para que este faça um trabalho ainda mais aprofundado baseado nos dados captados pelo profissional da etnografia.

A etnologia busca, com os dados obtidos pela etnografia, analisar no ponto de vista comparativo, os grupos étnicos e suas culturas, buscando encontrar nelas pontos em comum para poder, de fato, entender a organização social de cada uma das culturas analisadas.

Originalmente, a etnologia foi definida com o objetivo de se estudar as diferentes sociedades primitivas; contudo, o termo “primitivo” foi retirado de sua definição, por conta do desenvolvimento de outra importante ciência, a antropologia, e também que, por “primitivo”, pode –se depreender  que o termo poderia invocar um certo “preconceito” entre as etnias estudadas. Portanto, hoje se diz que a etnologia tem por finalidade o estudo e o acompanhamento de qualquer característica cultural de qualquer que seja a etnia. No entanto, para que tal etnia seja alvo de estudo, é preciso que ela tenha um desenvolvimento social e econômico “notável”, além de uma relação entre as pessoas no estilo “cara-a-cara” e, também, que a língua presente na sociedade que se pretende estudar seja comungada por todos os componentes da etnia. Todos esses cuidados são necessários para que erros no estudo de tais etnias não cheguem a acontecer.

A Importância da Etnologia e da Etnografia

Tanto a etnologia quanto a etnografia tem uma significativa importância para o mundo atual. Isso porque, através de tais ciências, é possível desmitificar e, também, amenizar os casos de racismo e diferenças étnicas entre os povos. Os pesquisadores dessa área acreditam que, com mais estudos em cima das etnias e com a população mundial cada vez mais com a informação na palma da mão, através da internet e dos equipamentos móveis, são capazes de fazer com que os casos de preconceitos em cima de culturas e etnias diferentes podem diminuir gradativamente.

Além disso, a hegemonia cultural perde força quando estudos direcionados a área das várias etnias tem devida atenção. Muitos argumentam, ainda, que a etnologia tem extrema importância para todas as outras ciências. Com ela, é possível conhecer técnicas antigas, mas com boa aceitação no mundo da biologia, no da física, da química, matemática, história e muitas outras. Estudos revelam que técnicas de engenharia empregadas nas várias etnias antigas são de muita complexidade e de uma precisão inimaginável. Um exemplo são as técnicas utilizadas para a construção das famosas pirâmides do Egito. Atribuída a vários fatores, inclusive, a até feitos extraterrestres, o fato é que todo o material utilizado para a construção de tais pirâmides foram dotados de vários estudos, que mostram um grande conhecimento de cálculos matemáticos e, também, com uma precisão invejável. Por falar nessa precisão, até hoje, ninguém conseguiu, seja por meio de computador ou manualmente, chegar aos cálculos que determinam a precisão de cada construção.

A etnologia e a etnografia tiveram a sua origem há muito tempo, na época dos egípcios. Isso porque, naquela época, a sociedade egípcia já demonstrava diferenças entre as outras etnias presentes próximas ao seu território. Isso era demonstrado na forma de arte, nos desenhos realizados nos interiores das pirâmides e em outras construções.

Foi na Grécia Antiga, o berço dos maiores filósofos e pensadores de todos os tempos que os primeiros estudos etnológicos, de fato, vieram a acontecer. Os pesquisadores daquela época começaram a conduzir pesquisas com o intuito de se revelar um pouco mais sobre cada uma delas, como os Persas e os Citas. Em tais descrições, eram detalhados os aspectos sociais e econômicos de cada povo, além de colocar ambas em comparação com o intuito de encontrar nelas pontos em comum.

Não podemos deixar de mencionar, também, que a etnologia deu um salto brutal em sua importância como ciência por conta dos acontecimentos que envolveram desde a morte de Jesus Cristo, o líder da Igreja Cristã, até os eventos que se desenrolaram na Idade Média, como as grandes reformas na Igreja Católica e também, as Grandes Navegações, no qual esse último evento teve tamanha grandiosidade, que a chegada do homem na Lua, em 1969, foi comparada á jornada dos Portugueses e Espanhóis em busca de novas terras para exploração.

Com o passar dos anos, o desenvolvimento das colônias promovidas por Portugal e Espanha na América, e com as revoluções acontecendo em várias áreas do mundo, a etnologia foi amadurecendo, ganhando a configuração que ela possui hoje. Ou seja, a ciência hoje consegue estudar muito mais amplamente os vários povos existentes, muito por causa da alta carga histórica que a ciência adquiriu em séculos de estudos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Geral

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *